Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde,

    Pretendo obter opiniões sobre uma ideia que me tem assolado, que pode parecer estapafúrdia (ou se calhar é mesmo), mas que analisando as circunstância pode ser uma boa ideia.

    A casa dos meus pais é térrea e tem um anexo (garagem + arrumos em R/C + 1º andar) independentes da casa (queria mostrar uma figura mas não consigo anexar imagens/ficheiros). O acentuado declive do terreno faz com que o 1º andar do anexo esteja ao nível do solo na parte norte e nascente, pelo que pensei que poderia transformar a zona de arrumos em habitação (é o 1º andar relativamente à garagem, mas está em parte ao nível do solo; e pode ter acesso independente em relação à casa existente).

    No entanto, a área do anexo é de apenas 80 m2 (5,20x15,45) e como quero construir uma casa com 3 quartos, pensei ir buscar a área em falta através da construção de um 1º andar na casa já existente, ficando a casa a construir toda ao mesmo nível (a distância entre a casa e o anexo é de 5 metros).

    A casa a construir ficaria assim em forma de L (mais ou menos) com entrada independente (lado oposto), ficando assente sobre a totalidade da garagem existente e sobre cerca de metade da casa existente, ficando ao nível do solo a Norte e em parte a nascente.

    O PDM permite uma área de ocupação de solo e de construção de 60% e 3 pisos de construção. O terreno tem na sua totalidade cerca de 2.600 m2, mas a localização quase central da casa existente permite apenas a construção de uma casa térrea ou então 2 casas geminadas no restante terreno. E nos dias de hoje (e no futuro ainda mais) considero que uma casa térrea num terreno de 1.300 m2 é um desperdício numa zona quase citadina.

    As dúvidas que tenho são as seguintes:

    1)Será possível licenciar a nova habitação e torná-la independente da já existente? (penso que se quiser apenas ampliar a casa existente não existirá problema)

    2)Visualmente é possível que o resultado final não seja um mamarracho? Será que vai criar confusão visual? (o objetivo é que pareça sempre uma casa grande. Mas consoante o lado que se olhe, pareçam casas diferentes. Esta é a minha opinião que pode estar errada)

    3) Em termos técnicos será uma obra complicada? Principais problemas técnicos que poderia enfrentar? (as paredes da garagem (R/C) é feita em bloco e as paredes do anexo (1º andar) em tijolo. Pelo menos a placa entre os 2 andares teria de demolida e nivelada pela placa da casa existente.)

    4) Em termos de custos ficaria mais caro ou mais barato do que construir uma casa de raiz? (a redução do custo de construção não é a principal razão desta ideia, mas se puder poupar €€€€€, melhor)

    5) Será que consigo convencer a minha esposa que a ideia é boa? (seria bom, por isso, ter opiniões das senhoras que frequentam este fórum)

    Agradeço que coloquem as vossas opiniões, e se a ideia não tiver pés nem cabeça, talvez surjam outras mais felizes, ou então "meto a viola no saco" e cá me fico pelo meu apartamento.

    Cumprimentos,
    NS
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    5) acho que deve começar por aqui.....
  4.  # 3

    Primeiro tenho de me conseguir convencer a mim, depois passo então ao ponto 5)

  5.  # 4

    Coloque um esquema desenhado, senão é difícil perceber.
    Concordam com este comentário: CMartin
  6.  # 5

    Ao construir uma casa existem duas opções ou o divórcio ou o casamento sai mais consolidado é essa a prova de fogo !
    Concordam com este comentário: BM_18
  7.  # 6

    Hipótese 0) Quer mesmo viver junto dos seus pais?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: BM_18
  8.  # 7

    Colocado por: rmarinhoHipótese 0) Quer mesmo viver junto dos seus pais?


    pais e sogros desde que sejam educados logo de inicio sao uma mais valia do camandro....... o problema é que poucos sabem educar os pais e os sogros!
    Concordam com este comentário: ultrahipermega, zinna, BM_18, Jpires76, jlmfr
  9.  # 8

    Coloque um esquema desenhado, senão é difícil perceber.


    Eu bem queria, mas não consigo anexar fotografias (tamanhos inferiores a 5MB), quer através do meu smartphone, quer do meu PC. Já verifiquei que existem mais situações semelhante com outros utilizadores.
    Quando anexo aparece como diretório «C:\fakepath\...». Já gravei as fotografias em várias pastas diferentes, gravei um printsreen em word, mas o problema mantêm-se.
    Como poderei resolver a questão?
    E também não consigo contatar o administrador através do email forumdacasa@forumdacasa.com
  10.  # 9

    Faça download de um APP redimensionador de fotos ! Reduza o tamanho da foto com essa aplicação!
  11.  # 10

    Colocado por: enf.magalhaesFaça download de um APP redimensionador de fotos ! Reduza o tamanho da foto com essa aplicação!


    Agradeço a sugestão. A fotos ficaram mais leves mas o problema mantém-se.
      IMG_2019-03-13_14-18-58.JPG
      IMG_2019-03-13_14-18-24.JPG
      IMG_2019-03-13_14-17-04.JPG
  12.  # 11

    Magia. Afinal apareceram.
  13.  # 12

    Colocado por: rmarinhoHipótese 0) Quer mesmo viver junto dos seus pais?
    Estas pessoas agradeceram este comentário:BM_18



    Colocado por: loverscout

    pais e sogros desde que sejam educados logo de inicio sao uma mais valia do camandro....... o problema é que poucos sabem educar os pais e os sogros!
    Concordam com este comentário:ultrahipermega,zinna,BM_18,Jpires76,jlmfr



    O relacionamento familiar é muito bom. Já lá passamos grande parte do tempo que temos disponível. E com o passar do tempo, esta tendência será acentuada pois, a lei da vida assim o exigirá.


    Quando falo em convencer a minha esposa, refiro-me apenas ao aspeto da solução final (bonito/feio), pois não conheço nada parecido com o que estou a imaginar que possa ser feito.

    A questão principal é mesmo aquela que refiro no ponto 2): Visualmente é possível que o resultado final não seja um mamarracho? Será que vai criar confusão visual?
    Para além do custo que esta solução acarreta, obviamente.
  14.  # 13

    1)Será possível licenciar a nova habitação e torná-la independente da já existente? (penso que se quiser apenas ampliar a casa existente não existirá problema)


    pode sempre fazer propriedade horizontal, se diz que os indices de construção do terreno o permitem, não vejo um problema em tornar a casa independente.

    2)Visualmente é possível que o resultado final não seja um mamarracho? Será que vai criar confusão visual? (o objetivo é que pareça sempre uma casa grande. Mas consoante o lado que se olhe, pareçam casas diferentes. Esta é a minha opinião que pode estar errada)


    isso dependerá da competencia do arquitecto, não me parece que um arquitecto minimamente decente vá fazer uma coisa feia.

    3) Em termos técnicos será uma obra complicada? Principais problemas técnicos que poderia enfrentar? (as paredes da garagem (R/C) é feita em bloco e as paredes do anexo (1º andar) em tijolo. Pelo menos a placa entre os 2 andares teria de demolida e nivelada pela placa da casa existente.)


    a casa não foi construida para suportar mais um andar, pelo que não vai ser tirar o telhado e construir para cima. vai ter que ser feito um reforço na estrutura da casa para suportar o peso a mais.

    4) Em termos de custos ficaria mais caro ou mais barato do que construir uma casa de raiz? (a redução do custo de construção não é a principal razão desta ideia, mas se puder poupar €€€€€, melhor)


    ainda bem que a redução do custo não é a principal ideia, porque é bem provável que não vá poupar €€€€€€. Estas coisas costumam ficar sempre mais caras, do que ter o terreno limpo e construir de raiz.

    5) Será que consigo convencer a minha esposa que a ideia é boa? (seria bom, por isso, ter opiniões das senhoras que frequentam este fórum)


    bem se fizer a divisão em propriedade horizontal, sabe-se o que é dos seus pais e o que é seu e da sua mulher. Esta divisão tem um efeito psicologico muito grande. mas posso dar o meu exemplo. eu e a minha mulher moramos na mesma aldeia que crescemos, pelo que temos por perto tanto os meus pais e os meus sogros. ambos com terreno junto às casas deles para construir. damo-nos todo bem. se calhar porque moramos numa casa alugada, não na casa deles, e porque vamos construir, num terreno que compramos na mesma aldeia, não no terreno deles.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">