Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Olá!

    Na remodelação de casa bem antiga não há obrigação de incluir sistemas de rentabilização energética, mas...

    ...já foi feito, muito por que foi mais uma reconstrução q remodelação, facilitando instalações...

    Para alem dos mecanismos passivos definidos em projeto, como, paredes duplas, gesso acartonado + lã de rocha e caixilharia com cortes térmicos,

    apostou-se em:
    * fotovoltaico com baterias
    * bomba de calor SOLIUS ECOTANK SUPER 300L C/ SERPENTINA SOLAR
    * retorno de águas no circuito de quentes
    * salamandra a Pellets

    Acontece que os responsáveis técnicos não me sabem dizer como posso, ou se posso incluir estes pontos no certificado energético,
    por forma a repercutir neste os benefícios do ponto vista ecológico de baixar consumo de energia da EDP e Gás em detrimento do consumo da energia solar.

    Alguem por aqui sabe me encaminhar neste tema?
    De como o fazer e se é possível?

    Terei eu de endereçar alguma documentarão ao perito que dará o carimbo ao certificado? (O instalador fala que apenas tem documentação que certifica as caraterísticas... mas aquilo não passa de um manual com uns emblemas estrangeiros)
    Ou à partida estou bloqueada a uma lista de sistemas ou marcas?

    Obrigada!
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Colocado por: Helena OliveiraAcontece que os responsáveis técnicos não me sabem dizer como posso, ou se posso incluir estes pontos no certificado energético,


    O certificado energetico é emitdo pelo perito ADENE, tem de mandar elaborar o CE do imóvel ( durante a VISITA ao IMÓVEL o mesmo irá ter em consideração tudo o que elencou, se este necessitar de mais dados voce depois envia por mail).

    AGORa pergunto eu...Mas quer memso gastar dinehiro nisso? Vai vender a casa? se a obra esteve isenta de projecto térmico... qual a vantagem de ir gastar dinheiro neste documento?
  4.  # 3

    Pois, nunca tive envolvida numa ação de perito para o CE.

    O CE é um dos documentos/elementos pedidos para licença de habitação.

    Os elementos instalados são mesmo para ter:
    * independência da EDP
    * aquecimento de águas melhor que esquentador típico.

  5.  # 4

    Colocado por: Helena OliveiraAcontece que os responsáveis técnicos não me sabem dizer como posso, ou se posso incluir estes pontos no certificado energético,

    Quem são esses técnicos?
    Concordam com este comentário: VCAC
  6.  # 5

    A casa é em Portugal?
    Quem lhe aconselhou essa panóplia de coisas será assim tão pouco capaz de lhe responder?
    Com que critérios comprou BC, painéis etc?
  7.  # 6

    Mas afinal vai pedir autorização de utilização!?
    Existem projectistas... Não lhe sabem tirar as dúvidas?
    Que confusão...
  8.  # 7

    fale com um Perito qualificado do SCE.

    apostou-se em:
    * fotovoltaico com baterias: é o Perito que vai calcular isso, na folha de cálculo da DGEG - SCE EREN. só tem de saber o que está a fazer e ter as fichas técnicas dos paineis.


    * bomba de calor SOLIUS ECOTANK SUPER 300L C/ SERPENTINA SOLAR: é só saber as características da Bomba de Calor e meter os dados no software.

    * retorno de águas no circuito de quentes... não interfere na Classificação Energética.

    * salamandra a Pellets: é só saber as características da Salamandra e meter os dados no software.

    não vejo qual a dificuldade....

    dá trabalho é certo....

    se calhar é daqueles certificados LOW_COST.... aperte com eles pra abrirem a pestana...
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, VCAC, jorgealves
    • VCAC
    • 7 Fevereiro 2019

     # 8

    Colocado por: Helena Oliveira

    Acontece que os responsáveis técnicos não me sabem dizer como posso, ou se posso incluir estes pontos no certificado energético,
    por forma a repercutir neste os benefícios do ponto vista ecológico de baixar consumo de energia da EDP e Gás em detrimento do consumo da energia solar.


    ????
    Com que tecnicos é que está a falar? Instalador ou equipa de projecto?

    Bem... Quer uns quer outros deveriam saber responder-lhe a isso.

    Claro que isso se inclui e é contabilizado no CE... E muito facilmente como já indicou o fernando...

    Se vai ter de emitir o CE, presumo que tenha havido um processo de licenciamento instruído com um PCE... É com esse técnico (que emitiu o PCE ou quem fez o projecto de comportamento térmico) que deverá falar para esclarecer isso.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, jorgealves
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">