Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom Dia,

    Venho aqui colocar uma questão por esclarecimento devido ao facto de existirem tantas opiniões diversas.
    E se calhar aqui também vão ser diversas.
    Observei 2 instalações de pladur em 2 habitações diferentes, localizadas perto uma da outra , logo em condições de clima iguais, e com condições de construção iguais - tendo em conta materiais , paredes, ano de construção e tipo de construção.
    As duas instalações apresentam diferentes métodos e opiniões contrárias entre os instaladores e passo a explicar:
    Uma instalação é executada com pladur verde e revestimento de lã mineral. O pladur é assente nos tradicionais perfis e as paredes isoladas apresentam ausências de humidade e condições de reboco e pintura em estado bom.
    A outra instalação apresenta as mesmas condições , mas não e colocada lâ mineral, só um revestimento de alumínio, que vem em rolo, forrando as paredes. o perfil e depois colocado por cima e assente o pladur.
    Ora é aqui que os instaladores divergem.
    O 1º é da opinião que numa típica instalação onde o cliente têm um orçamento contado, a lã mineral isola melhor do frio e possibilita ás paredes respirar sem existir demasiado isolamento o que poderia criar bolsas de humidade, degradando as paredes originais. Não concorda com o isolamento a alumínio colocado em cima da parede como os perfis a trancar.
    O 2º instalador entende que a manta de alumínio em rolo colocada a forrar as paredes é a melhor solução, pois evita que a humidade passe para o pladur.

    Afinal, pergunto eu , com ignorância, numa instalação comum de pladur onde os clientes possuem limitações de orçamento e não conseguem aplicar todos os materiais de qualidade premium, o que na minha opinião se aplica em 90% dos casos , qual é o melhor principio? Ou qual a explicação mais lógica.

    Obrigado pelo tempo pessoal,

    Abraço
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Mas que isolar termicamente ou quer evitar humidades!!?
    Se tem humidades, 1º corrige a origem destas, seja nas fundações, seja no sistema de protecção exterior ( pinturas, platibandas, fendilhações do suporte)

    2. isolar termicamente pelo interior.. como é obvio , a la mineral é a opção mais económica e eficiente para o que se pretenda. irá roubar semtrpe cerca de 60mm ao interior.


    por ultimo.. essa pelicula de aluminio, só por si, não é eficaz... tem outra desvantagem muito gande é que não é difusora do vapor de agua..

    Opiniões há muitas... mas explicações técnicas normalmente apontam sempre numa direcção...
  4.  # 3

    Bom Dia Pedro.

    Compreendo o que diz, mas sejamos realistas.
    Que famílias da classe média , procurando aplicar melhoramentos na sua casa tem condições para corrigir problemas de fundações?
    As casas de origem rural com 50,60 anos têm quase todas fundações feitas com restos de cerâmica ou pedra a encher os cabocos e nenhuma proteção contra a humidade. E penso que não era uma questão de não saberem , era uma questão do dinheiro disponível e de aproveitar os restos de materiais para poderem fazer esticar o pouco que têm.
    Mas claro que tens toda a razão. O problema só é resolvido corrigindo a origem, mas nem sempre é possível.
    Nesta caso falamos , em ambos os casos , de proporcionar maior conforto e maior eficiência energética aos residentes.
    Posso lhe dar um exemplo prático quanto a humidade , que ninguém segue, e que custa zero - abram as janelas de manhã e deixem a casa arejar.
    Se bem que já ouvi opiniões do género, abrir as janelas faz entrar mais humidade, é melhor tudo fechado e as escuras.
    A pelicula de alumínio a mim causa-me estranheza aplicada assim. Não entendo o conceito.
  5.  # 4

    Colocado por: NelhasQue famílias da classe média , procurando aplicar melhoramentos na sua casa tem condições para corrigir problemas de fundações?
    As casas de origem rural com 50,60 anos têm quase todas fundações feitas com restos de cerâmica ou pedra a encher os cabocos e nenhuma proteção contra a humidade. E penso que não era uma questão de não saberem , era uma questão do dinheiro disponível e de aproveitar os restos de materiais para poderem fazer esticar o pouco que têm.
    Mas claro que tens toda a razão. O problema só é resolvido corrigindo a origem, mas nem sempre é possível.
    Nesta caso falamos , em ambos os casos , de proporcionar maior conforto e maior eficiência energética aos residentes.
    Posso lhe dar um exemplo prático quanto a humidade , que ninguém segue, e que custa zero - abram as janelas de manhã e deixem a casa arejar.
    Se bem que já ouvi opiniões do género, abrir as janelas faz entrar mais humidade, é melhor tudo fechado e as escuras.
    A pelicula de alumínio a mim causa-me estranheza aplicada assim. Não entendo o conceito.

    eu agora não entendo o seu comentário!!! que tem a classe media ou não a haer com a sua questão inicial!!!?

    mas tem problemas derivado a isolamento termico ou a infiltrações!!?, que isolar termicamente para evitar fenómenos de condensação, ou quer esconder problemas derivados de infiltração da parede, ou provenientes da capilaridade!!?

    Faça ao favor de ser objecto e responder às minhas questões.... ou não interessa?
  6.  # 5

    Acho que não é preciso tanta agressividade nas respostas.

    Eu na minha casa coloquei roofmate a isolar entre a parede e o pladur em paredes minadas de salitre. Sei que corro o risco das condensações mas a lã também não se dá bem com humidades.

    Ressalvo que fiz um dreno mas vou de encontro ao que o Nelhas diz. A casa tem para aí 60 anos ou mais e as fundações são pedragulhos.

    É uma questão complicada.
  7.  # 6

    Nenhum isolamento térmico se dá bem com as humidades.
    Se o isolamento está molhado logo não funciona.

    A tela de alumínio, que presumo que seja tipo "boltherm" ou "spacereflex" só funciona com alguma eficácia se tiver uma caixa de ar mínima de 2cm, e é estanque ao vapor de água logo não deixa "respirar" e vai condensar.
  8.  # 7

    Colocado por: Vítor MagalhãesSe o isolamento está molhado logo não funciona.


    Então como funciona a cobertura plana invertida, em que o isolamento térmico (EPS/XPS) está por cima da impermeabilização (telas...)?
  9.  # 8

    Pedro, nao entendo a agressividade realmente. Eu até disse que tem razão. A questão e que existem diverso tipo de intervenções que são complicadas devido ao seu custo. Só isso. a questão que coloquei foi de entender o propósito de encher paredes de alumínio , selar tudo tipo manta. Parece-me que as paredes devem escorrer água em certas alturas do ano. Mas Pedro. Não se zangue comigo
  10.  # 9

    Colocado por: sousa tavares

    Então como funciona a cobertura plana invertida, em que o isolamento térmico (EPS/XPS) está por cima da impermeabilização (telas...)?


    A agua é drenada.
  11.  # 10

    Colocado por: Vítor MagalhãesA agua é drenada.


    Sim. E então nos dias em que chove por várias horas ou até dias seguidos? O isolamento não cumpre a sua função? O isolamento continua molhado...

    Acho que está enganado...
  12.  # 11

    fui agressivo!!? onde.. eu não fui.. se senturam isso aí do outro lado da "linha".. sorry.
    As minhas contra-questões ficaram sem resposta...
  13.  # 12

    Boas Pedro,

    Nem uma coisa nem outra completamente.
    Como já falamos o problema apresenta se não de infiltração mas de excesso de humidade que provém conforme disseste e bem das fundações. Ora no inverno, esse excesso de humidade torna a temperatura dentro de casa bastante desconfortável. Se tiverem 10 graus com humidade a 70 z imagina só. Eu concordo completamente cntg que se está a esconder um problema. A minha questão inicial e esse essa tela a forrar a parede não vai agravar a degradação da parede . Mais do que pondo a lã. Mas perguntei pois podia haver uma explicação técnica que sustentasse a execução. Abraço
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">