Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Eis o cenário:

    Tenho 44 anos.
    Trabalho à 20 anos em cartografia (GIS/SIG) e desenho técnico, entre outras valências.
    Voltei à faculdade há uns anos atrás para terminar o curso de Arquitectura que abandonei quando tinha 18 anos - fiz os cinco anos mas estou parado na tese de mestrado.
    Sou portanto licenciado em "Ciências da" Arquitectura.
    Gosto de construção e gostava trabalhar na construção.
    No entanto não tenho experiência nenhuma, zero.
    Que vias recomendam os doutos membros do fórum? (no pun intended)
    Volto a meter-me em formações/cursos/pós-graduações?

    Obrigado
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Arranjar algum gabinete que procure alguém para desenhar, conhece os programas informáticos de desenho ?
    Concordam com este comentário: Goncalo D.
  4.  # 3

    Colocado por: Goncalo D.Que vias recomendam os doutos membros do fórum?

    Acabar a Tese!
    Arranja um tema daqueles que ninguém sabe nada e faz a tese numa noite.
    Concordam com este comentário: Mjdias, Goncalo D.

  5.  # 4

    Colocado por: MjdiasArranjar algum gabinete que procure alguém para desenhar, conhece os programas informáticos de desenho ?
    Concordam com este comentário:Goncalo D.

    Sim, tirei o meu primeiro curso em CAD em 1995 (!). Sou "tu-cá, tu-lá" com o autocad. Assim como com o Revit, mas há muito que não o uso.

    Colocado por: zedasilva
    Acabar a Tese!
    Arranja um tema daqueles que ninguém sabe nada e faz a tese numa noite.
    Concordam com este comentário:Mjdias,Goncalo D.

    De facto. Devia ser a primeira prioridade. Mas mais um prego no caixão do conhecimento prático.
  6.  # 5

    Gonçalo

    também não despreze o facto de ter um titulo, na nossa bela sociedade isso também conta muito.
    de resto é mesmo procurar um gabinete e ganhar experiencia, é sempre preciso quem saiba desenhar e mexer em 3D
    Concordam com este comentário: Goncalo D.
  7.  # 6

    Colocado por: marco1Gonçalo

    também não despreze o facto de ter um titulo, na nossa bela sociedade isso também conta muito.
    de resto é mesmo procurar um gabinete e ganhar experiencia, é sempre preciso quem saiba desenhar e mexer em 3D
    Concordam com este comentário:Goncalo D.

    Onde quero chegar com a ideia de a licenciatura ter um valor relativo é ao fosso entre a arquitectura e a construção.
    Sempre me deu mais prazer analizar as soluções na Detail, que as fotos do FG+SG nas revistas de decoração.
    Claro que adoro a arquitectura, e o FG+SG é um grande fotógrafo, mas tendo a valorizar a prática (pelo menos teóricamente ;-) ) e a beleza a ela associada.
  8.  # 7

    Gonçalo

    o que é que uma coisa tem a ver com a outra??

    para se inserir neste mundo e sobretudo pela vertente mais do planeamento ( projeto) do que propriamente assentar o tijolo, ter um titulo que lhe possa permitir exercer não é uma mais valia??
    Concordam com este comentário: Goncalo D.
  9.  # 8

    Por mim falo, depois do primeiro trabalho, praticamente não se pára. Ou só se pára se se quiser. Vai tudo surgindo.
    Gosto especialmente de trabalhar por conta própria.
    Não arquitecta mas designer de interiores e decoração.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Goncalo D.
  10.  # 9

    Colocado por: marco1Gonçalo

    o que é que uma coisa tem a ver com a outra??

    para se inserir neste mundo e sobretudo pela vertente mais do planeamento ( projeto) do que propriamente assentar o tijolo, ter um titulo que lhe possa permitir exercer não é uma mais valia??
    Concordam com este comentário:Goncalo D.


    Sim, tem razão.
    E obrigado a todos os que contribuíram com as suas observações.
    Mas agora olhando para outro cenário: mestrado entregue e arquitecto encartado, que vias deverei tomar para algo relacionado com a coordenação/desenvolvimento de uma obra?
    Alguma recomendação?
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">