Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom dia

    Este mês entrei para um T1 que arrendei a uma imobiliária. Ainda estava em processo de finalização da obra. Segundo o que nos foi dito, apenas faltava instalar agua da companhia e eletricidade. Estava a ser usado para a obra àgua e electricidade da casa ao lado que segundo me foi dito é do mesmo dono. Mas aparentemente, pelo que me informei recentemente, isto não é legal.

    Na promessa de que a casa ficaria finalizada no inicio de Junho eu decidi então ficar com ela. Na altura estava um pouco desesperado por isso qualquer coisa que acomodasse as minhas necessidades e orçamento eu iria aceitar.

    Foi assinado contrato a meados de Maio, nunca vi o proprietário nem a procuradora, que segundo o que me informei recentemente pode até nem ter o direito de ser procuradora, devia de na altura do contrato ter pedido provas de tal.

    Quando efectivamente me ia mudar para a casa, foi-me informado que iria ter de usar a electricidade da obra pois quando iam fazer a ligação ao poste da electricidade à socapa num sabado foram apanhados e agora isto está à espera de aprovação na camara e foi-me dito que iria demorar cerca de meio mês. Ok tudo bem.

    Enquanto estou a fazer as mudanças vi que o compartimento que foi feito propositadamente para caber uma maquina de lavar comum afinal não consegue levar lá uma máquina. Contactei a imobiliária, tanto por email como por mensagem. Foi-me dito que iriam verificar isso. Aguardei alguns dias sem resposta, então fui ao estabelecimento pessoalmente e então foi agendado um dia para o pessoal da imobiliària ir lá ver. Foram ver e foi-me dito que iria um carpinteiro contactar comigo para agendar um dia. Já la vai mais de uma semana e nada. Estou neste momento com pilhas de roupa para ir lavar a uma lavandaria em vez de o fazer no conforto da minha casa.

    Quanto à situação da electricidade continuo ainda hoje a usar a da "obra". Tenho um serviço NOS fibra a ser instalado nesta nova casa que já vinha da morada anterior. Quando o técnico foi lá para instalar disse que não o podia fazer. Como o projecto da casa é recente ela já está preparada para receber o serviço pela tubagem que passa por debaixo da terra. Tem um nome especifico mas agora não me lembro. Como nada disso está pronto ele não me fez a instalação. Se o serviço da NOS fosse simplesmente internet ou tv podia simplesmente ligar para a NOS e dizer que estou impossibilitado de usar o serviço. O problema é que o serviço engloba telemoveis, os quais uso diariamente. Continuo a pagar o serviço sem sequer o ter instalado em casa.

    À uns dias atrás tentei ligar com a pessoa da imobiliária que tratou de tudo comigo mas não atendeu nem retribuiu, enviei mensagem e não respondeu. Só me resta mesmo ir lá pessoalmente, o que chega a ser estúpido porque não quero ter de ir lá sempre que acontecer alguma coisa.

    O maior medo que eu tenho é que o contrato não é legal porque é impossível uma casa que provavelmente não tem licença de habitação ter algum tipo de contrato de arrendamento nas finanças. Ou seja, facilmente pode aparecer lá o dono e dizer que não me quer lá. Teria de movimentar as minhas coisas todas para debaixo da ponte.

    Se alguém me conseguir sugerir sobre como proceder neste caso agradecia
    Obrigado
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

    • size
    • 22 Junho 2019

     # 2

    Colocado por: kailido
    Se alguém me conseguir sugerir sobre como proceder neste caso agradecia
    Obrigado


    Dadas as circunstâncias de falta de habitabilidade da habitação, nunca deveria ter aceite o contrato e uso da forma como o fez.

    Desista dessa casa por falta de condições, e procure outra, avisando a imobiliária e senhorio.
    Concordam com este comentário: Sr.io
  3.  # 3

    Colocado por: size

    Dadas as circunstâncias de falta de habitabilidade da habitação, nunca deveria ter aceite o contrato e uso da forma como o fez.

    Desista dessa casa por falta de condições, e procure outra, avisando a imobiliária e senhorio.


    Isso dito assim é tudo muito bonito. Mas eu nessa altura ja estava a a procura de casa à 2 meses que fosse possivel alojar 2 cães no exterior. Tinha meio mês para arranjar outra coisa senão ia inevitavelmente para debaixo da ponte. Já estava a procurar casa a 30kms da zona onde trabalho. O mercado de arrendamento nesta zona está péssimo, não há nada. Esta foi a única em que isso era viavel. Quando é que ia aparecer outra? Daí ter aceitado, na promessa de que iria ficar tudo acertado até eu entrar.

    Daí também eu não poder simplesmente desistir, teria de arranjar outra casa que pudesse ter cães, e está muito complicado. Já fui recusado em propostas de várias casas que facilmente podia ter cães no exterior.

    Dispenso que venha para aqui um iluminado dizer-me: "Dê os cães." Dê a sua ignorância primeiro a quem queira. Não estou a atacar ninguém, estou apenas a prevenir comentários infelizes

    • size
    • 22 Junho 2019 editado

     # 4

    Às tantas, nada de ignorante da sua parte, pela opção em colocar em primeiro lugar as condições de habitabilidade dos seus cães no exterior, em detrimento das suas próprias condições de habitabilidade na casa. Palmas....

    Agora, apenas tem que gerir o seu problema da melhor maneira que possa conseguir., muito dificultado pela necessidade de alojar 2 cães no exterior. Boa sorte...
  4.  # 5

    Dê os cães.
  5.  # 6

    Diga aos caes para tratarem de lhe arranjar uma casa...
    Debaixo da ponte tambem aceitam caes...
  6.  # 7

    Vamos por partes:

    1. Pode pôr a máquina de lavar noutro sítio da casa para a utilizar? A máquina é sua ou do senhorio?
    2. Pode sobreviver sem a fibra?

    Isso pode audá-lo a ganhar mais tempo para procurar um novo apartammento.

    P.S. Se está a utilizar electricidade da obra, como a paga?
  7.  # 8

    Colocado por: Nasa1989Dê os cães.


    Colocado por: jpereiraDiga aos caes para tratarem de lhe arranjar uma casa...
    Debaixo da ponte tambem aceitam caes...


    Ignorantes, é por isso que isto é um país de pessoas sem sal




    Colocado por: medicineengVamos por partes:

    1. Pode pôr a máquina de lavar noutro sítio da casa para a utilizar? A máquina é sua ou do senhorio?
    2. Pode sobreviver sem a fibra?

    Isso pode audá-lo a ganhar mais tempo para procurar um novo apartammento.

    P.S. Se está a utilizar electricidade da obra, como a paga?


    Felizmente já está tudo resolvido 4 meses antes do comentário, mudando de casa e ficando com as chaves da casa onde estive até me ser devolvida a caução. Ainda estou à espera, mas no fundo não estou à espera, é para aprenderem a não gozar com as pessoas. Mas aproveito para responder ao que foi perguntado

    1- Não, a casa é pequena, qualquer outro sitio para a máquina iria impedir a circulacão dos habitantes na casa e não havia tubagem para a por noutro sitio.
    2- Sim e não. Posso sobreviver no sentido que tenho os telemoveis no pacote de fibra que tinha na outra morada, ou seja, tenho internet neles. Sobrevivo. Mas o não refere-se ao facto de que a operadora não pode suspender o serviço, continuei a pagar por ele e foi-me recusado nota de credito após alguem da operadora ter-me dito no inicio de Julho que seria depois creditado o valor dos serviços nao activos. Conto neste momento com uma divida de 350€ à NOS, que não vou pagar pois solicitei o cancelamento do serviço por problemas tecnicos e demoraram quase 5 meses a dar-me uma resposta, tempo pelo qual nao paguei o serviço e já tinha anteriormente pago durante 3 meses e usei apenas parte dele. Estimo que a operadora se lixe.

    A electricidade foi uma historia engraçada. A electricidade não era propriamente da obra, era do vizinho que consequentemente era uma casa que a senhoria tbm arrendava. Não sei como é que legalizaram a obra com a luz do vizinho para a fazer mas ok. O vizinho tinha uma casa substancialmente maior e estava lá quase o dia todo, para não falar que havia alturas em que bastava usar um secador e uma boca da placa de induçao para mandar com o quadro dele abaixo. não faço a minima o que ele tem ligado.
    Bem, resumindo quando entramos na casa foi-nos dito pela imobiliária que até a situação ser acertada que iriamos usar a electricidade da obra, mas nessa altura não sabia que era do vizinho. Mas surgiu a mesma questão: "Se é da obra então não a pago"
    Enquanto estive lá vim sempre a desconfiar de onde vinha a electricidade até que eventualmente a luz foi abaixo sem disparar o quadro da casa. Aí vi o que era. Um dia mais tarde aparece a senhoria lá em casa a dizer para eu passar na imobiliária para acertar as contas da luz e dividir a metade e da agua. Na altura não entrei em conflito, mas depois pensei "Vou eu pagar metade da conta da luz quando o vizinho está em casa o dia todo e tem uma casa bem maior. Nem pensar." A vantagem de ter estado naquela casa foi não ter pago uma unica fatura de agua ou luz. De resto era só desvantagens. Fraca respirabilidade da casa, condensação pela casa toda em pleno verão, mesmo após arejar a casa durante 1 hora, problemas com humidade em pleno verão, janelas viradas para poente sem qualquer proteção exterior (esta é culpa minha, devia ter pensado nisso antes de entrar), etc
  8.  # 9

    Ignorantes, é por isso que isto é um país de pessoas sem sal


    Depois de ler o que escreveu, concordo com esta sua afirmação.
    Dívidas na NOS, não pagou eletricidade. Uma pessoa idónea.
  9.  # 10

    Colocado por: Nasa1989

    Depois de ler o que escreveu, concordo com esta sua afirmação.
    Dívidas na NOS, não pagou eletricidade. Uma pessoa idónea.


    Ao menos justifico o que digo. Não falo de papo para o ar
  10.  # 11

    Portanto, posso matar pessoas, desde que depois justifique.
  11.  # 12

    So uma dica se se fiar na de " estimo que a operadora se lixe" comece ja a cavar um buraco bem fundo para se meter quando eles lhe baterem a porta...ou a ponte nem sei! Solte lhes os caes!!
    Concordam com este comentário: Nasa1989
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">