Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boas,
    Para o meu carro novo,e por insistência da Maria, contratei um seguro auto para danos próprios numa seguradora "tradicional". Acabei de receber a carta de cobrança da renovação, que que acontece em agosto, e doeu-me ver mais de 500 paus, até porque já lá sou cliente há 20 anos, mantive o seguro do automóvel antigo, tenho o da habitação e nunca tive nenhum acidente de carro. Só me lembro de lhes ter dado despesa com um par de assistências dom reboque e uma quebra de vidros. Por isso estou a ponderar alternativas um pouco mais em conta. Alguém tem seguro deste tipo noutra companhia que não tenha queixa do serviço quando efectivamente precisou e que seja mais barato? Na altura que comprei tinha conseguido nas seguradoras online por menos quase 200€, mas a Maria moeu-me para ficar na tradicional...
    Cumprimentos
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

    • D'eu
    • 13 Julho 2019

     # 2

    Boa tarde,

    Se o valor é bom ou mau depende de muita coisa... Coberturas, franquia, manutenção do valor de novo durante X tempo...

    Quando quis baixar o valor do meu seguro a melhor proposta que obtive foi na AGEAS. Pode fazer uma simulação e ver se lhe compensa...

    Cptos

    Eu
  3.  # 3

    na minha opinião, online ou pessoal é tretas...
    a maioria das on line, pertencem aos grandes grupos
    é como as rent a car com as low cost
    menos despesas com recursos humanos/intermediarios, logo maior possibilidade de preços competitivos.
    Tenho danos próprios com as coberturas mais habituais e pago 240 ano.
    Portanto, pago mais 70 euros para as coberturas, em confronto com o seguro obrigatório...
    relativamente ás experiencias, teço as seguintes considerações....
    Em caso do sinistro, acham que o mediador tem poderes para alterar a decisão de responsabilidade ou celeridade do processo?
    Ao acelerarem o vosso estão a atrasar outros clientes...que podem ser os senhores.
    Em caso de sinistro se o seguro do outro envolvido tiver aderirdo á convenção IDS, é selecionado uma das seguradores para trabalhar o processo. (ate pode ser uma das directo...low cost...
    O caso que presenciei com uma destas low cost, foi um sinistro em que atribui a responsabiliadde a um cliente...
    Este não aceitou
    negociaram 50%
    e ele não aceitou
    Então a decisão da low cost foi: O processo vai para os julgados de paz e cumpriremos a decisão que aqueles tomarem. Prestei declarações como testemunha, foi rápido e foi dada razão, tendo sido assumida a responsabilidade pelo outro interveniente...
    É a minha experiência até vêr...mais o $ que não sai da conta.
    Para vêr as horas, não preciso de um rolex
    pode ser que arrependa no futuro, mas até ver...
    bota pa frente

  4.  # 4

    Se nunca acontecer nada são todas iguais. Se tiver um azar esses 200 a mais pagam-se a eles mesmos. Nas seguradoras sem balcão fica limitado a chatear-se a ouvir música ao telefone, enquanto numa tradicional o mediador trata de tudo por si.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">