Iniciar sessão ou registar-se
    • sacri
    • 15 Fevereiro 2020

     # 1

    Há muito que acompanho os vossos comentários e opiniões no fórum e o quanto ajudam a esclarecer algumas dúvidas de quem é completamente leigo em determinados assuntos nomeadamente construção civil e afins. Por isso também eu resolvi recorrer à vossa ajuda se possível orientando-me no melhor caminho. Há cerca de 3 anos adquiri a casa que foi dos meus avós que nesta altura deve ter perto de 60 anos. A casa é composta por rés-do-chão, 1° andar e sotão e tem 3 frentes. Tem o formato de um retângulo como se costuma dizer um "comboio", e o lado mais comprido está virado para norte. O rés-do-chão tem as paredes em pedra mas não estão descobertas estão revestidas a cimento. Aqui fiz uma garagem, que não existia, e tem uns arrumos. No 1° andar é a zona habitacional. Este andar é desnivelado em relação ao de baixo pois tem um avanço de cerca de 80 cm. A casa é revestida a pastilha e o sotão com vigas de madeira e lage do chão em cimento. O andar habitável tem o chão revestido a tijoleira, a imitar a madeira, e as janelas são de caixilharia de alumínio e com vidros duplos. Até aqui tudo me parecia normal. Obras concluídas mudei-me para a nova casa em plena primavera. Tudo corria bem até chegar o inverno. A casa era um autêntico gelo acho que fora dela se estava melhor do que dentro. A tinta das paredes viradas para o exterior começaram a estalar, no tecto começaram a surgir pintinhas pretas da humidade, as portas que foram reaproveitadas e lacadas a branco começaram também a estalar, a tijoleira situada na zona do avanço que faz " L" com a parede virada a norte fica húmida quando está frio lá fora e as janelas ficam completamente condensadas. No verão é um forno mais vale dormir ao relento...Eu não fazia ideia que a casa era assim...no tempo dos meus avós o chão era de tacos de madeira encerados e as janelas eram de madeira em forma de guilhotina, era fria mas não me lembro de ter estes problemas. Se eu soubesse, nunca teria colocado tijoleira nem tão pouco tinha feito questão de deixar o revestimento exterior em pastilha tinha logo colocado capoto. Mas o mal foi feito, o dinheiro foi gasto e agora tenho paredes e tectos para repintar...e só passaram 3 anos desde a remodelação. Preciso das vossas opiniões sobre o que posso fazer para solucionar de vez todos estes problemas. Tenho receio que os construtores me impinjam obras que me façam gastar mais dinheiro e apenas me mascarem os problemas. Daí pedir a vossa ajuda para não ir completamente às "cegas". Agradeço desde já a vossa ajuda.
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

  2.  # 2

    Numa casa habitada gera-se muito vapor de água (sobretudo pela respiração das pessoas). Esse vapor mantém-se no estado gasoso em determinada circunstâncias (pressão de vapor, temperatura e pressão atmosférica), mas grosso modo, condensa (passa a líquido) quando encontra uma superfície fria - as suas paredes e sobretudo o seu teto do andar. As superfícies voltadas ao zénite (viradas para cima, para o céu) arrefecem muito mais do que as paredes devido à radiação noturna para a estratosfera. (tal como acontece com a geada - sobretudo em noites limpas).

    Solução: ventilar para reduzir a quantidade de vapor no ar e isolar termicamente para uniformizar a temperatura dentro de casa, aumentá-la, e aumentar assim o conforto.
    Mas, ao ventilar estará a perder calor...paciência. Como solução top tem os sistemas VMC de fluxo cruzado que fazem permuta de calor entre o ar quante que sai e o ar frio que entra.

    E podíamos continuar, já que conforto de um espaço mede-se em vários fatores (temperaturas: radiante, bolbo seco, bolbo húmido), velocidade do ar e humidade relativa...

    Mas as duas dicas acima resolvem o problema: ventilar e isolar
    Concordam com este comentário: neant, N Miguel Oliveira
    • sacri
    • 16 Fevereiro 2020

     # 3

    Agradeço a sua resposta.
    Quando diz ventilar é abrir as janelas? porque isso já o tento fazer sempre que estou em casa, apesar das reclamações e tento deixar o máximo de tempo. Mas durante a semana saio de manhã e só chego à noite e não deixo as janelas tão abertas como deveria. Como são de correr deixo uma frincha em todas elas, mas da casa de banho fica totalmente aberta o dia todo e principalmente quando se toma banho.
    Quando diz isolar térmicamente refere-se exatamente a quê? capoto nas paredes exteriores? e no sótão?
  3. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  4.  # 4

    Sim, preferencialmente (se for possível) com capoto. Uns 8cm nas paredes e 10 no teto seriam já uma boa opção. Necessitará de alguns cuidados na forma de rematar o capoto nos vãos (peitoris, ombreiras e padieiras, junto aos beirados, etc) para minimizar as pontes térmicas.
    • sacri
    • 17 Fevereiro 2020

     # 5

    Isolar "preferencialmente com capoto", existem outras hipóteses?
  5.  # 6

    o capoto é a melhor solução !
    • GMO
    • 21 Fevereiro 2020

     # 7

    Poderá também para complementar o isolamento, pintar as paredes com tinta térmica, evita condensações e bolores.
  6.  # 8

    Colocado por: GMOpintar as paredes com tinta térmica, evita condensações e bolores.

    Isso é o que?
    • GMO
    • 21 Fevereiro 2020

     # 9

    Colocado por: Dias Borges
    Isso é o que?

    http://nacionalrev.pt/atriatermika-green/
  7.  # 10

    Colocado por: GMO
    http://nacionalrev.pt/atriatermika-green/

    Ficha técnica,sff
  8.  # 11

    ouvi falar foi em reboco térmico, ISODUR
    • GMO
    • 22 Fevereiro 2020

     # 12

    Colocado por: marco1ouvi falar foi em reboco térmico, ISODUR

    https://www.azichem.pt/public/upload/int0169-sanawarme-por.pdf
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">