Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Tenho uma proposta para mudar o meu crédito de habitação para um outro banco, com uma redução de spread e sem as obrigações de seguros.
    A minha questão é: neste momento tenho o CH indexado à euribor 12 meses e o que me estão a propor é passar estar indexado à euribor 6 meses.

    Apesar de a curto prazo até ser mais vantajoso (por ser inferior à euribor 12 meses), haverá alguma desvantagem em passar a ter um crédito indexado à euribor 6 meses?

    PS: nestas transferências de crédito que imposto de selo se aplica? Apenas o IS associado ao crédito, ou sucede como no momento da compra em que se pagam dois impostos de selo?
  2.  # 2

    Boa noite,

    Antes de responder, somente dizer que não compreendo como é que o banco ou o intermediário não lhe explicam tudo e não respondem a essas e outras questões básicas para quem trabalha no domínio...
    - Dificilmente alguma vez ficará a perder. Simplesmente, para o bem e para o mal (quando a Euribor está a descer ou a subir, respectivamente) sentirá as flutuações da Euribor mais rápido no bolso, uma vez que a taxa aplicada será revista a cada 6 meses e não a cada 12! Mas historicamente a Euribor a 6 meses tem sido sempre mais baixa. Poderá inverter somente, em principio, depois de subir e quando começar outra vez a descer, uma vez que aí pode haver a perspectiva de que a taxa a 12 meses seja mais baixa que a 6 meses, mas...
    - Não se aplica imposto de selo nas transferências de CH! Só terá de pagar IS sobre o crédito (0,6%) se pedir um reforço/multifunções/multiopções, mas só pagará pelo valor do reforço e não relativamente à transferência! Ou seja, imaginando que transfere 100K e pede reforço de 20K. Vai pagar 120€! (0,6%X20K)
  3.  # 3

    LuisDS, obrigado pela resposta, que creio que responde às minhas dúvidas.

    Relativamente à explicação por parte do banco, entretanto numa segunda conversa foi-me explicado nos mesmos termos, mas é sempre bom ter uma opinião de alguém externo e não interessado no tema.
  4.  # 4

    Esta questão continua a ser pertinente e a manter a actualidade: será mais vantajosa a Euribor a 6 meses do que a 12m? Em muitos bancos, até este aumento das taxas pelo BCE, só ofereciam taxas a 12m e agora ao que parece já estão a oferecer a 6m...?
    Como me parece que os bancos só costumam oferecer guarda-chuvas em dias de sol... fico na dúvida!
    Concordam com este comentário: tsm
  5.  # 5

    As taxas a 3m, 6m ou 12m, significa o numero de meses de intervalo em que os juros a pagar ao banco são recalculados.
    Num contexto em que a euribor está a subir, interessa ao banco recalcular com mais frequencia o valor da prestação e juros, para se refletir a subida de juros o quanto antes, porque o valor que o cliente paga de juros está abaixo do que na realidade deveria.
    Num contexto de descida da euribor, interessa ao banco, que a taxa seja recalculada o mais tarde possível, porque assim a pessoa está a pagar juros supostamente mais elevados do que a taxa futura.

    Daí os bancos neste último ciclo de juros negativos, num momento passarem só a aceitar taxas de 12m, porque a expectativa era que os juros continuassem a baixar.

    Por isso não é de estranhar que agora já aceitem novamente a 3m e 6m, por as taxas estarem a subir.
    • Lupan
    • 3 março 2023 editado

     # 6

    O que acontece é que a 3 meses e a 6 é sempre inferior à de 12 meses, no dia de hoje, da de 3 para a de 12 a diferença é 0.977...
    Quase 1%, para uns é pouco mas para outros pode ser muito...
  6.  # 7

    Colocado por: luisDSBoa noite,

    Antes de responder, somente dizer que não compreendo como é que o banco ou o intermediário não lhe explicam tudo e não respondem a essas e outras questões básicas para quem trabalha no domínio...
    - Dificilmente alguma vez ficará a perder. Simplesmente, para o bem e para o mal (quando a Euribor está a descer ou a subir, respectivamente) sentirá as flutuações da Euribor mais rápido no bolso, uma vez que a taxa aplicada será revista a cada 6 meses e não a cada 12! Mas historicamente a Euribor a 6 meses tem sido sempre mais baixa. Poderá inverter somente, em principio, depois de subir e quando começar outra vez a descer, uma vez que aí pode haver a perspectiva de que a taxa a 12 meses seja mais baixa que a 6 meses, mas...
    - Não se aplica imposto de selo nas transferências de CH! Só terá de pagar IS sobre o crédito (0,6%) se pedir um reforço/multifunções/multiopções, mas só pagará pelo valor do reforço e não relativamente à transferência! Ou seja, imaginando que transfere 100K e pede reforço de 20K. Vai pagar 120€! (0,6%X20K)


    LuisDS tem ideia e pode informar, que SPREAD's se estão a conseguir neste momento (até final do 1.º semestre 2023), para taxas variável, 6m?
    Pressupondo apenas o básico de obrigações/vendas facultativas: conta ordenado/Cartão Crédito/Débitos Diretos.
  7.  # 8

    Para renegociações e/ou Transferências de CH:

    Alguém com experiência pessoal que possa informar, que SPREAD's se estão a conseguir neste momento (até final do 1.º semestre 2023), para taxas variável, 6m?
    Pressupondo apenas o básico de obrigações/vendas facultativas: conta ordenado/Cartão Crédito/Débitos Diretos
  8.  # 9

    0,8% a 1% tem sido a bitola apresentada pelos bancos
  9.  # 10

    Tb depende do valor a transferir.
    • RDM
    • 11 maio 2023

     # 11

    Bankinter Portugal baixa spread mínimo do crédito habitação para 0,75%
    https://executivedigest.sapo.pt/noticias/bankinter-portugal-baixa-spread-minimo-do-credito-habitacao-para-075/

    Num período marcado por uma elevada inflação, diminuição do poder de compra e com as taxas de juro do crédito habitação a pesarem na carteira dos portugueses, o Bankinter Portugal decidiu baixar para 0,75% o spread mínimo do crédito habitação.

    Para além desta medida, o banco reviu em baixa a generalidade dos spreads para novas operações de Crédito Habitação e passou a disponibilizar também a Euribor a 3 meses e a 6 meses, conjuntamente com a Euribor a 12 meses, aumentando assim a disponibilidade de oferta aos clientes em taxa vairável.
  10.  # 12

    Pois.. o problemas são as vendas associadas, mormente os seguros que são maus e caros!... que disparam o SPREAD para cima de 1%
    Concordam com este comentário: sky3205
    • RDM
    • 12 maio 2023

     # 13

    Guerra de spreads no crédito à habitação está (novamente) ao rubro
    https://eco.sapo.pt/2023/05/12/guerra-de-spreads-no-credito-a-habitacao-esta-novamente-ao-rubro/

    A forte aposta dos bancos no crédito à habitação está a provocar uma queda significativa dos spreads e, ao mesmo tempo, a tornar a solução de taxa fixa cada vez mais atrativa.
  11.  # 14

    Colocado por: RDMGuerra de spreads no crédito à habitação está (novamente) ao rubro
    https://eco.sapo.pt/2023/05/12/guerra-de-spreads-no-credito-a-habitacao-esta-novamente-ao-rubro/

    A forte aposta dos bancos no crédito à habitação está a provocar uma queda significativa dos spreads e, ao mesmo tempo, a tornar a solução de taxa fixa cada vez mais atrativa.


    Este trabalho jornalístico ficaria mais completo e seria mais sério se incluísse não só o SPREAD mínimo (que inclui vendas associadas) mas também o máximo.
    Dá ideia que se consegue já os 0,75% e depois quando se faz a simulação não consegue menos de 1%, se não "for obrigado" a ter conta (que me parece o mínimo exigível), cartões (Débito e Crédito), Seguros e outras soluções menos convencionais (PPR, planos poupança, etc...).
    Mesmo estes mínimos aqui referidos, nem o são... falo pelo meu caso concreto...
  12.  # 15

    Colocado por: ARAS79

    Este trabalho jornalístico ficaria mais completo e seria mais sério se incluísse não só o SPREAD mínimo (que inclui vendas associadas) mas também o máximo.
    Dá ideia que se consegue já os 0,75% e depois quando se faz a simulação não consegue menos de 1%, se não "for obrigado" a ter conta (que me parece o mínimo exigível), cartões (Débito e Crédito), Seguros e outras soluções menos convencionais (PPR, planos poupança, etc...).
    Mesmo estes mínimos aqui referidos, nem o são... falo pelo meu caso concreto...


    Tal e qual,vejo estas "gordas" e depois quando vou a ler têm um número infindável de requisitos para ter estes Spreads mínimos.
    Tudo para inglês ver.
 
0.0119 seg. NEW