Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde,

    Venho pedir a vossa opinião e desde já agradeço a quem a puder dar.
    Na minha licenciatura de Design de Protudo aprendi a usar o AutoCad e recentemente voltei a usar o programa para recordar o que aprendi e melhorar o meu à vontade com o programa.
    Ao procurar emprego, vi alguns anúncios a pedir, para além de conhecimentos de AutoCad, curso de medidor orçamentista ou de preparador de obra.
    É aqui que se coloca a minha questão:
    acham que um desses cursos vale a pena tirar? Qual deles? E que centro de formação aconselham?
    Eu sou do Porto.
    Obrigado,
    Francisco
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Colocado por: Fcpt1984E que centro de formação aconselham?


    https://www.ciccopn.pt/
    Concordam com este comentário: zedasilva
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Fcpt1984
  4.  # 3

    Colocado por: Fcpt1984licenciatura de Design de Protudo

    Mais um Designer que vai trabalhar para as obras? :)

    Colocado por: Fcpt1984acham que um desses cursos vale a pena tirar? Qual deles?

    Medições e orçamentos, autocad só necessita de saber abrir desenhos e fazer umas medições
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6.  # 4

    Colocado por: zedasilvaMedições e orçamentos, autocad só necessita de saber abrir desenhos e fazer umas medições


    Um bom orçamentista tem de ter calo de obra senão é tramado.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, zedasilva
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Fcpt1984
  7.  # 5

    medidor orçamentista na minha opinião é uma valência de enorme importância e mais abrangente do que propriamente a preparação de obra. Esta também se puder complementar era ótimo.
    No entanto tudo paratudo isto é preciso gostar muito do ramo da construção.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Fcpt1984
  8.  # 6

    Um bom orçamentista demora anos a fazer-se. É preciso mesmo gostar muito.
    Concordam com este comentário: RRoxx
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Fcpt1984
  9.  # 7

    sim mas fica com uma bagagem enorme e para mim elemento indispensável em qualquer projeto para alem de que se um dia quiser, facilmente pode vir a ser um construtor se para ai estiver virado.
    Concordam com este comentário: zedasilva
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Fcpt1984
  10.  # 8

    Muitos orçamentistas da velha guarda são melhor diretores de obra e fiscais que muitos que andam aí com canudo.

    E sendo orcamentista tem trabalho em qualquer empresa, preparador já são empresas com alguma dimensão.

    Se tem jeito para design/desenho veja preparador em tekla. Tem muita saída!
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Fcpt1984
  11.  # 9

    Lendo que "tem de ter calo de obra senão é tramado", "Um bom orçamentista demora anos a fazer-se", pergunto-vos se acham que uma pessoa que não é da área da construção civil terá capacidade de ser um bom profissional, mesmo que tenha jeito para cálculos e for empenhado em ser um bom profissional.
    Haverá procura de emprego para o cargo que justifique a aposta na formação? Aconselham o curso completo de 1050 horas, ou eu tendo licenciatura concluida, tendo frequentado um mestrado e tendo tido diversas experiências de trabalho em Portugal e no estrangeiro, bastará tirar umas formações específicas e de mais curta duração? Obrigado pelos vossos comentários.
    • RRoxx
    • há 6 dias editado

     # 10

    Tramado não significa impossível.

    Se tiver gosto e espírito tudo é possível, mas e tramado. Enquanto que a parte medição é facil, a parte orçamentação já tem mais que se lhe diga.

    Por exemplo uma coisa básica, pintar uma fachada de 30m x 27m de altura em que não tem absolutamente mais dados, o orçamento é preço fechado sem direito a revisão, tem de ir ao local, ou alguém por si e tem de perceber quais as nuances.

    -tem fungos?
    -tem fissuras?
    - é preciso picar e reparar?
    - tem corpos salientes/recuados?
    - que sistema é mais adequado para o trabalho? Andaimes? Alpinismo? Baileu? Que condicionantes tenho?
    - etc.

    E depois o cerne da questão: quantos homens, durante quanto tempo?

    Perceber as nuances é saber orçamentar, não basta saber calcular um rendimento e chapar um número no Excel ou ler um paz branco e siga.

    Imagine que acha que faz aquilo em 15 dias e orcamenta como tal, no fim dura 30, em potencial gastou o dobro da mão de obra, o dobro de andaime etc. Se acha que faz em 3 meses e calcula como tal, o seu número vai ficar muito fora do da concorrência.

    Posto isto, se tiver mesmo essa ideia, e acima de tudo gosto pela arte, avance, aconselho a que no início vá comer um bocado de pó e perceber quanto tempo as coisas demoram a fazer, principalmente os trabalhos feitos da parte da tarde em dias de sol. Se quiser ser apenas mais um, fique só na secretária a copiar valores chapa 3, que também é possivel, mas isso não o vai valorizar.

    Edit: e depois há os segredos que não se escrevem...
    Concordam com este comentário: marco1
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Fcpt1984
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">