Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa noite. Divorciei me em 2015, um divorcio muito dificil em que sai de casa para nao sofrer violencia fisica porque psicologica ja existia à muito. Temos uma moradia em que pedimos 130 mil euros ao banco e ainda falta pagar 109 mil. Ele quer ficar com a casa mas so me quer dar metade do valor capital pago ou seja 10mil euros. Começamos a pagar em 2004 o empréstimo mas muitos juros e pouco capital. O valor patrimonial e 75 mil euros... tenho direito a quanto???
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Tem direito a metade do valor da casa deduzido do valor da dívida ao banco.
    O mais correcto é pedir uma avaliação da casa.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Sribnunes
  4.  # 3

    Isso é pedir o que têm direito, uma moradia por esse preço ja nem uma barraca se compra, o que ele diz não se escreve vive num estado de direito e no divorcio tera o que é seu.
    Concordam com este comentário: Sribnunes
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Sribnunes

  5.  # 4

    Saiu de casa em 2015 e continuou a pagar a parte da prestação que lhe cabe?
  6.  # 5

    No divorcio ficou acordado que ele pagaria as despesas todas inerentes à casa até ás partilhas. Mas tive pagar o imi por duas vezes porque ele nao pagou e iriam penhorar o meu salario. Eu andei a ver preços e julgo que a casa vale o dobro ou mais do valor que esta nas finanças... e ja nao sei o que fazer....
  7.  # 6

    Colocado por: SribnunesNo divorcio ficou acordado que ele pagaria as despesas todas inerentes à casa até ás partilhas. Mas tive pagar o imi por duas vezes porque ele nao pagou e iriam penhorar o meu salario. Eu andei a ver preços e julgo que a casa vale o dobro ou mais do valor que esta nas finanças... e ja nao sei o que fazer....


    Advogado ...
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Sribnunes
  8.  # 7

    Colocado por: M.....

    Advogado ...


    Deve ir ao advogado sim tal como não deve expor a sua publicação em fóruns e afins e encontrar força, estratégias e aliados para garantir a sua integridade física e dos seus filhos, caso os tenhas.

    Faça tudo em simultâneo e que tudo corra pelo melhor.
  9.  # 8

    Só fiz uma pergunta não achei que teria soluções. As pessoas que não querem ajudar podiam apenas não julgar porque um dia podem estar no lugar do outro.
  10.  # 9

    Colocado por: SribnunesSó fiz uma pergunta não achei que teria soluções. As pessoas que não querem ajudar podiam apenas não julgar porque um dia podem estar no lugar do outro.


    Como lhe disse não é aqui que vai encontrar a solução. Tente consultar um advogado e se saiu de casa com receio de algo mais grave tente pensar em formas de se proteger e se possível pessoas que contribuam para essa proteção.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">