Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 21

    Colocado por: FVicenteAlguma razão específica para querer placa? Quer fazer aproveitamento de sotão?


    Não.. realmente até pode nem ser preciso colocar uma placa...pensei que fosse necessário..
  2.  # 22

    Colocado por: RGouveia.pensei que fosse necessário..

    Nessa cosntrução é a´te contra producente, se aplicar uma placa em betão ou em vigotas. Sempre um aestrutrua em Madeira, ou aço, seja siderurgico seja LSF. A ques~tao do lintel de coroamento em Be~tao. tem de ser avaliado, pelo menso apra não estragar a casa, se desejar manter a pedra à vista pelo exterior..
    Concordam com este comentário: FVicente
  3.  # 23

    Obrigado pela ajuda! Pensei que deveria ser em betão para "cintar" a estrutura.
  4.  # 24

    A questão é se as paredes estão dimensionadas para levar com esse "reforço" no topo.
  5.  # 25

    Entendo.. amanhã vou lá voltar e vou tentar ver mais alguns pormenores...
  6.  # 26

    As soluções são muitas, mas um problema comum é a falta de tratamento no topo das paredes. Contacte um técnico bom em reabilitação. E sim, tem de ter licenciamento ou devia ter.
  7.  # 27

    Alguém faz ideia quanto poderá custar uma janela (com caixilho) para esta casa? Qual será melhor, pvc ou alumínio?
  8.  # 28

    E porque não legalizar ja isso tudo e fazer obras em conformidade com a lei em vigor .
  9.  # 29

    Como assim?
  10.  # 30

    Colocado por: SS1128Isso das licenças para mudar o telhado é uma perfeita estupidez..

    Desde que a estrutura fosse igual/idêntica é uma estupidez fazer um projeto para isso..


    E quem é que assume a responsabilidade? É você? Como avalia a Câmara que o seu telhado não cai? Que os cálculos do betão, ferro, madeira, aço, ou outro, estão bem?
    Como poderá um futuro comprador ter garantia que isso está bem feito? O que o seu vizinho não leva com o seu telhado em cima?

    Para trocar as tenhas por exemplo, não precisa de projecto.
  11.  # 31

    Colocado por: RGouveiaAlguém faz ideia quanto poderá custar uma janela (com caixilho) para esta casa? Qual será melhor, pvc ou alumínio?


    Uma vez mais, depende.
    Por isso se fazem cálculos, para saber o conforto e a temperatura que quer no interior... mediante o orçamento que dispõe.

    Em certas requalificações, não pode por o que quiser, pois a Câmara exige-lhe que seja num determinado material, de modo a manter o valor patrimonial da rua, por exemplo.
  12.  # 32

    Colocado por: RGouveiaObrigado pela ajuda! Pensei que deveria ser em betão para "cintar" a estrutura.


    Pois, o melhor é não entrar em suposições, ou ainda comete ilegadidades, multas ou embargos, sem querer. Se não sabe, pergunte ao Arquitecto, ou na Câmara.
  13.  # 33

    Colocado por: N Miguel Oliveira

    E quem é que assume a responsabilidade? É você? Como avalia a Câmara que o seu telhado não cai? Que os cálculos do betão, ferro, madeira, aço, ou outro, estão bem?
    Como poderá um futuro comprador ter garantia que isso está bem feito? O que o seu vizinho não leva com o seu telhado em cima?

    Para trocar as tenhas por exemplo, não precisa de projecto.


    Um telhado não é um arranha céus. Para madeira ainda há tabelas antigas que dá para seguir. E de qualquer maneira essa afirmação é absurda. Mesmo sem mexer na estrutura como é que garante ao próximo dono que não vai cair?..Foi feito á 50 anos, quem fez já morreu, vai assinar um termo de responsabilidade do além?

    Se mantiver os mesmos materiais e dimensionamento não tem necessidade nenhuma de projetos.

    Certamente se eu trocar as minhas asnas comidas pelo bicho por umas novas do mesmo tamanho, certamente estarão mais seguras..

    Aqui as vezes gostam de tentar complicar o que é simples.
  14.  # 34

    Colocado por: SS1128Aqui as vezes gostam de tentar complicar o que é simples.


    O "aqui" entenda-se por "lei".

    Se a lei está bem feita ou não, isso é outra coisa.
  15.  # 35

    Colocado por: SS1128Foi feito á 50 anos, quem fez já morreu, vai assinar um termo de responsabilidade do além?


    Pois, e há 50 anos havia o peso dos isolamentos ou instalações como as de hoje (como paineis solares, etc), havia normas a cumprir? Quer seja a nivel térmico, como estrutural...
    O facto de não ter caído ainda, não lhe confere segurança por si só.
  16.  # 36

    Colocado por: SS1128Certamente se eu trocar as minhas asnas comidas pelo bicho por umas novas do mesmo tamanho, certamente estarão mais seguras..


    O mal é que o seu "certamente" não tem crédito algum perante uma câmara.

    Pessoalmente, eu até acredito em si, afinal se cair, o problema é seu.
  17.  # 37

    Obrigado pelos esclarecimentos. No fundo isto é fácil de resolver. Vou pedir uma avaliação a um especialista (arquiteto) para perceber se a recuperação da casa pode caber no meu orçamento (com uma certa folga porque, julgo, o preço acaba sempre por subir). Se conseguir suportar o valor avanço, se não for, desisto da compra. Tinha já uma ideia que estas coisas são complexas e que há aspectos em que não é possível poupar devido a questões de segurança. As licenças (a legalidade) também é um fator a ter em conta porque não conseguiria fazer a obra sempre a pensar que algum fiscal poderia aparecer e interromper ou cancelar um projeto, que vai ser para uma vida. Resta-me aguardar pela avaliação e esperar que a coisa seja favorável. Obrigado a todos pelos vossos comentários.
  18.  # 38

    Colocado por: RGouveiaObrigado pelos esclarecimentos. No fundo isto é fácil de resolver. Vou pedir uma avaliação a um especialista (arquiteto) para perceber se a recuperação da casa pode caber no meu orçamento (com uma certa folga porque, julgo, o preço acaba sempre por subir). Se conseguir suportar o valor avanço, se não for possível, desisto da compra. Tinha já uma ideia que estas coisas são complexas e que há aspectos em que não é possível poupar devido a questões de segurança. As licenças (a legalidade) também é um fator a ter em conta porque não conseguiria fazer a obra sempre a pensar que algum fiscal poderia aparecer e interromper ou cancelar um projeto, que vai ser para uma vida. Resta-me aguardar pela avaliação e esperar que a coisa seja favorável. Obrigado a todos pelos vossos comentários.
  19.  # 39

    Colocado por: RGouveiaObrigado pelos esclarecimentos. No fundo isto é fácil de resolver. Vou pedir uma avaliação a um especialista (arquiteto) para perceber se a recuperação da casa pode caber no meu orçamento (com uma certa folga porque, julgo, o preço acaba sempre por subir). Se conseguir suportar o valor avanço, se não for, desisto da compra. Tinha já uma ideia que estas coisas são complexas e que há aspectos em que não é possível poupar devido a questões de segurança. As licenças (a legalidade) também é um fator a ter em conta porque não conseguiria fazer a obra sempre a pensar que algum fiscal poderia aparecer e interromper ou cancelar um projeto, que vai ser para uma vida. Resta-me aguardar pela avaliação e esperar que a coisa seja favorável. Obrigado a todos pelos vossos comentários.

    Exacto faça isso, concerteza qeu não custará mais de 200€ e fica com uma ideia mais abrangente e fundamentada das possibilidades e o estado geral do edificio.
  20.  # 40

    Colocado por: SS1128Se mantiver os mesmos materiais e dimensionamento não tem necessidade nenhuma de projetos.

    Certamente se eu trocar as minhas asnas comidas pelo bicho por umas novas do mesmo tamanho, certamente estarão mais seguras..

    Aqui as vezes gostam de tentar complicar o que é simples.
    se fizer isso nao necessita de projectos.. nao está a alterar a estrutura da casa