Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Depois de muita leitura neste fórum, por vezes contraditória, decidi avançar com a sementeira de Kikuyu no meu relvado, que depois de um ataque de fungo e minhoca, quase morreu. Actualmente, recuperou em 60% da área, mas nos 40% dificilmente irá lá.

    A minha ideia era semear kikuyu por tudo o que tenho lido sobre a espécie, começando por escarificar o relvado, turfa e depois sementeira.

    Ora o jardineiro a quem solicitei orçamento para estes trabalhos, diz-me que a escarificação vai arrancar a relva existente.

    A minha ideia era que a escarificação fazia cortes verticais removendo restos de raizes mortas e arejando o solo - que no meu caso é argiloso e consequentemente compacto.

    Isto faz sentido? Estará a escapar-me algo?

    Agradecia opiniões.

    Cumprimentos,

    brbs
  2.  # 2

    Vai arrancar alguma relva saudável, mas recupera rápido e fica ainda mais saudável
  3.  # 3

    A escarificação de relvados desta relva, bem como de grama brasileira ou de grama de S. Agostinho, pode ser feita como nos relvados de semente "normal" (Festuca, por exemplo)?
    Pergunto isto porque a escarificação vai cortar as guias (rizomas) da relva, além de que com o tapete grosso típico destas gramas, fico na dúvida se essa escarificação elimina de facto matéria morta.
  4.  # 4

    Eu apenas varro com vassoura metálica. Levanta bem a matéria morta sem levantar as guias, uma ou outra apenas. Para arejar o solo usava uma fresa em estrela
  5.  # 5

    Colocado por: leonorbEu apenas varro com vassoura metálica. Levanta bem a matéria morta sem levantar as guias, uma ou outra apenas. Para arejar o solo usava uma fresa em estrela


    Comprei uma fresa em estrela, mas considerando este solo argiloso e duro, o efeito é praticamente reduzido. Mal penetra no solo..300m2 depois não há costas que aguentem...
  6.  # 6

    Tem de usar depois do inverno, da chuva...lá para Março/Abril
    O solo aqui é assim também, nesta altura nem tento