Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Numa garagem de condomínio o tipo de cabo usado para instalar uma tomada para carregamento no meu parqueamento ligando ao quadro do piso usando as esteiras metálicas disponíveis para o efeito tem de ter alguma característica especial? Sem halogenio?

    São 3 fases a 16A e será cabo rigido de 5 condutores 4mm com 60m. É o correto?

    Será que me poderiam recomendar lojas na zona de lisboa que vendam cabos a bom preço já que serei eu a fornecer o material ao electricista?

    O condomínio exige termo de responsabilidade. É obrigatório pela lei?

    Obrigado
  2.  # 2

    Pelo que dá a entender, vai usar eletricidade do condomínio e utilizar uma box trifásico.
    Tem a certeza que se usar a potência máxima de 3x16A a eletricidade do condomínio não vai abaixo?
    Qual é o carro que tem?
    No horário de vazio, 00:00 as 07:00, a 11kW, vai carregar 77kW. Precisa disso diariamente?
    Faço estas perguntas porque dá a entender que é o primeiro a pedir. O próximo quando pedir vai obrigar ou aumento de potência da energia contratada ou passar a monofásico.

    Sobre os cabos, para 16A basta 2,5mm2. Mas já que vai passar e ainda são 60m, coloque 4mm2.

    Tendo em conta a distância, vai passar a eletricidade da sua fração?
    Se sim, óptimo, é o melhor que pode fazer.

    E precisa mesmo de trifásico?
    Carregar a 16A monofásico não chega?
    Em 7h, carrega uns 25kW, o que dará para uns 175km.
  3.  # 3

    Eu sugeria contactar uma empresa que faça esse tipo de instalações regularmente, já estarão habituados aos requisitos. Na zona de Lisboa há várias, pesquisa por "instalar carregador veiculo elétrico". Nos resultados dessa pesquisa também tens um artigo no site da UVE que também te pode ajudar a entender os requisitos.

    Onde comprar, eu tenho comprado o meu material eléctrico praticamente todo em chl-engenharia.pt enviam por CTT sem problema.

    Qual é o VE?
  4.  # 4

    O carro é um bmw i3 e o uso primario é carregamento de noite pelo que 10A monofásico chega perfeitamente.
    A ligação é ao quadro da garagem com contador individual para cada condomino e o electricista diz só há potência para 10 pontos de carregamento de 16A, são mais de 100 lugares, depois dos 10 não sei como será... Atualmente já há 2 tomadas de 16A monofasicas de outros condóminos.

    A ideia é já que vou ter de puxar cabo, ficar logo com o suficiente para que no futuro possa suportar dois carros ao mesmo tempo, daí o cabo trifásico e 4mm. Outra opçao seria passar já 2 cabos monofasicos de 2.5mm e usar só um na tomada que vou instalar agora ficando o outro de reserva. Mas ai perdia a opção de poder fazer carregamento trifásico a 11KW. Que não sei se será muito útil para ser sincero.

    Tenho dúvida no tipo de cabo se tem de ser sem halogenio por se tratar de uma garagem recente e na obrigatoridade de termo de responsabilidade por lei. Alguem confirma?
  5.  # 5

    Não precisa de termo de responsabilidade porque a instalação já está feita e certificada.

    Em função da amperagem e distância escolher o cabo.

    Atenção às proteção existente no quadro se é adequada á potência que pretende
  6.  # 6

    Colocado por: chaveiroO carro é um bmw i3

    Excelente.
    Nessa perspectiva eu sugeria a instalação de uma tomada CEE16 trifásica e a compra de um EVSE regulável aftermarket (trifásico também), que te permita carregar a uns 7A por fase. Isso permite-te bem mais potência que os 10A monofásicos e alivia o quadro do prédio.

    Sobre os requisitos do cabo e afins, lamento mas não posso ajudar.

    Em relação ao consumo, já há solução definida para a contagem? E como acertar contas com o condomínio?
  7.  # 7

    O melhor conselho que posso dar, é dizer nos armazenistas que quer material elétrico europeu e não quer nada chines. Pode poupar 15% no material mas um dia pode ganhar um curto circuito e consequente incendio na instalação.

    Os fabricantes europeus usam materiais sem adição de halogênios, só nos importados é que encontra disso.

    Relativamente aos preços depende, porque ao consumidor final eles fazem pouco desconto. mas peça orçamentos em diferentes sítios
  8.  # 8

    Obrigado a todos pelas respostas.
    A faturaçao será pela contagem individual de cada contador de condomino colocado no quadro das garagens.
    É lido mensalmente e incluido na fatura do condomínio.
    Por resolver ainda é como normalizar o preço a cobrar por KW a cada condómino pois esses contadores individuais não fazem distinção de horário mas o contrato com a EDP é tri-horário com preço diferente dependente da hora consumida.
  9.  # 9

    Têm que instalar contadores tri horários ou Smart Meters.

    Uma coisa é certa.. quem gasta zero tem que pagar zero.

    O resto é dividir pelos utilizadores.. não faz sentido ter tri horário em condomínio vai dar chatices nas contas
  10.  # 10

    Colocado por: RicardoPortoTêm que instalar contadores tri horários ou Smart Meters.

    Uma coisa é certa.. quem gasta zero tem que pagar zero.

    O resto é dividir pelos utilizadores.. não faz sentido ter tri horário em condomínio vai dar chatices nas contas


    Dependendo da potência contratada no condomínio, podem não ter outra opção senão o tri-horário. Acima de 20,7kVA não é possível outro ciclo.
  11.  # 11

    Caiado lda ´

    No prior Velho
    Estas pessoas agradeceram este comentário: chaveiro