Iniciar sessão ou registar-se
    • Edas
    • 21 Fevereiro 2021

     # 1

    Boa noite!

    Estou a remodelar uma casa de férias, que tem uso sobretudo nos meses de verão. Como está perto da praia o mais usual é andarmos por casa calçados com alguma areia pelo meio. Faço este reparo para terem noção do tipo de desgaste que o chão tem.

    Vou comprar armários novos e electrodomésticos para a cozinha, pintar os azulejos da parede e queria dar um novo ar ao chão também. Neste momento tem mosaico que já tem mais de 30 anos. Já tenho lido boas críticas ao pavimento vinílico e agrada-me por ser fácil de aplicar e menos dispendioso. No entanto tenho algumas dúvidas sobre se é a melhor opção para uma casa de praia. O desgaste dos grãos de areia debaixo das solas dos sapatos/chinelos não vão "esfoliar" o vinílico e em pouco tempo deixá-lo riscado/desgastado? Conhecem algum tipo de vinílico apropriado / mais resistente para este tipo de situação?

    Têm experiência com situações semelhantes? Sugerem outra opção que seja igualmente fácil de aplicar e pouco dispendiosa?

    Muito obrigado antecipadamente pela vossa ajuda!
  1.  # 2

    vinilico? casa de praia?

    meta é ceramicos ou mesmo microcimento ou betonilha afagada, é o melhor a meu ver.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, jorgealves
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Edas
  2.  # 3

    Colocado por: marco1meta é ceramicos

    Sem dúvida!!!
  3.  # 4

    Pedra natural ou cerâmico.
    Se quiser algo mais confortável é aplicar um soalho personalizado que resista ao desgaste. Um soalho de madeira pode muito bem ser trabalhado para que qualquer risco que sofra mais não seja que um envelhecimento natural da madeira.
    Nós fazemos várias personalizações em soalhos de Pinho por exemplo com o intuito de envelhecerem naturalmente. Este género de trabalhos terminam com um soalho que no fim não é com certeza um grãozinho de areia que o riscaria.
    Existem soalhos que quanto mais envelhecem, quanto mais desgaste têm, mais bonitos ficam
  4.  # 5

    Colocado por: Joao DiasPedra natural

    Masa nem toda, nem toda, o Moleanos fica uma desgraça... em qq lado , a menos que seja vitrificado, mas isso já é outro assunto.
    Concordam com este comentário: Joao Dias
  5.  # 6

    Colocado por: Pedro Barradas
    Masa nem toda, nem toda, o Moleanos fica uma desgraça... em qq lado , a menos que seja vitrificado, mas isso já é outro assunto.

    Xiça tens tanto granito fixe, ardósia, brechas, xistos... todas elas que podem envelhecer naturalmente e de forma lindissima
  6.  # 7

    Se bem que eu, mesmo para casas de férias, continuo a preferir um bom soalho :)
  7.  # 8

    lolol....
    • Edas
    • 21 Fevereiro 2021

     # 9

    E veêm problema em colocarmos cerâmica ou microcimento em cima dos azulejos actuais com a cozinha já montada? Infelizmente não temos verba para fazer já tudo. Mas daqui a 1 ou 2 anos conseguimos mudar o chão do apartamento... que bem que está a precisar. Mas não nos apetece nada ter de desmontar a cozinha toda para colocar chão nessa altura :/

    Relativamente ao microcimento não conheço ninguém que tenha mas estive a ver alguns videos e fotos e gostei bastante do aspecto final. Com o passar do tempo não racha ou mancha? Carece manutenção? (polir e envernizar novamente por exemplo). Também aconselhariam microcimento para o WC ou é melhor não por causa da água e humidade?

    Muito obrigada!
  8.  # 10

    equece o microcimento.
    pode perfeitamente aplicar mosaico sobre os existentes... terá de demolir e repor rodapes e tb cortar as portas, aduelas e guarnições em baixo. mas nada de particularmente dificil.
  9.  # 11

    humm

    Pedro alguma coisa contra o microcimento? é que até consegue em termos de espessura algo menor do que estar a por novos mosaicos por cima.

    edas, precisamente o microcimento é muito utilizado em wc
  10.  # 12

    Em cima de mosaico... Hummm...
    •  
      marco1
    • 21 Fevereiro 2021 editado

     # 13

    citação :"A questão financeira é uma das principais preocupações de construtores e proprietários de imóveis. Quer esteja em causa uma construção nova ou uma remodelação, os custos influenciam a escolha dos materiais.

    Neste aspeto, o microcimento ganha pontos em relação aos produtos concorrentes. Com efeito, apresenta-se como uma solução rentável, porque tem uma grande durabilidade e resistência a riscos e marcas.

    Uma vez que pode ser aplicado sobre qualquer superfície sem remover o suporte existente
    , colocar este revestimento exige menos recursos humanos e menos horas de trabalho. Consequentemente, os custos de mão de obra são reduzidos.

    Ademais, quando devidamente mantido, o microcimento consegue melhorar a luz natural devido às suas propriedades reflexivas. Por consequência, o consumo energético pode vir a ser reduzido."

    vale o que vale
    https://www.microcrete.com.pt/blog/microcimento-4-vantagens-aplicacao-pavimentos/
    • NLuz
    • 21 Fevereiro 2021

     # 14

    Por acaso tb andava com essa vontade do Microcimento numa casa.
    Optei por desistir pelo preço, e tb pela resistência...
    O que me disseram é que se caísse algo no chão e que por sinal tivesse azar, e houvesse mesmo uma fissura para reparar era um bico de obra e difícilmente ficava uniforme.

    Tb vale o que vale...
    Concordam com este comentário: Joao Dias
  11.  # 15

    Nluz

    não é isso que tenho lido
    tambem é verdade que quando se quer algo ultra resistente tipo garagens para uso intensivo, tambem aconselham é epoxi
    • NLuz
    • 21 Fevereiro 2021

     # 16

    Colocado por: marco1Nluz

    não é isso que tenho lido
    tambem é verdade que quando se quer algo ultra resistente tipo garagens para uso intensivo, tambem aconselham é epoxi


    Nem eu, daí ter falado com duas pessoas empreiteiros e foram da mesma opinião.
  12.  # 17

    pois

    mas tambem há quem tenha feito esses pavimentos sem qualquer formação ou pouca e deu maus resultados
    portanto para mim o que conta mesmo lá no fundo, é as fichas técnicas de um material com todas as indicações corretas de aplicação e propriedades do material.
    • NLuz
    • 21 Fevereiro 2021

     # 18

    Eu não arrisquei.
  13.  # 19

    foi pena
  14.  # 20

    Colocado por: NLuzPor acaso tb andava com essa vontade do Microcimento numa casa.
    Optei por desistir pelo preço, e tb pela resistência...
    O que me disseram é que se caísse algo no chão e que por sinal tivesse azar, e houvesse mesmo uma fissura para reparar era um bico de obra e difícilmente ficava uniforme.

    Tb vale o que vale...
    Concordam com este comentário:Joao Dias

    É exatamente assim sem tirar nem por. É caríssimo para o que é e vale.
    Em TODAS, mas TODAS as casas onde andei com soluções de microcimento tive relatos dos DO a dizer "se sonhasse".
    Na ultima onde andei, o microcimento para além de ficar uma autêntica cagada (nunca vi nenhum de jeito) demorou literalmente uma semana até estar todo riscado e rachado.
    Nunca percebi o sex apeal da coisa. Prefiro mil vezes uma betonilha bem afagadinha. Embora não fosse solução para uma casa minha. Gosto de ter "vida" na casa e que a mesma me transmita emoções. O microcimento é daquelas coisas que EMPOBRECE brutalmente uma casa. Fica fria, deslavada e a parecer uma morgue. Triste e cinzenta.
    Atenção que é uma opinião/gosto pessoal não vale a pena começarem já os ataques imbecis do costume.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: NLuz