Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Olá a todos,

    Comprei um imovel que tem logradouro nas traseiras, por detrás do meu existe o logradouro do 1º andar e detrás deste o logradouro do 2º andar, os logradouros estão dispostos como se fosse dois degraus, acontece que no logradouro do 1ºandar cresceu de tal maneira que a raiz abriu fissuras no muro que dá para o meu logradouro assim como do muro do logradouro do 2º andar. Telefonei para o representante do imovel que é dona da árvore que alega que os custos inerentes à remoção da árvore e da reparação dos muros é de todos, o prédio não tem condomínio constituído, ora no meu entender é dele pois a árvore é dele. Qual o vosso parecer?

    Obrigado a todos
  2.  # 2

    Para já o condomínio existe, caso contrário, as fracções não poderiam ser vendidas em PH. O que não está é organizado com um administrador nomeado. O que é diferente. E os logradouros são partes privadas ou são partes comuns de uso exclusivo?
  3.  # 3

    Isso é propriedade horizontal?
  4.  # 4

    Colocado por: BoraBoraPara já o condomínio existe, caso contrário, as fracções não poderiam ser vendidas em PH. O que não está é organizado com um administrador nomeado. O que é diferente. E os logradouros são partes privadas ou são partes comuns de uso exclusivo?



    Não sei ao certo, pois na certidão da conservatória e nas caderneta predial, só menciona Logradouros, não diz se é se uso exclusivo.
  5.  # 5

    Mas os logradouros estão afectos a algumas fracções em particular? Ou serão uma parte comum e cada condómino tenha a sua parcela?

    Mas, mesmo assim, os logradouros são partes comuns e, por isso, essa árvore é de todos como diz o seu vizinho.
  6.  # 6

    Colocado por: BoraBoraMas os logradouros estão afectos a algumas fracções em particular? Ou serão uma parte comum e cada condómino tenha a sua parcela?

    Mas, mesmo assim, os logradouros são partes comuns e, por isso, essa árvore é de todos como diz o seu vizinho.



    O meu Logradouro está afecto ao meu imóvel, em relação aos outros deve ser a mesma coisa. Agora se a arvore do meu vizinho que está a destruir os muros dos logradouros dos outros diz respeito a todos é estranho. Se eu colocar alguma coisa ou se fizer no meu logradouro que prejudique as coisas comuns dos outros propriétários a responsabilidade é de todos? Bem isso a ser verdade é absurdo...!
  7.  # 7

    Mesmo tendo crescido de forma espontânea, a árvore é da responsabilidade do dono do terreno onde cresceu.
    Se a árvore está a danificar o muro,a responsabilidade recai sobre o o dono da árvore.
    Coloque aí uma fotografia, mas se bem percebi , a árvore está a estragar o muro que é do seu vizinho, o que tem árvore.
  8.  # 8

    Colocado por: callinasMesmo tendo crescido de forma espontânea, a árvore é da responsabilidade do dono do terreno onde cresceu.
    Se a árvore está a danificar o muro,a responsabilidade recai sobre o o dono da árvore.
    Coloque aí uma fotografia, mas se bem percebi , a árvore está a estragar o muro que é do seu vizinho, o que tem árvore.


    Vou por aqui uma foto, ainda se vê um bocado da arvore na imagem, embora a mesma seja enorme e se vê uma fissuração enorme embora no local a percepção seja maior, o muro em vista é um muro de contenção das terras do logradouro do propriétario da arvore que tambem está a destruir o muro do outro logradouro que está por cima. Este muro que está na foto está em colapso o mesmo já apresenta uma curvatura devido à pressão causada pela raiz para além da fissuração e das microfissurações onde já nasce vestígios das raiz.
      DSC_0059.jpg