Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Vida polémica...
    Afinal o que é que lhe devemos enquanto país democrático?
  2.  # 2

    Morreu, enterra-se.
    Eu não lhe devo nada.
    Concordam com este comentário: Caravelle, Ultrabasslx, pedrosslp
  3.  # 3

    Colocado por: PalhavaVida polémica...
    Afinal o que é que lhe devemos enquanto país democrático?

    Não lhe devemos nada. Enquanto militar apenas combateu na secretaria e depois participou num golpe militar.
    Ainda o conheci pessoalmente em 2 reuniões do MFA e não me deixou nenhuma impressão.
    E como a Espanha demonstrou pouco tempo depois do 25A não era necessário nenhum golpe militar para alterar o regime.
    Concordam com este comentário: Ultrabasslx
  4.  # 4

    Colocado por: CarvaiE como a Espanha demonstrou pouco tempo depois do 25A não era necessário nenhum golpe militar para alterar o regime.
    Pois mas em Espanha não tentaram mexer com a carreira dos capitães. Essa mexida é que esteve na génese da contestação que depois despoletou no golpe militar, porque a ditadura em si já estaria moribunda.

    Quanto ao Otelo, da sua importância para o 25 de Abril sei apenas o que nos é vendido no ensino de história, e algo que fui lendo relativamente aos crimes que foi acusado. Admito que não sei o suficiente para sentir que lhe deva algo.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Ultrabasslx
  5.  # 5

    Morreu? Já vai tarde.
    Concordam com este comentário: Ultrabasslx
  6.  # 6

    Colocado por: HAL_9000Pois mas em Espanha não tentaram mexer com a carreira dos capitães.

    Não se tratou de mexer nas carreiras. O problema era que os oficiais que vinham da Academia (como o Otelo e todos os lideres do golpe) quando iam para África raramente saiam dos gabinetes com AC. Os Alferes milicianos é que iam para o mato e os que se ofereciam para uma 2ª comissão chegavam a capitães no mesmo tempo dos do quadro. O 25A não foi mais que uma reação de uma corporação a favor dos direitos adquiridos. Nada que hoje conhecemos bem em todas a áreas.
    Aliás é muito interessante que se tente esquecer a a implantação do Estado Novo em 1926 foi também um golpe militar no dia 28 de Maio. O Salazar era um mero professor em Coimbra que os militares foram buscar para ministro das Finanças num País na falência.
    E enquanto os militares tinham a barriga cheia e estavam sossegadinhos nos quarteis nada se passou.
    Concordam com este comentário: Ultrabasslx, HAL_9000
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Ultrabasslx
  7.  # 7

    "Na década de 1980, o seu nome surge associado às Forças Populares 25 de Abril (FP-25 de Abril), organização armada responsável por vários atentados e mais de uma dezena de mortos, tendo sido condenado, em 1986, a 15 anos de prisão por associação terrorista. Em 1991, recebeu um indulto, tendo sido amnistiado em 1996, um processo muito controverso."
  8.  # 8

    Pode-se dizer que fez parte, no entanto depois borrou a pintura toda.
    • eu
    • 26 julho 2021

     # 9

    Colocado por: CarvaiO problema era que os oficiais que vinham da Academia (como o Otelo e todos os lideres do golpe) quando iam para África raramente saiam dos gabinetes com AC. Os Alferes milicianos é que iam para o mato e os que se ofereciam para uma 2ª comissão chegavam a capitães no mesmo tempo dos do quadro. O 25A não foi mais que uma reação de uma corporação a favor dos direitos adquiridos.


    Então não foi uma revolução do povo a favor da democracia?

    Estou indignado...
  9.  # 10

    Morreu tarde..destruiu muitas vidas...como todo o regime que ele apoiava...
    Foi capitão de secretária..o que aconteceu não foi um golpe de estado mas, sim um golpe militar.
    Houve uma altura que até disse que não houve ninguém mais honesto que Salazar...e não é que aí até tinha razão.
  10.  # 11

    https://infocul.pt/barracada-na-rtp-general-garcia-dos-santos-irrita-se-em-directo/

    ahaha. Digam-me que o estado não paga uma reforma dourada a um general que não percebe o conceito de um "direto", sobretudo quando dedicou parte das suas carreiras ás transmissões militares.

    Priceless a jornalista no fim ainda pedir desculpa ao senhor general porque ele não sabe baixar o volume da tv.
 
0.0149 seg. NEW