Iniciar sessão ou registar-se
    • VLV
    • 27 julho 2021

     # 1

    A cobertura do meu terraço foi revestida com poliureira há 3 anos. A exposição solar tornou o revestimento baço e revelou algumas manchas que a tijoleira já tinha.

    É aconselhável aplicar uma cera ou pintura sobre este revestimento? Alguém tem uma sugestão?
  1.  # 2

    se quiser preservar isso melhor cubra com lajetas térmicas ou geotextil e godo
    • VLV
    • 27 julho 2021

     # 3

    Colocado por: RicardoPortose quiser preservar isso melhor cubra com lajetas térmicas ou geotextil e godo


    Obrigado pela dica. Dado que o terraço já está coberto, pretendo somente dar-le "melhor aspeto".
  2.  # 4

    mas a poliureia vai-se degradar com o sol, qualquer dia volta a ter infiltrações caso tenha sido essa a razão para a cobertura com poliureia.
    Concordam com este comentário: RicardoPorto
  3.  # 5

    Colocado por: VLVÉ aconselhável aplicar uma cera ou pintura sobre este revestimento?

    E já tentou colocar essa questão ao fornecedor/aplicador da poliureia?
    Ou devido à "desilusão" está fora de questão? ;-)
  4.  # 6

    Colocado por: Anonimo06082021Existem poliureias próprias para o exterior.

    Pois existe mas sem proteção?
    Existem poucos sistemas de poliureia com conformidade para não serem protegidos!
  5.  # 7

    Colocado por: VLV

    Obrigado pela dica. Dado que o terraço já está coberto, pretendo somente dar-le "melhor aspeto".


    Coberto com que?
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
  6.  # 8

    Colocado por: VLVDado que o terraço já está coberto, pretendo somente dar-le "melhor aspeto".

    O que quer dizer, com "coberto" cobriu a Poliureia? Dar melhor aspecto a quê?
  7.  # 9

    Colocado por: Anonimo06082021Isto das poliureias ainda tem que se lhe diga.

    Algumas são adulteradas.

    Mais uma coisa que se vulgarizou.

    Devido a um problema numa obra tive de fazer um "curso"intensivo sobre as mesmas.


    Depende.
    O meu fornecedor de poliureias só me vende se eu garantir que o aplicador é certificado. A "desculpa" do fornecedor é que o produto tem um investimento demasiado para que um sapateiro qualquer dê cabo do mesmo.
    O meu fornecedor de poliureias tem CASE STUDIES mundiais em obras com exigências extremas, e à vista de toda a gente. Portanto entre a vulgarização e isto ainda vai um passo gigantesco.
  8.  # 10

    O JB é um aplicador certificado?
  9.  # 11

    Colocado por: Anonimo06082021

    Eu não sou nada.

    Mas quem aplicou a tal poliureia é.

    Então qual a razão do "curso" intensivo?
  10.  # 12

    Colocado por: Anonimo06082021Sempre considerei isso das certificações uma treta.

    Quando não são respeitadas são isso mesmo, uma treta!!!
  11.  # 13

    Colocado por: Anonimo06082021O que conta é ter o certificado o resto logo se vê.

    Há partida será o ponto de partida em qualquer solução que exija certificação.
    Quando um determinado fabricante lhe diz que determinado tubo aguenta com X bar vc com certeza acredita ou que determinada bomba lhe assegura determinado caudal. A distinção nos valores divulgados poderá ser mais ou menos credível quando se entra na "guerra" de qual o laboratório acreditado. Nós por cá temos o LNEC e mais recente o ITECONS.

    Colocado por: Anonimo06082021Tipo; quem certifica a empresa certificadora...?

    Imagino que por exemplo o LNEC e o ITECONS deverão ter qualquer tipo de "teste regular" perante por exemplo o EOTA.
    Mas não lhe sei responder concretamente!
  12.  # 14

 
0.0163 seg. NEW