Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Olá Malta,

    Estou com a seguinte situação e gostava da opinião de vocês sobre o que fazer.

    Agora em Janeiro solicitei um pedido de crédito imobiliário, e já foi pré-aprovado. Este pedido foi feito no meu nome e da minha esposa, ambos efectivos no trabalho. Acontece que, eu recebi uma proposta de trabalho para uma outra empresa, com um salário melhor, mas a recibos verdes, meu plano era começar a trabalhar lá no inicio de março.

    Achei um apartamento agora em janeiro, mas este apartamento ainda está em fase de remodelação, com estimativa de término na primeira semana de março.

    Meu plano inicialmente era resolver o mais rápido possivel tudo antes de sair da minha empresa actual, ou seja, resolver tudo em fevereiro, mas a avaliação do imóvel não seria possível neste estado, visto que como ainda está em obras, o valor avaliado seria bem abaixo do de compra, então a imobiliária me sugeriu esperar até março, até o apartamento estar 100% concluído para pedir a avaliação.

    Meu medo é de que, esperando até março, o banco de alguma forma invalide meu pedido de crédito por constatar que saí da antiga empresa no final de fevereiro. Isto é possível? Descobrirem e cancelarem?

    O que vocês sugerem? Agradeço qualquer informação.
  2.  # 2

    Se lhe dizem em março deverá ter isso pronto em maio...
  3.  # 3

    Colocado por: RicardoPortoSe lhe dizem em março deverá ter isso pronto em maio...


    Em maio o que? Desculpa, não percebi.
  4.  # 4

    Colocado por: mparente

    Em maio o que? Desculpa, não percebi.

    O que o RicardoPorto lhe quer dizer é que se o construtor diz que apartamento previsivelmente estará pronto em Março, o mais certo é estar a ser muito otimista e na realidade só deverá estar pronto em Maio (ou até depois).
  5.  # 5

    Colocado por: LMDuarte
    O que o RicardoPorto lhe quer dizer é que se o construtor diz que apartamento previsivelmente estará pronto em Março, o mais certo é estar a ser muito otimista e na realidade só deverá estar pronto em Maio (ou até depois).


    Ah, ok, obrigado.
    Na verdade, acho que me expressei mal. O apartamento está a ser remodelado, não está a ser construído do zero, e tá a avançar rápido, então acredito que o prazo esteja ok.

    O dono do apartamento possui um documento com todas as alterações que estão a ser feitas.

    Minha dúvida é se é possível uma avaliação "adiantada" do banco, condicionada a este planeamento (mapa de mudanças)? Ou se de facto, tenho que esperar até a conclusão.
  6.  # 6

    Tem que esperar para ter uma avaliação em condições. E que as mudanças batam certas com a tipologia do apartamento..
  7.  # 7

    eu diria que ou escolhe o apartamento ou escolhe o novo emprego.

    uma pré-aprovação vale pouco. basicamente diz apenas que para os seus rendimentos consegue suportar a prestação. só quando formalizar o crédito é que o banco faz a avaliação de risco, pede os recibos de vencimento actualizados, e pimba, descobrem que mudou de emprego.



    Colocado por: mparenterecebi uma proposta de trabalho para uma outra empresa, com um salário melhor, mas a recibos verdes


    faça bem as contas, os trabalhadores com contrato trabalham 11 meses e recebem 14. os recibos verdes se a empresa for amiga, quanto muito trabalham 11 meses e recebem 12, ou se não for amiga recebe apenas 11. isto se quiser tirar férias.

    depois se não passar os 10.000€ por ano não precisa de fazer retenção na fonte e parece que ganha muito, mas quando fizer o IRS paga tudo de uma vez. se passar os 10.000, além de fazer retenção tem que cobrar IVA. Além de que os recibos verdes não tem direito ao subsidio de desemprego.

    Ou seja, é preciso fazer mesmo bem as contas para ter a certeza se o salário é mesmo melhor.
  8.  # 8

    Colocado por: pauloagsantosfaça bem as contas, os trabalhadores com contrato trabalham 11 meses e recebem 14. os recibos verdes se a empresa for amiga, quanto muito trabalham 11 meses e recebem 12, ou se não for amiga recebe apenas 11. isto se quiser tirar férias.

    depois se não passar os 10.000€ por ano não precisa de fazer retenção na fonte e parece que ganha muito, mas quando fizer o IRS paga tudo de uma vez. se passar os 10.000, além de fazer retenção tem que cobrar IVA. Além de que os recibos verdes não tem direito ao subsidio de desemprego.

    Ou seja, é preciso fazer mesmo bem as contas para ter a certeza se o salário é mesmo melhor.


    Já para não falar na Segurança Social, pois vai passar a descontar pelo menos mais uns 10% do que como empregado por conta de outrem.

    https://www.deco.proteste.pt/dinheiro/impostos/noticias/recibos-verdes-conheca-obrigacoes-seguranca-social

    Mas imagino que tenha feito as simulações todas. Caso contrário pode descobrir que ao final do ano e depois do IRS apurado, o rendimento liquido tenha até baixado.
  9.  # 9

    Ok malta, agradeço as observações sobre obrigações e salário "liquido" do recibo verde. Já levei tudo isto em consideração.

    Só não queria que saíssemos do foco da discussão.
  10.  # 10

    Colocado por: mparenteSó não queria que saíssemos do foco da discussão.


    Relativamente a esse ponto, foi como lhe indicaram. A pre-aprovação geralmente não significa nada, e o que conta são as condições na altura que a carta de aprovação é emitida e assinada.

    A titulo de exemplo, e por demora na emissão de uma licença de habitação, um CH em que já tinha sido emitida carta de aprovação acabou por expirar e teve que ser renovada.
    Houve uma alteração à estrutura de rendimentos, mesmo emprego, mesmo rendimento, na mesma empresa, mesma relação laboral, mas houve uma alteração na estrutura de rendimentos. Só isso levou a nova avaliação do risco.
  11.  # 11

    Colocado por: hangas

    ... mas houve uma alteração na estrutura de rendimentos. Só isso levou a nova avaliação do risco.


    Em relação a isto, que documentos pedem na "nova avaliação de risco"? Somente os ultimos recibos de vencimento?
    • hangas
    • 20 janeiro 2022 editado

     # 12

    Colocado por: mparenteEm relação a isto, que documentos pedem na "nova avaliação de risco"? Somente os ultimos recibos de vencimento?


    Para trabalhadores por conta de outrem, geralmente recibos de vencimento dos últimos 3 meses, e isso chega.

    De resto, varia.
    Não conheço o caso dos recibos verdes, mas para trabalhadores por conta própria/freelancers (que não há de ser muito diferente) pedem documentação que prove que os rendimentos são relativamente estáveis e indicam continuar a ser.
  12.  # 13

    Colocado por: hangas

    Para trabalhadores por conta de outrem, geralmente recibos de vencimento dos últimos 3 meses, e isso chega.

    De resto, varia.
    Não conheço o caso dos recibos verdes, mas para trabalhadores por conta própria/freelancers (que não há de ser muito diferente) pedem documentação que prove que os rendimentos são relativamente estáveis e indicam continuar a ser.


    Entendido!

    Eu estarei na mesma empresa e como efectivo até o final de fevereiro. Então, supondo que eu consiga fechar o negócio/escritura até março, caso seja necessário uma nova avaliação de risco, meus ultimos recibos de vencimento ainda estarão relacionados a mesma empresa.

    Seguindo esse raciocínio, então, eu poderia ficar um pouco tranquilo?
    • hangas
    • 20 janeiro 2022 editado

     # 14

    Colocado por: mparenteSeguindo esse raciocínio, então, eu poderia ficar um pouco tranquilo?


    Em principio sim, vai aprovar e formalizar tudo com dados até Fevereiro.

    No entanto e muito provavelmente, no seu contrato com o banco terá algo do género "que a aprovação foi feita com base numa serie de circunstancias e que qualquer alteração às mesmas durante a vigência do contrato deverá ser comunicada ao banco"

    Mas isto também é o mais normal por ai. Em 30 ou 40 anos que dura um CH típico é normal as pessoas mudarem de emprego ou até de país.
    No seu caso o banco ao ver que o salário vem de outro sitio, e alegar que prestou falsas declarações pois era impossível que não soubesse das novas circunstancias na altura da formalização. Mas também pode não se chatear.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: mparente
    • ematos
    • 21 janeiro 2022 editado

     # 15

    Boas,

    Não ajudaria ter um fiador?
  13.  # 16

    Boa noite, alguns bancos pedem declaração da empresa com data de início de colaboração e vínculo…
    Cumprimentos e boa sorte.
    Concordam com este comentário: pauloagsantos
  14.  # 17

    Colocado por: ematosBoas,

    Não ajudaria ter um fiador?


    Mais um para ter a cabeça no espeto?
  15.  # 18

    Porque?
    Apenas serve para se o titular falhar com a prestação…
    Já tive os meus pais como fiadores no primeiro empréstimo e não tiveram qq problema..
    • coca
    • 22 janeiro 2022

     # 19

    O processo tem tudo para correr mal. As obras irão atrasar, como já disseram. E entre não ter os últimos recibos de vencimento ou mais à frente precisar de uma declaração da empresa, vai dar problemas no financiamento.

    Vai ter mesmo de decidir. Ou muda de emprego e arrisca perder o financiamento. Ou tenta negociar a mudança de emprego mais para a frente.
 
0.0213 seg. NEW