Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boas,

    Alguém sabe se existe alguma lei que permite ir para a reforma com 60 anos de idade e 40 anos de desconto sem penalização.
    É que pesquisando dá para ir mas com penalização de 0.5% por cada mês.
    Mas já ouvi dizer que quem tiver 60-40, mas tem de ser está conjugação,pode ir sem penalização.
  2.  # 2

    60 anos e 46 de descontos.
  3.  # 3

    E 60 - 40 não dá pois não?
  4.  # 4

    Colocado por: Ke25E 60 - 40 não dá pois não?

    60-40 leva uma talhada de cerca de 40%
  5.  # 5

    Colocado por: Ke25Alguém sabe se existe alguma lei que permite ir para a reforma com 60 anos de idade e 40 anos de desconto sem penalização.
    se estiver no desemprego sim.
    eu quando me reformei por desemprego tinha 55 anos de idade e 41 anos de descontos. Não sofri penalização.
  6.  # 6

  7.  # 7

    Colocado por: A. Madeiraeu quando me reformei por desemprego tinha 55 anos de idade e 41 anos de descontos. Não sofri penalização.
    Em que ano se reformou? Após os ajustamentos impostos pela Troica muita coisa mudou.

    Para o autor do tópico: julgo que há uns 2 anos o Sr. Costa anunciava com a sua natural bonomia a reforma com 60 anos e 40 descontos, mas não tenho a certeza.

    O melhor é ir à SS e pedir a simulação da reforma, e esclarece logo essas dúvidas. Acho que eles agora até já fazem atendimaneto via zoom.
    Edit: O link que lhe deixaram acima é bastante explicativo.
    • RCF
    • há 6 dias

     # 8

    Colocado por: A. Madeirase estiver no desemprego sim.
    eu quando me reformei por desemprego tinha 55 anos de idade e 41 anos de descontos. Não sofri penalização.

    outros tempos, com certeza...

    Colocado por: Ke25Mas já ouvi dizer que quem tiver 60-40, mas tem de ser está conjugação,pode ir sem penalização.

    Sem penalização acrescida!
    Leva apenas a penalização de 0,5€ ao mês / 6% ao ano.
    Houve um tempo em que, para além desta penalização, houve uma outra. Depois, passaram a noticiar que deixava de haver essa (outra) penalização, o que levou a erros de interpretação, isto é, houve e há muita gente a julgar que não havia penalização nenhuma.
    • RCF
    • há 6 dias

     # 9

    A Segurança Social agora tem um simulador, onde se pode fazer a simulação da reforma.
    Ver aqui https://www.seg-social.pt/noticias/-/asset_publisher/kBZtOMZgstp3/content/novo-simulador-de-pensoes
  8.  # 10

    Se iniciou os descontos aos 16 anos as contas serão feitas de outra forma. É a exceção para poder pedir a reforma sem penalização.
    Outra situação diferente é no caso de estar a usufruir do subsídio de desemprego.
  9.  # 11

    Colocado por: HAL_9000Em que ano se reformou? Após os ajustamentos impostos pela Troica muita coisa mudou.
    Em 1 de Janeiro de 2006 fui para o Fundo de Desemprego . Em Abril de 2009 comecei a receber como reformado após esgotar o tempo (38 meses) do desemprego. Claro, que muita coisa mudou, mas eu até tive sorte ainda apanhei uma lei que protegia os desempregados de longa duração e de grandes carreiras contributivas.
  10.  # 12

    Colocado por: A. MadeiraEm 1 de Janeiro de 2006 fui para o Fundo de Desemprego
    Ah pois, está explicado. Aí ainda era tempo de vacas gordas, havia direitos adquiridos que dava para justificar tudo e mais um par de botas. Agora a coisa já pia mais fino, daqui a 10 anos vai piar ainda mais fino, e daqui a 20 anos já não pia, trabalha-se até aos 80 ou assim.
    Concordam com este comentário: Vítor Magalhães
  11.  # 13

    Colocado por: RCFoutros tempos, com certeza...
    pois, para o bem e para o mal !! Aos 14 anos de idade já estava a descontar para a então Caixa de Previdência. No meu tempo de criança que não fui, alguns filhos dos homens não foram meninos.
  12.  # 14

    Colocado por: A. MadeiraNo meu tempo de criança que não fui, alguns filhos dos homens não foram meninos.
    Por isso mesmo esses 10 anos de antecipação na reforma foram inteiramente merecidos. Pena que devido a deficiente gestão da SS, este tipo de justiça inter-geracional não possa agora ser aplicada, como até o foi no seu caso.

    Mas é uma questão de fazer contas, algumas pessoas preferem reformar-se com alguma penalização, do que estar a trabalhar mais 6 ou 7 anos e a incrementar futuros custos em saúde que vão anular o que se vai ganhar a mais na reforma. Alguns trabalhos depois dos 60 anos são bastante penalizadores em termos de danos para a saúde.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: A. Madeira
  13.  # 15

    A reforma não é para mim, era para tirar as dúvidas aqui no trabalho, pq um colega meu vai fazer 60 anos e completar 40 anos de desconto, e afirma que pode ir para a reforma sem penalização por completar está conjugação.
    Mas o que eu já pesquisei na NET leva sempre 0.5 de penalização por cada mês antecipado.
  14.  # 16

    Reforma antecipada
    A pensão de velhice pode ser requerida na idade da reforma (66 anos e 7 meses em 2022). Essa idade reduz 4 meses por cada ano a mais que se tenha de descontos acima dos 40 anos (idade pessoal da reforma).
    A pessoa precisa de ter no mínimo 15 anos de descontos para a reforma "normal", caso tenha menos de 15 anos pode tentar a pensão social de velhice, que está dependente de rendimentos.
    A pessoa pode reformar-se antes da idade - REFORMA ANTECIPADA - através de 3 regimes:
    1 - Regime por flexibilização da idade:
    tem de ter pelo menos 60 anos de idade e pelo menos 40 anos de descontos.
    Tem penalização de 0,5% por cada mês que falte até à idade da reforma, mais o factor de sustentabilidade (14,06% em 2022).
    NOTA: o factor de sustentabilidade não se aplica se a pessoa aos 60 anos de idade tinha pelo menos 40 anos de descontos (ou mais). Se aos 60 de idade a pessoa tinha menos de 40 de descontos, o factor de sustentabilidade é aplicado na mesma.
    2 - Regime por carreiras muito longas
    Não há qualquer penalização se a pessoa tiver 46 anos de descontos e tiver iniciado os descontos aos 16 anos, ou antes.
    Se tiver iniciado os descontos aos 17 de idade, ou depois, não terá qualquer penalização aos 48 anos de descontos.
    3 - Regime por desemprego de longa duração
    pode reformar-se aos 57 anos de idade, se na data em que ficou desempregado tinha 52 anos ou mais de idade e pelo menos 22 anos de descontos e, depois de esgotar o subsídio de desemprego.

    Tem a penalização de 0,5% por cada mês de antecipação, em relação aos 62 anos de idade, e o fator de sustentabilidade. Se o despedimento foi por mútuo acordo, acresce a penalização de 0,25% por cada mês de antecipação entre os 62 anos de idade e a idade normal de acesso à pensão de velhice. Esta penalização adicional (0,25%) é eliminada no momento em que atingir a idade normal de acesso à pensão de velhice.
    Se na data em que ficou desempregado tinha 57 ou mais anos de idade e pelo menos 15 anos de descontos e, depois de esgotar o subsídio, pode pedir a reforma antecipada aos 62 anos de idade. Tem a penalização do factor de sustentabilidade.
    NOTA: A penalização não é reposta em nenhum dos regimes, fica para sempre.

    Atenção: a reforma é calculada em função dos anos de descontos, no limite de 40 anos, sendo que cada ano vale 2%, assim o limite de qualquer reforma é 80% do ordenado descontado (de uma forma muito resumida), isso não é penalização, a penalização incide sobre esse valor. 80% é o valor máximo de qualquer reforma. Pode usar o simulador da ssdirecta para obter o valor com que se poderá reformar.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: RCF
  15.  # 17

    Colocado por: carlota7480% é o valor máximo de qualquer reforma.
    Seria interessante saber a evolução desta percentagem nos últimos 20 anos. Sabe onde se pode consultar esse dado?
  16.  # 18

    Colocado por: carlota7480% é o valor máximo de qualquer reforma.

    E quem ganhou grandes ordenados durante toda a vida, e nos últimos anos de vida ganhava o ordenado mínimo?
  17.  # 19

    Colocado por: Pickaxe
    E quem ganhou grandes ordenados durante toda a vida, e nos últimos anos de vida ganhava o ordenado mínimo?

    Há muitos anos que os cálculos são feitos sobre toda a carreira contributiva. O inverso era muito popular mas já não funciona (exceto para os FP, julgo)
  18.  # 20

    Colocado por: Pickaxe
    E quem ganhou grandes ordenados durante toda a vida, e nos últimos anos de vida ganhava o ordenado mínimo?

    Infelizmente o contrário foi predominante, daí andarmos todos a pagar por isso, há casos gritantes.
 
0.0207 seg. NEW