Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Caros membros do fórum,
    agradeço desde já qualquer feedback que me possam dar.

    Chegou-me um orçamento para reabilitação de um prédio em zona histórica (com cerca de 200 anos). Considerando que este o único orçamento até agora recebido e que, digamos, foi apresentado por condóminos cuja idoneidade é discutível, pergunto-vos se estes valores estão dentro do regular e se aparentam vir de uma empresa séria que oferece um trabalho de qualidade. Trata-se de um projecto de arquitetura e reforço estrutural.

    Se conhecerem um arquiteto confiável que me possa elaborar um orçamento semelhante, teria todo o interesse em marcar uma reunião. Obrigado!
      Screenshot 2022-11-03 at 19.59.36.png
  2.  # 2

    Eu só pelos erros ortográficos não entregava
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
  3.  # 3

    Isso é onde?
    Sem saber a complexidade do existente e do que se pretende, é dificil avaliar o orçamento obtido.
    como o mercado é livre. devem pedir pelo menos 3 orçamentos. Mas tem de pedir o MESMO aos 3, por forma a conseguirem ter comparações.


    PS:
    Apoio técnico em obra!? que é isso?
    Porque razão necessitam de um relatório de avaliação dos Relatórios (INDIRE)!?
    Essa empresa (INDIRE), ela que faça os relatórios prévios necessários.

    Acho o Relatório Prévio muito barato... Mas não sei do que se trata... eu fiz um para um edifico datado do sec. XIII, com alterações posteriores até 1995 (remodelação parcial e obras de manutenção), há 6 anos, em Évora, foi salvo erro, pelo menos o dobro.

    O relatório de vulnerabilidade sismica é mesmo necessário e projecto de estabilidade, com moradores no prédio!? que intervenção irá ser proposta?


    Acho que devem antes de mais, elaborar o projecto de arquitetura e o relatório prévio. Tendo em conta o RAREFA...
    Depois logo se vÊ o que é necessário considerar em termos de especialidades... E só depois da intervenção devidamente caracterizada pedir cotação para as especialidades necessárias.
  4.  # 4

    A primeira tranche é logo a segunda mais cara...logo para ficar com uma boa parcela do lado deles!

    "Relatório de avaliação dos relatórios"...muito bom! (note-se que apenas achei piada, não estou a questionar a necessidade disso).

    E esse apoio técnico em obra é um ordenado por mês...será que eles vão ter alguém permanente em obra?
  5.  # 5

    Agradeço a todos o vosso contributo e o tempo disponibilizado nas respostas.

    Na realidade sim, poderá haver necessidade de fazer uma avaliação de outro relatório, pela especificidade da questão.
    J
    á contactei o condomínio a requerer pelo menos mais 2 orçamentos para apreciação e parece que teremos que partir daí.
  6.  # 6

    Colocado por: arkicantrelNa realidade sim, poderá haver necessidade de fazer uma avaliação de outro relatório, pela especificidade da questão.
    J


    Não percebi. Não entendo.

    A haver avaliação de trabalho efectuado, terá sempre de ser realizado por entidade autónoma. Portanto fora desse orçamento.
  7.  # 7

    Muito caro! Existem bons arquitetos com preços mais simpáticos.
    Importante saber a zona…
  8.  # 8

    Colocado por: powerPTMuito caro!

    como sabe que é caro? Não se sabe sequer a natureza dos trabalhos/ serviços a executar.
  9.  # 9

    parece ser caro, mas depende da descrição dos trabalhos solicitados e das respetivas quantidades.
  10.  # 10

    Colocado por: arkicantrelreabilitação de um prédio em zona histórica (com cerca de 200 anos).


    Olá, como espera que saibamos quando apenas deixou esta descrição? Um prédio como? De que tamanho? Quantos pisos? Onde? Em que estado? Que utilização tem? E qual terá?

    Pior ainda é opinar se é caro ou barato sem saber do que se trata. Tanto pode ser estupidamente caro como barato.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
  11.  # 11

    Sem um relatório a avaliar o relatório de avaliação dos relatórios, eu não adjudicava.
  12.  # 12

    Colocado por: econom.pedro

    E esse apoio técnico em obra é um ordenado por mês...será que eles vão ter alguém permanente em obra?


    850 €/mês não dá para pagar sequer um salário mínimo, muito menos um vencimento de um técnico (para cima de 3.000 €/mês brutos)

    Como é óbvio, o técnico não estará a tempo inteiro na obra. Quanto muito uma visita semanal para as reuniões com o empreiteiro
  13.  # 13

    Colocado por: marteloescopro

    850 €/mês não dá para pagar sequer um salário mínimo, muito menos um vencimento de um técnico (para cima de 3.000 €/mês brutos)

    Como é óbvio, o técnico não estará a tempo inteiro na obra. Quanto muito uma visita semanal para as reuniões com o empreiteiro
    850€ para uma visita semanal, Dasse
  14.  # 14

    Colocado por: marteloescopro 850 €/mês não dá para pagar sequer um salário mínimo, muito menos um vencimento de um técnico (para cima de 3.000 €/mês brutos)

    Como é óbvio, o técnico não estará a tempo inteiro na obra. Quanto muito uma visita semanal para as reuniões com o empreiteiro


    Um Director de Obra ganha ACIMA DE 3.000€/mês brutos?!? ...se assim é, claramente errei na profissão.

    Já para não falar do que o DR1982 já referiu...pagar isso tudo, para depois só pôr lá os pés 4xs por mês (uma em cada semana)...vai lá, vai...
  15.  # 15

    Colocado por: econom.pedroUm Director de Obra ganha ACIMA DE 3.000€/mês brutos?!? ...se assim é, claramente errei na profissão

    Só pode estar a gozar... 3k brutos para a entidade patronal significa bem menos que 1500 para o empregado... Se multiplicarmos por 11 e dividir por 14...uiii,nem 1000 paus recebe
  16.  # 16

    Colocado por: econom.pedro

    Um Director de Obra ganha ACIMA DE 3.000€/mês brutos?!? ...se assim é, claramente errei na profissão.

    Já para não falar do que o DR1982 já referiu...pagar isso tudo, para depois só pôr lá os pés 4xs por mês (uma em cada semana)...vai lá, vai...


    Um engenheiro ganhar 1.500 €/mês líquidos custa mais de 30.000 €/ano à empresa (subsídios natal e férias, alimentação, segurança social e seguro).

    Junta-lhe o carro da empresa, gasóleo, estacionamento, computador e telemóvel, EPI's.
  17.  # 17

    Mas estou(tamos) a interpretar mal, estes 850€ do orçamento ainda não é para o Director Técnico, é para o arquitecto ou engenheiro dos projectos...!
 
0.0142 seg. NEW