Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom dia pessoal,

    Em 2016, comprei uma casa a uns tios da minha namorada que anteriormente seria dos pais dela. Como eles tinham problemas em bancos e finanças não conseguiam fazer crédito, pelo que eles fizeram crédito e os meus supostos sogros pagavam a ele o crédito. Entretanto ele não queria mais a casa no nome dele e exigiu que eles encontrassem outra solução, daí entrei eu e fiz um crédito em meu nome e comprei a casa aos tios da minha namorada.

    Como forma de aluguel, eles pagavam o crédito o imi e os seguros de vida e da casa, tudo em meu nome. Ao invés de fazer um contrato, ficou apenas falado. Eu infelizmente tive um acidente de trabalho, e fiquei reformado a 100% e o seguro pagou o crédito na totalidade. Ficando a casa paga, mas tudo em meu nome.

    Agora passados 8 anos, foram a tribunal pedir a anulação das escrituras, e alegam que nós sabíamos que a casa era deles e que nós apenas demos o nome no banco etc etc etc.

    Será que existe mesmo a possibilidade de eles conseguirem anular as duas compras e eu tenha mesmo que lhes dar a minha casa?

    Alguém já passou pelo mesmo? Muito obrigado
  2.  # 2

    Agradecia algumas respostas de alguém que já tenha passado pelo mesmo. Estou sem ideia, mas ao mesmo tempo, eu não fiz nada de errado, fiz tudo pela lei e não tentei burlar nada nem ninguém.
    Muito obrigado
  3.  # 3

    Tem de arranjar um advogado
  4.  # 4

    ou dois... isto está algo confuso
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Chaguinho
  5.  # 5

    Não é comum acidentes de trabalho gerarem oficialmente incapacidade a 100%, excepto quanto é mesmo, mesmo, muito grave, ou morte.
    Quem vive na casa actualmente?
  6.  # 6

    Não é a reforma que vem ao caso. O caso é será que vão conseguir cancelar a compra da casa? O tema não é a minha reforma nem nada disso.
  7.  # 7

    Colocado por: ChaguinhoNão é a reforma que vem ao caso. O caso é será que vão conseguir cancelar a compra da casa?
    Sinceramente não estou a ver como o podem fazer. Se a casa está em seu nome, e o empréstimo tb...a casa é sua. Não existe isso de "apenas dar o nome".

    Agora outra coisa bem diferente é eles sairem da casa.

    Mas como lhe disseram, consulte um advogado, uma vez que a situação pode ter algumas particularidades que o pessoal do forum desconhece.
    Concordam com este comentário: rui.fern
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Chaguinho
  8.  # 8

    Hall_9000, pois mas o problema é que eles alegam, que quando eu comprei a casa, que sabia que a casa era deles e que tanto eu como os antigos donos, apenas contraímos hipoteca para os ajudar. Apesar de eu nunca ter assinado nenhum documento em como aceitava ao que dizia saber sobre esse assunto.

    Enquanto a casa esteve em dívida ao banco e eu os pressionei para eles arranjarem dinheiro para fazer a escritura e passar a hipoteca para nome deles, eles não podiam e arranjavam as desculpas todas. Logo a seguir o seguro pagar o empréstimo bancário, devido a minha invalidez, começaram a precionar me a mim para que lhes passase a casa para o nome deles.
    Eu disse que só passava a casa para o nome deles, se eles me pagassem o dinheiro que o meu seguro pagou pela hipoteca. Estarei eu a ser demasiado ganancioso ao terei eu razão? Terão eles alguma forma de ganhar o caso alegando que nós sabíamos disso e que eles sempre viveram lá naquela casa? Quando eu e os antigos donos fizemos sempre tudo direitinho com os bancos e escrituras etc etc…
    Já falei com advogada, mas esta diz que temos que esperar ir a tribunal e esperar para ver o que o juiz decide….
  9.  # 9

    Não havendo nada escrito e registado em notários , a única coisa que existe é uma compra e venda de imóvel com uma escritura legal.

    Tudo o resto é “diz que disse “… mantenha a história que comprou a casa , mas permitiu que eles lá vivessem desde que pagassem as obrigações financeiras do imóvel ( aluguer)
    Period !

    Também não concordo que eles tenham que lhe pagar o valor assumido pela seguradora, não percebo porque entende ser um valor a pagar.
    Uma coisa é você aceitar “revender a casa” por quantia X , mas a ser honesto eu não o faria. Tem um bem imóvel nestes momento 100% pago.

    Alias se isso der raia , até o banco e a seguradora podem exigir—lhe o dinheiro de volta por possível fraude .
  10.  # 10

    Isto não é assunto para resolver no fórum, trate de arranjar um bom advogado
    Concordam com este comentário: Quilleute
  11.  # 11

    Colocado por: QuilleuteAlias se isso der raia , até o banco e a seguradora podem exigir—lhe o dinheiro de volta por possível fraude .
    Pois, atenção a isto do seguro....
  12.  # 12

    Colocado por: ChaguinhoComo forma de aluguel, eles pagavam o crédito o imi e os seguros de vida e da casa, tudo em meu nome

    Alguma parte deverá ser deles, pelo menos a nível moral.

    Colocado por: Chaguinhocomprei uma casa a uns tios da minha namorada que anteriormente seria dos pais dela.

    Pagou-lhes alguma coisa?

    Colocado por: ChaguinhoAlguém já passou pelo mesmo?

    Duvido!
    Esta situação deve ser única.

    Colocado por: QuilleuteAlias se isso der raia , até o banco e a seguradora podem exigir—lhe o dinheiro de volta por possível fraude .

    Pois!
    Daí os tios da namorada, deverem é chegar a um acordo consigo!
    Antes de andarem a fazer "propaganda" do que se passou.


    Na minha opinião, a casa legalmente é apenas sua e só sua.
    • Palhava
    • 13 fevereiro 2024 editado

     # 13

    Colocado por: ChaguinhoAgora passados 8 anos, foram a tribunal pedir a anulação das escrituras, e alegam que nós sabíamos que a casa era deles e que nós apenas demos o nome no banco etc etc etc.

    Não têm muita esperteza...
    Mas pode vir a ter problemas é de não ter passado recibos de renda e de não ter declarado o "arrendamento" nas Finanças.


    Por ter dado o nome, ficou impedido de ter o seu próprio empréstimo para uma casa sua. Caso precisasse.
    Concordam com este comentário: Chaguinho
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Chaguinho
  13.  # 14

    Colocado por: ADROatelierNão é comum acidentes de trabalho gerarem oficialmente incapacidade a 100%, excepto quanto é mesmo, mesmo, muito grave, ou morte.
    Quem vive na casa actualmente?

    Uma pessoa tenta ajudar e ainda recebe rabecadas.
    💪💫⭐✨🍀❤️
  14.  # 15

    Palhava.

    Sim eu na altura ainda lhes paguei muito dinheiro.
    Agora apenas lhes pedia que comprassem a casa para eles, mas a preço justo. Não peço o dinheiro real nem mais do que me devem.
    Mas infelizmente é assim, nós ajudamos e ainda levamos patadas.
  15.  # 16

    façam muito alarido que o seguro pede o dinheiro de volta...
    não tem outra forma se não arranjar advogado, a prova testemunhal neste caso é muito importante e vai ser muito confuso entender essa historia, pois a parte documental é o normal.
    esqueça o forum e vá ontem a um advogado
  16.  # 17

    Bettencourt

    Ja foi a advogada, ela diz que legalmente está tudo correto e vamos a tribunal e resolver nos sítios que se deve ir. E fazer.

    Só queria ouvir algumas opiniões e saber se alguém por aqui já teria passado pelo mesmo. E normal que aqui não vou resolver as coisas. Mas desabafar com alguém e falar sobre o assunto às vezes faz bem. Mas a pessoas que não entendem isso e partem logo para ignorância. Não estou dizendo que foste tu ao que és o caso. Estou apensas dizendo que existe pessoas assim.


    Agradeço a ajuda de alguns e os que resolvem passar para a ignorância um grande e forte abraço para eles perceberem que nem todos são como eles. 😜
  17.  # 18

    Colocado por: Chaguinhoeu na altura ainda lhes paguei muito dinheiro.


    😵‍💫

    Para quê?

    Essa história está muito mal contada.

    Por que motivo você 🫵 ia fazer caridade com alguém que não lhe é nada?

    Se tivesse 100% de incapacidade, não conseguia escrever no computador.
  18.  # 19

    Colocado por: Mariasevera

    😵‍💫

    Para quê?

    Essa história está muito mal contada.

    Por que motivo você 🫵 ia fazer caridade com alguém que não lhe é nada?

    Se tivesse 100% de incapacidade, não conseguia escrever no computador.


    Aparentemente os senhores pagavam o imóvel e restantes despesas, apenas tinham um testa de ferro.

    Agora estão a tentar recuperar o imóvel.

    "Como forma de aluguel, eles pagavam o crédito o imi e os seguros de vida e da casa, tudo em meu nome. Ao invés de fazer um contrato, ficou apenas falado."
  19.  # 20

    Não consigo compreender , como alguém leva outros a tribunal atestando que cometeram múltiplas fraudes para fugir a penhoras ,

    A falta de senso comum é absurda …
    Concordam com este comentário: Palhava, MdeW
 
0.0228 seg. NEW