Iniciar sessão ou registar-se
    • eust
    • 28 março 2024

     # 1

    Bom dia, comprei uma casa em que a construção esta abaixo do nível da estrada.

    Não existe rede de aguas pluviais na estrada, e na parte de baixo do terreno não tenho também ligação a rede de aguas pluviais, são diversos terrenos agricultas.

    Neste momento, a meio do terreno tenho um tubo a escoar para o terreno vizinho, as aguas da serventia, e parte dos telhados. O terreno vizinho é de construção, de momento não tem nada, mais tarde presumo que possa vir a ter.

    Até lá queria minimizar as águas, até por uma questão de erosão do solo, sendo que escorrem junto ao alicerce do muro/anexo.

    Tenho uma fossa sem fundo, vazia, feita em convencional tijolo, que recebia as águas de casa sem dejetos, está agora sem uso porque entre tanto foi feita a ligação a saneamento. O facto de estar vazia e ter carros em cima, preocupa-me a sua estabilidade.

    A pergunta é, é viável utilizar essa fossa para receber a agua das chuvas? Tendo ela água, ajudaria na sua conservação?!

    A fossa leva +/- 6M3.

    Obrigado
      Águas.jpg
  1.  # 2

    Fogo... o seu esquema é praticamente igual à minha casa.
    Quando o meu pai construiu a casa ainda não havia rede de águas domésticas e por isso teve de fazer uma fossa. Acontece que entretanto até terminar a construção instalaram saneamento pelas ruas e a fossa nunca foi usada para o seu fim.
    Como se trata duma fossa rota durante o inverno ela vai acumulando águas que por volta de maio/junho retiramos para rega.
    Não temos as caleiras pluviais a despejar para a mesma como você pretende fazer.
    Não vejo nada de mal em encaminhar as águas para a sua fossa, mas só irá atrasar o "problema" porque rapidamente com uns dias de chuva a fossa transbordará e acabará por ter de seguir o seu rumo para os terrenos dos vizinhos.
  2.  # 3

    eust > lamento a situação que passa, que embora diferente da nossa realidade me fez lembrar um pouco o que se passa aqui connosco.

    A minha sugestão é que para desenrascar no imediato, com uma boa enchada, vá fazendo os regos de condução de água tanto ao longo de toda a estrada que acompanha o seu terreno, como no seu terreno, imediatamente antes da casa, conduzindo para fora/baixo.

    Esse "rego" vai exigir uma manutenção quase diária nos dias de chuva intensa, mas garanto-lhe que depois a água aprende que é para ir por ali.

    Tira fotografias do seu brilharete e abre um e-mail com a sua junta de freguesia a descrever a situação e que voluntariamente está a conduzir a água na via pública, mas gostaria de saber qual a disponibilidade para que seja feita uma intervençao mais profunda no local.

    Se tiver a mesma sorte que nós, ao fim da segunda comunicação enviaram uma equipa da Junta para fazer eles mesmos essas valetas manuais e em uma delas inseriram um cano plástico. Não resolveu mas melhorou.



    SUGESTÃO | não protele ou adie muito a situação! Tivemos literalmente muros de pedra em risco por o termos feito por um mês.
      Águas2.jpg
 
0.0095 seg. NEW