Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 21

    Até parece que descobriram agora a pólvora, há mais de 30/40 anos, já muitos "patos bravos", construíam para arrendar.

    Com as leis do arrendamento vitalício ao longo dos anos, muitos inquilinos ainda pagam uns 25€ mensais e ninguém os tira de lá.
    • EFHV
    • 12 junho 2024

     # 22

    Não desfazendo ninguém que aqui participa, nem a natureza do forum, obviamente, mas eu arriscaria a dizer que num projeto desta natureza, a construção será a questão menos complicada. Já o processo todo de investimento, estudo de rentabilidade, cronograma do investimento, etc... será sim um tema mais direcionado para gestão e promoção imobiliária (Real Estate Development) e não, também nada a ver com Mediação Imobiliária. As nossas Mediadoras continuam a ser no geral muito fracas a nível de conhecimento sério do Mercado. Ainda há muita confusão com as figuras do Mercado. Boa sorte
    • migg
    • 13 junho 2024

     # 23

    Colocado por: master_chiefVoces têm que abrandar este apedrejamento ao jovem...
    ele apenas quer saber como funciona a cena


    Isto, tenham calma que não vou resolver o problema da habitação de Portugal ando só a investigar a industria para saber se é algo que deva perder o meu tempo ou não... Mas é díficil ter conversas construtivas por aqui...
    • migg
    • 13 junho 2024

     # 24

    Colocado por: DonaRutePara iniciar neste ramo seria mais sensato comecar com algo mais pequeno. Nao é facil e as estimativas de obra derrapam muito depressa. A gestao da obra e os timings podem ser frustrantes.
    Com o simplex pode ser que nao tenha de esperar 1 ano para iniciar a obra, nem 1 ano para receber a LU. Uma simples reabilitação de um predio mini pode demorar muito tempo... é desesperante ter tanto capital parado e nao poder fazer nada , a nao ser esperar por documentos.
    Saiu um estudo que dizia que os agregados familiares estao a mudar, sendo constituidos maioritariamente por 1 pessoa, dai estarem a investir em T0 e T1.
    Invista com cautela. Nao se fie nos orçamentos "estimados" por quem nao constroi (acrescente mais uns 20% no mínimo).
    Sabe quais os benefícios fiscais que pode usufruir? Sabe fazer o calculo da rentabilidade, ROI, etc?
    Boa sorte.
    Concordam com este comentário:marize


    Sim, inicialmente quero começar por fazer apenas uma ou duas moradias T2 para ver o resultado, se correr mal corre em escala pequena.

    A parte dos benefícios fiscais já investiguei algumas coisas.

    A nível de ROI já fiz algumas estimativas não vai deixar ninguém rico... O ROI vai estar muito dependente do custo da obra ou seja a grande questão é como construir de forma eficiente e o custo controlado.

    O que me mete mais atrás de fazer este investimento em Portugal é a legislação a favor do inquilino caso não pague.
  2.  # 25

    Hey, instead of giving Migg a hard time, why don't you help him out? Come on, don't be mean...

    🙄

    Agora a sério, BTR em Portugal não fecha a equação, em especial com IVA a 23%.

    Logo, primeira coisa num projecto de pequena dimensão seria avaliar possibilidade de licenciar outra coisa que não habitação para o IVA ser dedutível (projectos grandes não funciona, tem mesmo de suportar IVA).

    Cereja em cima do bolo, deixa de haver contratos de arrendamento, isn't that sweet?
  3.  # 26

    Colocado por: miggO que me mete mais atrás de fazer este investimento em Portugal é a legislação a favor do inquilino caso não pague.

    https://forumdacasa.com/discussion/94584/3/programa-arrendar-para-subarrendar-pas/#Comment_2163497
 
0.0140 seg. NEW