Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Tenho um problema comum no meu apartamento e no dos meus pais: A existencia de apenas um unico tubo com 70 ou 90 mm para exaustao da cozinha

    Em casa dos meus pais ensaiei o que esta na foto abaixo, ou seja, um exaustor da S&P Directamente ligado ao tal buraco, e o do esquentador a ir ter dentro da chamine.

    Ate funciona bem, mas é ruidoso pois são dois exaustores a trabalhar...
    Tem ainda o problema de a grelha do exaustor estar a derreter, pois o ar que sai do esquentador vem muito quente.

    Pensei no esquema que desenhei , o de colocar um Y, será melhor ?
    Será que com o Y os gases do esquentador nao voltam pelo exaustor, e os do exaustor voltam pelo esquentador ?

    Haverá alguma hipotese que me esteja a escapar ?
      Exaustor.jpg
      Esquema.jpg
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Olá
    Neste caso só posso falar com base na minha experiência em casa, e não como técnico qualificado no assunto. Tenho um sistema tipo Y, mas devido ás dificuldades de extracção da saída comum (110cm), acabei por ter de comprar um esquentador novo com extractor activo de gases e desligar um dos dois motores do exaustor, pois a potência deste último era tão elevada que parte dos gases do fogão retornavam pelo tubo do esquentador.

    cumps
  4.  # 3

    Pois ... é esse o meu receio ...

  5.  # 4

    se colocar exactamente como no esquema não deverá ter problemas de retorno no esquentador, NUNCA coloque uma peça em T.
  6.  # 5

    Os esquentadores possuem um sensor que por acumulação de gases faz apagar o mesmo, por isso não arrisque nem com o esquema que preconiza, terá que colocar a saida do esquentador acima do nivel do exaustor e fugas independentes
  7.  # 6

    Colocado por: Costa53Os esquentadores possuem um sensor que por acumulação de gases faz apagar o mesmo, por isso não arrisque nem com o esquema que preconiza, terá que colocar a saida do esquentador acima do nivel do exaustor e fugas independentes


    Boas!
    O que entende por fugas independentes ?
  8.  # 7

    Colocado por: Costa53Os esquentadores possuem um sensor que por acumulação de gases faz apagar o mesmo

    note que é um esquentador ventilado, e saidas independentes o civismo não tem,

    logo a "menos pior" solução é um Y com o defletor interno e saída única como ele colocou,

    o ideal seria como diz, agora creio ser impossível de realizar na grande maioria das casas.
  9.  # 8

    Ja pensei em meter o esquentador ventilado directo para a rua, com uma grelha estilo respiradouro, e as tantas os vizinhos ate pensavam que era maquina de secar roupa, mas receio que fique mascarrado ao fim de algum tempo...
  10.  # 9

    Numa pesquisa que efectuei, encontrei um kit de extracção forçada que se aplica em esquentadores de ventilação convencional. Não conheço os resultados, mas pode ser mais um dado na equação.
    Anexo um doc sobre esse kit e um link para outro kit semelhante http://www.i2t.pt/?link=1076&op=detalhe. Depois de clicar no link, ver em: Aquecimento / Esquentadores FAGOR
      Kit de Extração.JPG
  11.  # 10

    No link acima, ver o extractor em: Aquecimento / Esquentadores FAGOR
  12.  # 11

    Acabei de encontrar um Obturadores anti-retorno que é capaz de assentar que nem uma luva no que preciso, é da S&P

    http://www.solerpalau.pt/product.jsp?PRODUCTID=430&CATEGORYID=120

    Se colocar um destes Obturadores anti-retorno em cada uma das entradas do Y, em principio terei o problema resolvido, não ?
      Esquema com deflector.jpg
  13.  # 12

    Colocado por: civismoSe colocar um destes Obturadores anti-retorno em cada uma das entradas do Y, em principio terei o problema resolvido, não ?


    Quase...

    O esquentador tem que ser ventilado para assim funcionar.

    Mas é necessário fazer uma abertura numa parede para a rua com 100x100 mm no mínimo à altura máxima de 30 cm (se for gáz natural tem que ser junto ao tecto)

    Agora se quer cumprir a lei e ficar com segurança é fácil, faça a grelha na mesma e uma saída directa para o exterior e coloque uma chaminé própria ou um T, só assim é legal.
    Concordam com este comentário: CIVILPRIME
  14.  # 13

    Colocado por: Jorge Santos - Faro

    Quase...

    O esquentador tem que ser ventilado para assim funcionar.

    Mas é necessário fazer uma abertura numa parede para a rua com 100x100 mm no mínimo à altura máxima de 30 cm (se for gáz natural tem que ser junto ao tecto)

    Agora se quer cumprir a lei e ficar com segurança é fácil, faça a grelha na mesma e uma saída directa para o exterior e coloque uma chaminé própria ou um T, só assim é legal.


    O meu esquentador é de facto ventilado .

    Quanto à abertura para a rua, é complicado pois vivo num apartamento, o que quer que faça vai desfigurar um pouco o predio, por isso tenho mesmo que ir para um Y
  15.  # 14

    atenção que se colocar o obturador na saida do esquentador isto não vai funcionar, porque o obturador introduz uma perda de carga significativa originada pela mola de retenção, e essa perda de carga vai originar que o esquentador vai ficar com pouca saida de gazes de combustão, originado uma situação potencialmente perigosa.
  16.  # 15

    Colocado por: jorgealvesatenção que se colocar o obturador na saida do esquentador isto não vai funcionar, porque o obturador introduz uma perda de carga significativa originada pela mola de retenção, e essa perda de carga vai originar que o esquentador vai ficar com pouca saida de gazes de combustão, originado uma situação potencialmente perigosa.


    Mesmo quando é ventilado ??
  17. Ícone informação Anunciar aqui?

  18.  # 16

    Colocado por: civismoMesmo quando é ventilado ??

    se não fosse ventilado, nem tinha força para abrir o obturador.
  19.  # 17

    Se o esquentador tem ventilação forçada, não vejo motivo para o Y não funcionar, pois essa é a solução que tenho em casa, e já passou por duas inspecções.
    Como já referi, o único cuidado que tive que ter, foi reduzir o fluxo proveniente do exaustor do fogão, desactivando um dos dois motores.
    Em alternativa, poderia ter mantido os dois motores, desde que estes não funcionassem na rotação máxima, mas por precaução optei por eliminar um deles.
  20.  # 18

    Colocado por: infinitozeroSe o esquentador tem ventilação forçada, não vejo motivo para o Y não funcionar, pois essa é a solução que tenho em casa, e já passou por duas inspecções.
    Como já referi, o único cuidado que tive que ter, foi reduzir o fluxo proveniente do exaustor do fogão, desactivando um dos dois motores.
    Em alternativa, poderia ter mantido os dois motores, desde que estes não funcionassem na rotação máxima, mas por precaução optei por eliminar um deles.


    Mas no seu caso tem entrada de ar exterior não tem ? Eles nem ligam as esses "pequenos" pormenores mas tem que ter.
    Bem, em dias de vento favorável esses tipos das inspecção, até passam coisa bem ilegais ...

    As companhias de seguro em caso de incêndio é que depois não perdoam nada e se está mal, nada pagam..


    NUNCA podemos confiar apenas nas aprovações do IGT. Eles apenas fazem os seu teste nada mais! ou passa ou não passa!
    NUNCA vão verificar as instalações, é penas mas não têm que o fazer. A regra é simples... quem assina é que se responsabiliza nada mais.

    A entrada de ar exterior pode ser numa parede ou numa porta. É melhor desfigurar o prédio do que morrermos, por exemplo em caso de fuga de gás...
    Ou intoxicado... Bem, nem doí nada.
    Quanto muitos por serem mais baixos já "patinaram" com esses pormenores simples de más instalações ?
  21.  # 19

    Os testes foram feitos pela própria Lisboagás e mais tarde por uma entidade credenciada.
    Em ambos os casos, fecharam todas as portas e janelas da cozinha e acenderam em simultâneo os bicos do gás e esquentador para detecção de co2.
    Quero crer que os testes foram bem realizados, pois nestas coisas não devemos arriscar.
    Que eu tenha conhecimento, não existe nenhuma entrada do exterior, o apartamento foi construído na década de 70.
  22.  # 20

    Atenção que a instalação não foi feita por mim, mas por uma empresa credenciada.
    Foi durante essa instalação que se constatou que um dos motores do exaustor tinha que ser desligado, e que era necessario a substituição do esquentador por outro com exaustor activo.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">