Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa noite,

    Apesar de ter jeito zero para obras acompanho o fórum com regularidade (muito se aprende por aqui) e lembrei-me de vos pedir uma opinião.

    Sou administrador de um condomínio e temos um problema de infiltrações pela laje do telhado (edifício com quase 50 anos). A laje está "impermeabilizada" com aquela tela de alumínio e a impermeabilização foi feita certamente há bem menos de 10 anos, sendo que há vários que o problema é notório (que obviamente se tem vindo a agravar). Não sei se anteriormente houve algum tipo de impermeabilização.

    A tela tem pequenos furos e zonas ocas (a levantar portanto, presumo). O resultado é o tecto das escadas ter a tinta a lascar de forma grosseira e a cair.

    Pedi alguns orçamentos e quase todos os empreiteiros apresentaram como solução aplicar tintas/betumes impermeabilizantes por cima de tudo o que lá está (ie, por cima daquela tela de alumínio toda). Pesquisei no fórum por situações idênticas e invariavelmente refere-se a necessidade de levantar a impermeabilização deficiente existente - o que me faz sentido. O que me leva a perguntar: algum bom motivo para estes empreiteiros estarem a propor a solução que estão a propor? (apenas um dos empreiteiros disse que a tela teria que ser toda levantada)

    Será que podem dar uma ajuda?

    Obrigado desde já.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Colocado por: halopesO que me leva a perguntar: algum bom motivo para estes empreiteiros estarem a propor a solução que estão a propor? (apenas um dos empreiteiros disse que a tela teria que ser toda levantada)


    Sim, há um excelente motivo: è fácil, é barato (para eles), qualquer servente sabe dar 2 pinceladelas e daqui a pouco tempo, está tudo na mesma, excepto o seu bolso.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, eu, nielsky, CIVILPRIME
  4.  # 3

    boa noite...

    ainda dando o beneficio da dúvida as telas liquidas... apesar de nunca as aconselhar, neste caso especifico é que nunca as aconselharia... pois o suporte encontra-se danificado....

    neste caso opte sempre por remover a tela antiga e colocar 2 camadas de tela nova, sendo qeu a ultima camada pode ser em tela com acabamento de xisto em vez do alumínio...

    cumps

  5.  # 4

    Será que podem dar uma ajuda?
    a ajuda já foi dada, eu apenas reforço retire essa tela e faça as coisas como deve ser, essas telas liquidas custam uma pipa de massa e para o seu caso de nada lhe vão ajudar
  6.  # 5

    Muito obrigado pelos comentários.

    O empreiteiro que falou na remoção da tela propôs aplicar, depois de removida a tela, uma demão de primário REGICRIL DE MATESICA e posteriormente duas demãos de GUMASIL DA MATESICA.

    É uma solução? Ou isto é a tela líquida que vocês não recomendam?
  7.  # 6

    Quanto é que lhe pediu por m2?
    O problema da membranas liquidas é que necessitam da quantidade de material aconselhada pela ficha técnica.

    Sistema simples (sem armadura) aplicado sobre Tela Refª GE100 + Selant Refª 429 - 0,4 a 0,5 Kg/m2/demão.
    Sistema armado com rede fibra de vidro – Deverá obter-se um consumo final 2,5 a 3 Kg/m2.


    Uma das formas de eles pouparem dinheiro é meter apenas metade da quantidade o que terá implicações graves na sua durabilidade. Quando vejo preços de 12€/m2 já sei que o que se passa. Se o kg custa 8.04€ de tabela, mesmo com 35% de desconto sai a 5.22€, ficando o m2 entre os 13.05 e os 15.50€ (só material). Ainda falta a mão de obra, a rede de reforço, o primario e a preparação da base.

    Mas bem aplicada, é uma boa solução esteja a base em bom estado e não se esquecerem do primário. Veja a fotografia do que é uma má aplicação. Este senhores nem as dobras fizeram, mas o dono de obra mereceu-o bem. Adjudicou restauro de património ao preço mais baixo, fizeram o que era fácil, faliram e agora volta a a adjudicar ao preço mais baixo.

    Outro que pensa que os preços baixos se consegue espremendo o lucro do empreiteiro.

    Esta foto têm ainda outro pormenor delicioso.
    Concordam com este comentário: CIVILPRIME
      2320-Ferreira.jpg
  8.  # 7

    Colocado por: halopesMuito obrigado pelos comentários.

    O empreiteiro que falou na remoção da tela propôs aplicar, depois de removida a tela, uma demão de primário REGICRIL DE MATESICA e posteriormente duas demãos de GUMASIL DA MATESICA.

    É uma solução? Ou isto é a tela líquida que vocês não recomendam?


    Essa é uma boa solução (e cara), desde que o façam de acordo com as recomendações do fabricante:
    http://www.matesica.com/index.php?option=com_content&view=article&id=56&Itemid=3

    Pelo preço que pode ficar isso aconselharaia a pedir orçamento para impermeabilização com membrana de PVC reforçada ( por exemplo da SIKA/ SARNAFIL), que tem uma durabilidade superior e o preço é mais baixo que solução de membrana liquida ( necessita é de pessoal especializado, pelo que nem todos o o fazem)
    Concordam com este comentário: Paulo Correia
    • halopes
    • 23 Fevereiro 2012 editado

     # 8

    Muito obrigado pelas explicações.

    O orçamento está nos 1500€ + IVA (inclui tratamento do algeroz e pintura do tecto). Não sei a área ao certo [não é muito grande mas isto é relativo bem sei] mas mais logo tento medir e actualizo a informação.

    O empreiteiro oferece garantia de 5 anos e diz que entrega um certificado de conformidade de aplicação do produto (haverá um técnico da MATESICA a acompanhar a obra).

    Sinceramente prefiro pagar bem e ficar com o problema (bem) resolvido mas não queria pagar mais do que o certo e justo (se é que me faço entender). A tela que lá temos foi aplicada há não muitos anos e agora temos um problema. Não queria que acontecesse o mesmo no futuro. E ainda por cima tratando-se de dinheiros de condomínio.

    Talvez não seja nada má ideia pedir também orçamentos para impermeabilização com membrana PVC reforçada, como referem.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Flica
  9.  # 9

    boa tarde

    eu sinceramente optava por colocar telas asfalticas ou pvc... e não telas líquidas.... ficava melhor servido, pois os erros de aplicação são bastantes menores e o empreiteiro não pode tanto fugir aos materiais..

    cumps
    • ntqf
    • 23 Fevereiro 2012

     # 10

    Boas, Existe uma argamassa muito boa que consiste em um traço de resina com cimento fibrado. Substitui na perfeição a tela de aluminio.

    ha lopes deixo uma mensagem pessoal.
  10.  # 11

    Colocado por: ntqfExiste uma argamassa muito boa que consiste em um traço de resina com cimento fibrado. Substitui na perfeição a tela de aluminio.


    E qual é? preços? fichas técnicas?
  11.  # 12

    Boas.

    Peguei na fita métrica e, contas por alto, a área a impermeabilizar são cerca de 20 m2, dos quais em cerca de 7 m2 há tecto interior para pintar.

    Bem sei que tudo é muito relativo, mas os 1500€ do orçamento fazem sentido?
  12.  # 13

    boas... parece um pouco caro.... mas depende da zona

    isso com duas camadas de tela asfaltica de qualidade e a pintura do tecto, não deve chegar a esses valores.... e ficava bem servido...

    cumps
  13.  # 14

    Com essas áreas esqueça o valor por m2.

    uma coisa que ainda não percebi é se estamos a falar da placa da caixa da escada ou dos algerozes, mas em qualquer dos casos a tela de pvc parece me desajustada, pois os remates necessários para um trabalho em condições iriam encarecer bastante.

    Tela de alumínio enfolada é para arrancar, não existe outra alternativa

    Telas liquidas, só se o valor for significativamente inferior as duas telas cruzadas com acabamento a xisto (caso seja lage, que me parece o mais provavel).

    argamassas cimentícias, seria a minha segunda hipótese, pois não sendo a melhor solução apresente um preço bastante mais simpático do que as verdadeiras telas liquidas e tem uma durabilidade idêntica as mesmas.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, costa3333
  14.  # 15

    Colocado por: halopesPedi alguns orçamentos e quase todos os empreiteiros apresentaram como solução aplicar tintas/betumes impermeabilizantes por cima de tudo o que lá está (ie, por cima daquela tela de alumínio toda). Pesquisei no fórum por situações idênticas e invariavelmente refere-se a necessidade de levantar a impermeabilização deficiente existente - o que me faz sentido. O que me leva a perguntar: algum bom motivo para estes empreiteiros estarem a propor a solução que estão a propor? (apenas um dos empreiteiros disse que a tela teria que ser toda levantada)


    Na minha opinião neste caso deve retirar a tela de alumínio e preparar a base para receber a nova impermeabilização. Para tal tem várias opções:

    1) Telas asfálticas. A vantagem das telas está claramente no preço. É uma solução económica e que se for bem aplicada e ficar protegida pode durar tanto como qualquer outra tela. Certifique-se que as duas camadas são aplicadas com as juntas desfazadas e não cruzadas! Se forem cruzadas as telas têm movimentos contrários entre elas e acaba por ter pontos frágeis nos sitios onde há cruzamento de juntas. Peça também para lhe aplicarem uma meia-cana nos remates para que a tela não seja dobrada a 90°.

    2) Telas PVC. Funcionam bem e têm teóricamente um tempo de vida superior às telas asfálticas, são no entanto mais caras. Com o tempo o PVC vai perdendo os amaciadores que contém e tem tendência a ressequir um pouco. Tem ainda a particularidade de ser bastante sensível às flutuações de temperatura, ficando mais riga com temperaturas baixas e mais suave com temperaturas altas. Se p.ex. pela manhã temos 3° e durante o dia a temperatura sobre para 15° a tela terá que suportar alterções bruscas na sua consistência. No entanto é uma solução que bem aplicada também tem muitas vantagens em relação à tela asfáltica (mais elástica e resistente aos UV).

    3) Telas líquidas. Se optar por uma tela líquida de qualidade e bem aplicada é uma excelente solução. A única desvantagem que tem em relação às anteriores (principalmente em relação às asfálticas) é efectivamente o preço. De resto são mais elásticas, resistentes aos UV, têm uma durabilidade superior, são permeáveis ao vapor de água, não têm juntas ou emendas, aderem perfeitamente a qualquer material (cimento, betão, metal, madeira, telas asfálticas etc.) e moldam-se a qualquer forma, tornando mais simples e seguro impermeabilizar pontos singulares como p.ex. remates ou saídas de água. Certifique-se que as telas líquidas sejam aplicadas segundo as instruções da respectiva marca e exija sempre a inclusão de uma armadura. Os alemães têm uma norma própria para as telas líquidas que impõe o seguinte: utilização de um primário de aderência, espessura min. 1,8mm por m², e inclusão de geotêxtil com um min. de 110g/m².

    4) Como já foi referido aqui, existem também argamassas cimentícias de qualidade no mercado que podem constituir uma boa solução de impermeabilização. São no entanto menos elásticas que as telas líquidas e têm por isso mais tendência a fissurar. Se optar por esta solução tenha em atenção que também devem ser armadas.

    Quanto ao preço proposto no orçamento à primeira vista parece-me uma pouco puxado. No entanto para avaliar o preço com exactidão seria necessário saber quais são os trabalhos a realizar para além da impermeabilização e pintura (como p.ex. remoção da tela antiga e preparação da base) e quais são as condições no local.

    Independentemente da sua escolha, tenha sempre em atenção que o melhor produto/sistema só resulta se for bem aplicado. Nesse sentido mais importante que a própria solução é ter uma empresa aplicadora conscienciosa, com referências e bem preparada para executar o trabalho.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, ntqf, costa3333
    Estas pessoas agradeceram este comentário: |RiC|
  15. Ícone informação Anunciar aqui?

  16.  # 16

    A solução proposta pelo Sr. Paulo Correia é excelente (sistema semi aderente). A proposta pelo empreiteiro é viavél desde que se verifique a premissa do terraço ter boas pendentes.

    Num caso como este as telas liquidas são a melhor opção, embora seja necessário ter em atenção que provavelmente a cola betuminosa da tela existente não se conseguirá remover na totalidade e a mesma deve ser neutralizada. Os produtos referenciados (Regicril e Selant) seriam a minha escolha.

    Há outra opção ( que ainda não testei) com as membranas liquidas SIKA Roof MTC sobre um primário para superfícies betuminosas.
  17.  # 17

    Vocês andam todos distraídos. Não repararam no pormenor delicioso ???
      Distraidos.jpg
    • ntqf
    • 4 Março 2012

     # 18

    sim o que tem, de especial
    ?
  18.  # 19

    Boa tarde,

    Peço desculpa por desenterrar este tópico mas devido a alguns problemas relacionados com o condomínio acabei por não conseguir resolver o problema da infiltração. E queria resolvê-lo agora, logo que possível, porque o problema está, naturalmente, a agravar-se.

    Entretanto tinha pedido mais alguns orçamentos mas todos me deixaram de pé atrás por um motivo simples: ninguém se quis comprometer realmente com garantias. Chegaram a dizer-me: "garantia? a garantia que lhe posso dar é que farei o melhor possível" (!?). O que me levanta uma dúvida: qual a garantia prevista pela lei neste tipo de obras? 5 anos? É normal e razoável alguém se comprometer com mais?

    Obrigado.
  19.  # 20

    Colocado por: halopesa garantia que lhe posso dar é que farei o melhor possíve


    Já tinha ouvido esta antes... deliciosa.

    todos os trabalhos (não remendos) tem uma garantia obrigatoria de 5 anos.

    Se lhe querem fazer o trabalho (não remendo) sem dar garantias rasge os papeis e ignore.

    Se o trabalho for na zona de Lisboa mande PM que apresenta-mos orçamento com garantias
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">