Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa noite

    Estou inclinado em tentar comprar uns terrenos rústicos que foram colocados à venda pelas finanças mas como nunca me encontrei nesta situação gostaria de saber se algum dos colegas tem experiencia nestas questões.
    Os terrenos em questão estão à venda na modalidade de "leilão electronico". Alguem sabe como funciona ao certo? Eu fiquei confuso com o facto de eles terem uma "hora de abertura das propostas". Sendo um leilão electrónico as licitações não se deveriam suceder até que a mais alta fosse a vencedora?
    O que me aconselham a saber acerca dos terrenos antes de licita-los?
    Pelo que li, nestes casos não é necessário fazer escritura... Alguém sabe como se processa ao certo e quais são os impostos ao certo a que estamos sujeitos se adquirirmos o imóvel?
    Desde já muito obrigado

    .Dias
  2.  # 2

    Colocado por: .DiasO que me aconselham a saber acerca dos terrenos antes de licita-los?

    O primeiro de todos os conselhos, o mais avisado, é conhecer os terrenos e ter a certeza de que é um bom negócio e de que não está a comprar (licitar) gato por lebre!
    Concordam com este comentário: mmgreg
  3.  # 3

    Obrigado pela resposta, maria rodrigues. De facto, jé conheço os terrenos. Não estou muito à-vontade é com os processos de venda pelas finanças...
    • 1255
    • 27 dezembro 2014

     # 4

    Se conhece os terrenos é só ir ao site das finanças e licitar até ao valor que acha justo para cada artigo.
    Lá encontra o último valor apresentado e a data que termina o leilão. Veja regularmente se altera o valor das licitações. Mas preste atenção nos últimos minutos antes de terminar o leilão, porque é neste periodo que aparecem mais licitações - a um ritmo alucinante, quase ao segundo se for propriedade interessante.
    Se são terrenos rústicos há que ter em atenção a um pormenor importante que lhe pode gorar as expectativas. Há o direito de preferência dos vizinhos. Se o processo foi bem conduzido pelo serviço de finanças local, os confinantes foram informados deste leilão e convidados a licitar. Estes, por serem vizinhos têm direito de preferência e podem ficar com a propriedade pelo valor mais alto da licitação.
    Agora se o Dias é um dos confinantes, está em vantagem.
    Avance.
    Concordam com este comentário: mmgreg, tiago_eco
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Mikit
  4.  # 5

    Colocado por: .DiasObrigado pela resposta, maria rodrigues. De facto, jé conheço os terrenos. Não estou muito à-vontade é com os processos de venda pelas finanças...

    O melhor de todos os conselhos está respondido pelo utilizador 1255. Acho que deveria saber se as finanças, de proximidade, fizeram o que tinha de ser feito! Depois pode (e deve) licitar por baixo e preparar-se para o "assalto final". E não se esqueça de que por um cêntimo se ganha e por um cêntimo se perde!
  5.  # 6

    Conte sempre com a ira dos despojados, familiares e amigos.
  6.  # 7

    Colocado por: .DiasNão estou muito à-vontade é com os processos de venda pelas finanças...
    Se não "domina" bem os leilões das Finanças, dou-lhe um conselho: fuja deles!
    Deixe isso para os "profissionais" que vivem disso. Nada paga o sossego e as noites bem dormidas.
    Tenho lido relatos verídicos de alguém que comprou, que são de arrepiar...
    Concordam com este comentário: maria rodrigues
    • 1255
    • 28 dezembro 2014

     # 8

    Colocado por: A. MadeiraTenho lido relatos verídicos de alguém que comprou, que são de arrepiar...

    Isso é o risco do "negócio".
    • 1255
    • 28 dezembro 2014

     # 9

    Colocado por: pedromdfConte sempre com a ira dos despojados, familiares e amigos.

    É o destino de uma grande parte destas propriedades.
  7.  # 10

    Eu nao domino a parte informatica associada a eles apesar de ja ter lido toda a legislação aplicada... nao percebo porque raio é um leilão e tem uma data de abertura de propostas, por exemplo...
    • 1255
    • 28 dezembro 2014

     # 11

    Colocado por: .DiasEu nao domino a parte informatica associada a eles apesar de ja ter lido toda a legislação aplicada... nao percebo porque raio é um leilão e tem uma data de abertura de propostas, por exemplo...

    Como leilão on-line prevalece sempre a proposta mais alta à hora do fecho do "leilão".
    E não há propriamente uma abertura de propostas, no dia marcado como limite de licitações ou noutro dia e hora marcada pelo chefe do serviço local é feita uma espécie de audiência aos confinantes interessados em exercer o seu direito de preferência. Estes, depois da última proposta podem exercer este dirteito e pelo valor da proposta podem adquirir a propriedade.
    É a este acto que chamam habitualmnente abertura de propostas nestes leilões. Se chamam bem ou mal não sei.
    Os confinantes, se estiverem identificados podem e devem ser convocados para este acto. Ou pelo menos devem ser informados da venda da propriedade. Caso contrário, em condições normais podem fazê-lo (exercer o direito de preferência) quando tiverem conhecimento da transacção.
  8.  # 12

    E atenção ao direito à remissão... penso que é este o nome
    • 1255
    • 28 dezembro 2014

     # 13

    Colocado por: manelvcE atenção ao direito à remissão... penso que é este o nome

    Pois, isso está incluído no post #6
  9.  # 14

    no post #6 fala da ira, ou seja de "vinganças". o que eu falo é "tu" ganhares o leilão e já está tudo feito pela família para na hora ficarem eles com o bem...
    Concordam com este comentário: 1255
  10.  # 15

    Boa tarde

    Hoje passei pela conservatória para ver se os terrenos estavam registados e soube que, para alem de estarem a ser vendidos pelas finanças eles tambem estão hipotecados por um banco...
    No caso de eu adquirir algum dos predios tomo tambem como minha essa hipoteca ou as financas entregam.me o predio livre de todos os encargos?
    Obrigado
  11.  # 16

    Colocado por: .Dias (...) No caso de eu adquirir algum dos predios tomo tambem como minha essa hipoteca ou as financas entregam.me o predio livre de todos os encargos? (...)

    Procure essa informação junto do chefe das finanças locais. É minha convicção de que não tem obrigação de tomar qualquer encargo, portanto as finanças deverão entregar-lhe o bem livre de quaisquer ónus.Todavia não arrisque sem as necessárias certezas. Sabia que, às vezes, as ditas pechinchas escondem problemas que se transformam em pesadelos? Regra geral só descobrimos quando já não podemos arrepiar caminho! Depois atente nesta pormenor: quando há vários interessados, há sempre um que é amigo pessoal de gente das finanças, e que parte em vantagem sem que se saiba como; já comentei que por um cêntimo se ganha e por um cêntimo se perde.
    Há uns tempos, familiar próximo candidatou-se a um leilão electrónico, para aquisição de um imóvel urbano. Fomos conhecer o apartamento e, quase há mesma hora, compareceram outros interessados. Um deles trazia a acompanhá-lo um empreiteiro, ambos conheciam o responsável que mostrava o prédio e, espanto dos espantos, o empreiteiro, logo ali, tratou de tirar medidas aos armários da cozinha e a outros espaços da casa. Não preciso de lhe dizer que o nosso familiar não teve como comprar o imóvel! Nos últimos minutos a licitação foi tão vertiginosa que subiu quase para o dobro do valor inicial. E não foi coincidência aparecer lá o tal empreiteiro com o candidato, porque o responsável, por mostrar a habitação, conhecia-o a ponto de o tratar por "senhor doutor". Desejo-lhe boa sorte na sua licitação.
  12.  # 17

    Colocado por: .DiasBoa tarde

    Hoje passei pela conservatória para ver se os terrenos estavam registados e soube que, para alem de estarem a ser vendidos pelas finanças eles tambem estão hipotecados por um banco...
    No caso de eu adquirir algum dos predios tomo tambem como minha essa hipoteca ou as financas entregam.me o predio livre de todos os encargos?
    Obrigado


    Qualquer imóvel vendido pelas finanças é entregue ao novo proprietário livre de ónus ou encargos, através de despacho emitido pelo chefe do serviço de finanças que procede à venda do imóvel.
    Não existe escritura na compra destes imóveis.

    Aconselho ao interessado a deslocar-se ao serviço de finanças para esclarecer qualquer dúvida. Caso não tenha essa possibilidade, entre em contacto telefónico com o serviço de finanças e peça para falar com a pessoa responsável pela venda judicial.
    Actualmente, e fruto da experiência nestas vendas, estes funcionários já conseguem responder sem grande dificuldade às perguntas colocadas.
  13.  # 18

    Colocado por: .Diasas financas entregam.me o predio livre de todos os encargos?


    Isto.

    Como já disse noutros posts é um risco calculado comprar imóveis nestas condições... A semana passada tive uma escritura de uma casa que foi comprada às finanças por € 18.000,00, o tipo gastou lá uns 4, ou 5 mil euros em reparações e passado um par de meses vendeu por € 75.000,00... Nos prédios rústicos o risco é menor...porque ninguém lá mora...
  14.  # 19

    Fui hoje as finanças e o chefe do serviço informou-me que o bem é-me entregue livre de todos os encargos do anterior proprietario.
    Obrigado.
  15.  # 20

    Boa tarde,
    Já tive algumas experiencias desse género, e o que lhe posso dizer é o seguinte:

    -Nesses casos, quando existe uma hipoteca, o banco pronuncia-se quase sempre.
    -Procure alguém que domine o assunto, para saber até que valores seria um bom negocio para si.
    -Dependendo do seu objectivo, procure também saber se pode construir, etc, etc...
    -Como já foi dito, o prédio rústico em questão é sempre entregue livre de quaisquer ônus ou encargos.
    -Quando realmente são bons negócios, os confinantes estarão sem duvida em cima do acontecimento.
    -Como você proprio diz, nestes casos não se faz escritura. Faz-se apenas o registo em nome do novo proprietário.

    Tente informar-se sobre o histórico do terreno, é sempre bom saber realmente o que se compra. Por vezes quando a esmola é muita, o pobre desconfia.

    Depois de todo esse estudo, se decidir avançar, mantenha-se atento ao portal das finanças e acompanhe o leilão até ao ultimo segundo ;)
 
0.0184 seg. NEW