Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Durante a elaboração do projeto de arquitetura da minha moradia tem havido várias conversas entre nós e o eng.º civil do gabinete de projetos, acerca da solução a propor para o isolamento da casa. Entretanto também temos o apoio na decisão destes pormenores, de um cunhado, que é também é eng.º civil diretor de obra.

    Não pondo em causa que a melhor solução seria o revestimento com ETICS, acabamos por optar por uma questão de custos e pelo facto de a casa ser construída num local não sujeito a grandes oscilações de temperatura (Almada), pela parede dupla com isolamento pelo interior das paredes.

    A solução preconizada pelo Eng.º projetista, e com a qual não concordamos, diz respeito à construção de parede de 32 cm, parede dupla sem caixa de ar, wallmate de 6 cm e pano de tijolo interior com reboco hidrófugo. Alega que os empreiteiros não executam bem a técnica da caixa de ar, e que depois a parede teria que ficar cheia de tubinhos.

    O meu cunhado, Engº Civil Diretor de Obra, aconselha a fazer parede dupla com caixa de ar, assegurando que a técnica teria que ficar bem feita.

    Quais são as opiniões por aqui?
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Concordo.. sem caixa de ar. Acho pouco realista os 32cm... isso vai dar em obra 35cm. Essa espessura de parede, versus um capoto que daria 30cm, vai perder cerca de 10m de area util no seu caso.

    Com tantos elementos salientes no seu projecto ( palas palinha e outras coisas mais), vou ser sincero... eu apostaria no isolamento termico pelo interior ( é verdade que diminui a inercia.. mas poderá ser benéfico.

    Assim para o seu projecto , se não quer o capotto (ETICS), iria para uma solução de tijolo simples, 22, e pelo interior forra integral em sistema de placas de gesso cartonado , lamina para vapor e isolamento termico em lã de vidro... A complementar com tectos falsos etc...


    Ainda. outra hipotes, seria alterar o sistema construtivo para o sistema ecoprime.
    http://www.ecobuild.pt/

    Já estive em diversas obras executadas e poderá ser vantajoso no seu caso, sendo que ainda terá a vantagem de ter paredes exteriores com 25cm ou menos!!!! sem perder requisitos quer termicos quer acusticos.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: PapoilaVerde
  4.  # 3

    A minha opinião como técnico é que não concordo que a solução de revestimento com ETICS seja melhor que a solução de parede dupla, desde que esta ultima seja bem feita com atenção ás pontes térmicas.

    parede de 32 não é boa solução, faça uma parede de 35, pilares de 25cm, alvenaria de 15+11, 3 cm total (2+1) para revestimentos interiores e exteriores 5 cm de xps e 1 cm de caixa de ar. Teoricamente a caixa de ar funciona, na prática são poucos os casos em que funciona devido à má execução, pelo que muitos técnicos optam por aplicar o wallmate (xps) de 6 cm sem caixa de ar.

    Se o isolamento a aplicar fosse lã de rocha era essencial ter caixa de ar de 2 cm corretamente executada, no entanto para o xps não tem problema em não deixar caixa de ar.

    O meu conselho é: parede de 32 estão a pensar colocar parede dupla 11+11, pense em colocar 15+11 que fica mais bem servida.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
    Estas pessoas agradeceram este comentário: PapoilaVerde
  5.  # 4

    Concordando com o riscos, aconselho ainda a correcção de pontes termicas pelo interior... Atenção depois ás lajes intermédias...

    PS: E a arquitecta!!?, não coordena estas questões técnicas? ( confesso que me faz confusão ao alheamento de alguns colegas a estas e outras questões que tem de ser salvaguardadas em sede de projecto)
    Concordam com este comentário: Mk Pt
    Estas pessoas agradeceram este comentário: PapoilaVerde
  6.  # 5

    Colocado por: Pedro BarradasConcordando com o riscos, aconselho ainda a correcção de pontes termicas pelo interior... Atenção depois ás lajes intermédias...

    PS: E a arquitecta!!?, não coordena estas questões técnicas? ( confesso que me faz confusão ao alheamento de alguns colegas a estas e outras questões que tem de ser salvaguardadas em sede de projecto)


    faz-lhe confusao? nao me parece...... voce alguns dos que andam por aqui melhor do que ninguem, sabem que muitos colegas sao assim......
  7.  # 6

    Tenha bem em atenção como resolvem as questões em pilares/vigas/ombreiras/soleiras/peitoris, são os locais onde o isolamento na parede dupla requer uma maior consciencialização da parte de quem executa e de quem projecta, pois são esses locais que normalmente não levam isolamento e existe o tal descontinuamento do isolamento.

    Existem tópicos no fórum onde houve utilizadores que fizeram as suas obras em parede dupla e os mesmos apresentaram certas soluções que até pode tirar ideias das mesmas.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
  8.  # 7

    Colocado por: Pedro BarradasConcordando com o riscos, aconselho ainda a correcção de pontes termicas pelo interior... Atenção depois ás lajes intermédias...

    PS: E a arquitecta!!?, não coordena estas questões técnicas? ( confesso que me faz confusão ao alheamento de alguns colegas a estas e outras questões que tem de ser salvaguardadas em sede de projecto)
    Estas pessoas agradeceram este comentário:PapoilaVerde


    A arquiteta do projeto e o Eng.º Civil acabam por estar muito em contacto. Ela só propõe soluções a nível da artquitetura e ele a nível de construção.
  9.  # 8

    Colocado por: riscosA minha opinião como técnico é que não concordo que a solução de revestimento com ETICS seja melhor que a solução de parede dupla, desde que esta ultima seja bem feita com atenção ás pontes térmicas.

    parede de 32 não é boa solução, faça uma parede de 35, pilares de 25cm, alvenaria de 15+11, 3 cm total (2+1) para revestimentos interiores e exteriores 5 cm de xps e 1 cm de caixa de ar. Teoricamente a caixa de ar funciona, na prática são poucos os casos em que funciona devido à má execução, pelo que muitos técnicos optam por aplicar o wallmate (xps) de 6 cm sem caixa de ar.

    Se o isolamento a aplicar fosse lã de rocha era essencial ter caixa de ar de 2 cm corretamente executada, no entanto para o xps não tem problema em não deixar caixa de ar.

    O meu conselho é: parede de 32 estão a pensar colocar parede dupla 11+11, pense em colocar 15+11 que fica mais bem servida.
    Concordam com este comentário:Pedro Barradas
    Estas pessoas agradeceram este comentário:PapoilaVerde


    Não tenho a certeza acerca da espessura do tijolo. Vou tentar esclarecer melhor isso.

    Então não há mais opiniões acerca da existência ou não da caixa de ar?
  10.  # 9

    Colocado por: PapoilaVerdeacabamos por optar

    Colocado por: PapoilaVerdepela parede dupla com isolamento pelo interior das paredes.


    Colocado por: PapoilaVerdeAlega que os empreiteiros não executam bem a técnica da caixa de ar, e que depois a parede teria que ficar cheia de tubinhos.

    Os tubinhos antigamente serviam precisamente para drenar os condensados da caixa de ar. Portanto não vejo a relação entre não executar bem a caixa de ar com a necessidade ou não dos tubinhos...existindo caixa de ar um qualquer sistema de drenagem tem que ter.
    Não optando pela caixa de ar a provável condensação na face fria do isolamento será absorvida pelo pano exterior de alvaneria com as patologias que daí podem advir além de diminuir o comportamento térmico do pano exterior devido a estar humedecido.

    Colocado por: PapoilaVerdeO meu cunhado, Engº Civil Diretor de Obra, aconselha a fazer parede duplacom caixa de ar, assegurando que a técnica teria que ficar bem feita.

    Concordo com esta opinião.
    Em qualquer configuração existem sempre probabilidades de condensações na face fria do isolamento.
    Na situação de dupla parede de alvenaria com isolamento preenchendo parcialmente a caixa de ar assegurar a calha para recolha dos condensados e uma adequada drenagem.

    Colocado por: riscosA minha opinião como técnico é que não concordo que a solução de revestimento com ETICS seja melhor que a solução de parede dupla, desde que esta ultima seja bem feita com atenção ás pontes térmicas.

    Existem vantagens para o etics "capoto":
    - Proteção dos materiais de oscilações térmicas
    - Melhor facilidade de correcção das pontes térmicas

    Poderia apontar mais razões (inércia térmica, comportamento térmico, etc.) mas iria causar uma discussão que fugiria quase de certeza ao tópico iniciado pelo autor.

    Colocado por: riscosTeoricamente a caixa de ar funciona, na prática são poucos os casos em que funciona devido à má execução, pelo que muitos técnicos optam por aplicar o wallmate (xps) de 6 cm sem caixa de ar.

    Ok. E como lidam com a probabilidade de ocorrerem condensações?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: PapoilaVerde
  11.  # 10

    Colocado por: riscosTeoricamente a caixa de ar funciona, na prática são poucos os casos em que funciona devido à má execução, pelo que muitos técnicos optam por aplicar o wallmate (xps) de 6 cm sem caixa de ar.

    Isto.
  12.  # 11

    Colocado por: Nuno Nunes
    Isto.

    Ok, isso é teoria, mas na prática? Supondo que vou confiar no empreiteiro na execução correta da técnica?
  13.  # 12

    Colocado por: Pedro BarradasConcordo.. sem caixa de ar. Acho pouco realista os 32cm... isso vai dar em obra 35cm. Essa espessura de parede, versus um capoto que daria 30cm, vai perder cerca de 10m de area util no seu caso.

    Com tantos elementos salientes no seu projecto ( palas palinha e outras coisas mais), vou ser sincero... eu apostaria no isolamento termico pelo interior ( é verdade que diminui a inercia.. mas poderá ser benéfico.

    Assim para o seu projecto , se não quer o capotto (ETICS), iria para uma solução de tijolo simples, 22, e pelo interior forra integral em sistema de placas de gesso cartonado , lamina para vapor e isolamento termico em lã de vidro... A complementar com tectos falsos etc...


    Ainda. outra hipotes, seria alterar o sistema construtivo para o sistemaecoprime.
    http://www.ecobuild.pt/

    Já estive em diversas obras executadas e poderá ser vantajoso no seu caso, sendo que ainda terá a vantagem de ter paredes exteriores com 25cm ou menos!!!! sem perder requisitos quer termicos quer acusticos.
    Estas pessoas agradeceram este comentário:PapoilaVerde


    5 cm de espessuara dá mesmo 10 m2 úteis? é que isso é a área de duas WC, dá que pensar
  14.  # 13

    Colocado por: PapoilaVerdeOk, isso é teoria, mas na prática? Supondo que vou confiar no empreiteiro na execução correta da técnica?

    Eu há diversos anos que deixei de recomendar caixas de ar em paredes duplas devido a problemas de execução. A maior parte dos projectistas já passou por isso pelo de não o recomendam.
    Um director de obra possui muito mais controle sobre a obra do que um projectista (desde que realmente lá vá) pelo que é possível que consiga garantir uma melhor execução do trabalho (será o seu cunhado o director de obra ?, se não for esqueça à partida.)

    Em relação ao seu caso. Uma parede de 32 cm com caixa de ar + isolamento muito dificilmente consegue cumprir as exigências em vigor desde Janeiro de 2016. Nesta situação o melhor é pensar no mínimo em 35cm.

    Uma das grandes vantagens das caixas de ar é assegurarem uma drenagem das condensações que podem ocorrer no isolamento. No entanto no seu caso o isolamento não está na caixa de ar pelo que as condensações não serão aí. Para mais desde 2013 que é obrigatória (por enquanto difícil de fazer cumprir) uma ventilação permanente de pelo menos 0.4 renovações por hora do interior da habitação. Esta ventilação deverá eliminar os problemas de condensações pelo que a necessidade da caixa de ar é muito menor também.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, riscos
  15.  # 14

    Colocado por: loverscoutsabem que muitos colegas sao assim......

    sei.. mas não deveria ser....
    Concordam com este comentário: loverscout
  16.  # 15

    Colocado por: jorgferr5 cm de espessuara dá mesmo 10 m2 úteis? é que isso é a área de duas WC, dá que pensar

    Estou longe de ser da área, mas 10 metros quadrados perdidos com espessura de 5 centímetros a mais é IMPOSSÍVEL !!!!
    Estas pessoas agradeceram este comentário: PapoilaVerde
  17. Ícone informação Anunciar aqui?

  18.  # 16

    Pois é verdade, serão cerca de 5m2... no global dos dois pisos... isso dependerá sempre do perimetro da construção e respectiva área...
    Mas numa casa com 90m2 de area de implantação... Estes 5m2, estão longe de ser desprezíveis...
    Concordam com este comentário: JonyCosta
  19.  # 17

    Colocado por: Pedro Barradasnuma casa com 90m2 de area de implantação..

    Assim, serão três metros quadrados e meio.
  20.  # 18

    Eu gostava mesmo de perceber com calculam essas áreas de paredes.
  21.  # 19

    a) ...mas se levar BPV antes do isolamento (de dentro para fora) não terá condensações decorrentes do vapor gerado na casa.
    b)... se não tiver caixa de ar, não me parecem eficazes os tubinhos, já que qualquer humidade na face do XPS é absorvida pelo tijolo encostado, não chegando a escorrer até ao tubinho.
  22.  # 20

    mas a malta pensa que a humidade que se cria entre o isolamento e a alvenaria é como um peso pesado de 120 kg a suar depois de 30 minutos de exercício físico?
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">