Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Esta semana realizei um furo artesiano no terreno onde irei construir a minha próxima habitação própria permanente.
    O terreno localiza-se em Barcelos, um município onde o negócio da água gerido pelo privado todos os dias exige muito ao cliente.
    Após cedência ao domínio público o terreno ficará com cerca de 550m2 que após construção de 293m2 pouco sobra para jardim.
    Mesmo assim optei por fazer a perfuração e ficou com 120m de profundidade.
    Neste momento necessito de escolher a bomba submersível.
    O que aconselham, monofásica ou trifásica? Em condições normais nunca iria ter um contador trifásico, passo muito pouco tempo em casa e não tenho oficina, ferramentas nem espírito bricoleiro...
    A ideia não é o consumo humano da água, mas para rega de jardim, lavandaria (que fica externa à casa), lavar os carros, etc. Como eu sei o caudal que necessito?
    Que marca colocar? Alanol? Grundfos?
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    monofásica...
    Já efectuou analises á qualidade da agua?

    Por quanto lhe ficou o furo?
  4.  # 3

    Colocado por: Pedro Barradasmonofásica...
    Já efectuou analises á qualidade da agua?

    Por quanto lhe ficou o furo?

    Mas monofásica para esta utilização não encurta o ciclo de vida?
    Ainda não foi analisada dado que não estava no orçamento. Se for para consumo humano ou higiene será oportunamente analisada.
    Para estes 120metros vou pagar um valor a rondar os 2500€ (ainda não sei com rigor porque havia dois preços conforme o solo e profundidade).
  5.  # 4

    Colocado por: T04350
    Mas monofásica para esta utilização não encurta o ciclo de vida?
    Ainda não foi analisada dado que não estava no orçamento. Se for para consumo humano ou higiene será oportunamente analisada.
    Para estes 120metros vou pagar um valor a rondar os 2500€ (ainda não sei com rigor porque havia dois preços conforme o solo e profundidade).


    As bombas trifásicas sao mais resistentes, se for para usar a bomba muitas vezes e durante muiito tempo o melhro seria bomba trifasica
  6.  # 5

    eu meti joval ,estou contente com a bomba e com o trabalho feito
    preço a condizer ,a minha e monofásica.furo com 100m
    Concordam com este comentário: alc
    •  
      damned
    • 8 Janeiro 2017 editado

     # 6

    Colocado por: T04350Esta semana realizei um furo artesiano no terreno onde irei construir a minha próxima habitação própria permanente.
    O terreno localiza-se em Barcelos, um município onde o negócio da água gerido pelo privado todos os dias exige muito ao cliente.
    Após cedência ao domínio público o terreno ficará com cerca de 550m2 que após construção de 293m2 pouco sobra para jardim.
    Mesmo assim optei por fazer a perfuração e ficou com 120m de profundidade.
    Neste momento necessito de escolher a bomba submersível.
    O que aconselham, monofásica ou trifásica? Em condições normais nunca iria ter um contador trifásico, passo muito pouco tempo em casa e não tenho oficina, ferramentas nem espírito bricoleiro...
    A ideia não é o consumo humano da água, mas para rega de jardim, lavandaria (que fica externa à casa), lavar os carros, etc. Como eu sei o caudal que necessito?
    Que marca colocar? Alanol? Grundfos?


    Grundfos. Monofásica.
    • alc
    • 8 Janeiro 2017

     # 7

    Eu instalei uma Joval. O meu furo também ficou nos 120m.
    A minha moradia é em Vila do Conde.

    Bomba, instalação, fio elétrico, corda, tubo, quadro...... 1000€.

    Fiz análise à água, e o resultado: água potável.
  7.  # 8

    Colocado por: coisasdacasa

    As bombas trifásicas sao mais resistentes, se for para usar a bomba muitas vezes e durante muiito tempo o melhro seria bomba trifasica

    À excepção do verão em que a rega obriga a mais algum tempo, não se antevê que a bomba trabalhe muito tempo.
  8.  # 9

    Colocado por: alcEu instalei uma Joval. O meu furo também ficou nos 120m.
    A minha moradia é em Vila do Conde.

    Bomba, instalação, fio elétrico, corda, tubo, quadro...... 1000€.

    Fiz análise à água, e o resultado: água potável.

    Qual é a sua Joval?
    A água estar potável agora pode não estar daqui a pouquíssimo tempo. Mesmo estando potável pode não estar adequada à saúde de uma determinada pessoa ou até das máquinas que vai abastecer.
  9.  # 10

    Colocado por: damned

    Grundfos. Monofásica.

    Qual o modelo adequeado ao meu caso?
    Dá-me feedback de utilização?
    • alc
    • 8 Janeiro 2017 editado

     # 11

    Colocado por: T04350
    Qual é a sua Joval?
    A água estar potável agora pode não estar daqui a pouquíssimo tempo. Mesmo estando potável pode não estar adequada à saúde de uma determinada pessoa ou até das máquinas que vai abastecer.


    Sim instalei uma Joval monofásica. Abastece casas de banho, lavandaria e o exterior (jardim, carros.....).

    "Bomba Joval OM BS 1,5 -29 com 1,5cv 167m elevação.
    Quadro digital joval.
    Tampa de furo e canhão em inox.
    Assessórios de ligação e válvula de retenção europa.
    Corda de nylon.
    Cabos de ligação do furo até ao quadro digital.
    Tubo ostalene de alta densidade 1/1/4x12kg."
  10.  # 12

    Colocado por: T04350
    Qual o modelo adequeado ao meu caso?
    Dá-me feedback de utilização?


    Depende do seu furo e da utilização pretendida.

    Quem lhe fez o furo deixou um relatório, certo? Coloque aqui esses dados.

    Depois claro depende do que pretende a nível de Caudal / pressão. A quantos bar pretende ter a sua instalação?
  11.  # 13

    Colocado por: T04350
    À excepção do verão em que a rega obriga a mais algum tempo, não se antevê que a bomba trabalhe muito tempo.


    Então monofasica ;)
  12.  # 14

    Colocado por: T04350terreno ficará com cerca de 550m2 que após construção de 293m2 pouco sobra para jardim.

    Isso não é area nenhuma!!!! Qual a duvida. Ainda por cima em Barcelos...
    Concordam com este comentário: coisasdacasa
  13.  # 15

    Grundfos ou Lowara .

    Monofasica .


    Modelos depende dos caudais e a profundidade a que a bomba deve ser montada.
  14. Ícone informação Anunciar aqui?

  15.  # 16

    Colocado por: larkheGrundfos ou Lowara .

    Monofasica .


    Modelos depende dos caudais e a profundidade a que a bomba deve ser montada.

    Como o furo só deu água a partir dos 98m estando com 120m de profundidade, não é normal montá-la no ponto mais fundo?
    Em que se distingue um Grundfos duma alanol ou joval? (sem usar o exemplo do Mercedes vs Fiat).
    •  
      damned
    • 11 Janeiro 2017 editado

     # 17

    Colocado por: T04350
    Como o furo só deu água a partir dos 98m estando com 120m de profundidade, não é normal montá-la no ponto mais fundo?
    Em que se distingue um Grundfos duma alanol ou joval? (sem usar o exemplo do Mercedes vs Fiat).


    Não querendo usar a fiat vs mercedes... então pronto, é um 747 vs fiat. :)

    Depois também depende de qual bomba estamos a falar, nem a anol nem a joval tem nada parecido nem de longe nem de perto com uma Grundfos SQ-E, até mesmo uma SP convencional, no que toca aos internos da bomba (qualitativamente, desenvolvimento e investigação/melhoria), é outro campeonato.
    Concordam com este comentário: larkhe
  16.  # 18

    Deve ser mais ou menos assim a Grundfos 12.000.000 bombas por ano a alanol fará que ? 100000?( exemplipficando não conheco a veracidade dos numeros da alanol)

    https://en.wikipedia.org/wiki/Grundfos

    A Grundfos tem 18000 empregados no mundo, a qualidade das bombas Grundfos está mais que provada tanto pela parte tecnológica como pela parte de qualidade dos materiais.

    Com isto não quero dizer que a Alanol seja má, mas a incerteza de practicamente pelo mesmo preço ter certeza de uma bomba que vai trabalhar bem sem preocupaçoes ou de uma que pode até ser melhor mas da qual não existe certeza.


    Não conheco a fabrica da alanol, conheco algumas fabricas de motores ou melhor pseudo fabricas que desenham cá enviam os desenhos para a china e a china devolve feito e são vendidos como fabricados em Pt.

    Por tudo isto iria sempre para uma marca consagrada com provas dadas



    Em relaçao ao furo se só tem agua aos 98 metros, acho que vai ter problemas com a bomba, esta deveria ser colocada a 2/3 da altura manometrica do nivel de agua ou seja nivel de agua 45 metros a bomba deveria ser colocada aos 60 , nivel da agua a 100 metros a bomba deveria ser colocada aos 133 isto porque a bomba ao arrancar vai fazer descer imenso o nivel de agua

    Alem de que a longo termos os furos tem tendencia de começar a entupir de baixo para cima ora tendo a bomba muito perto d fundo está não vai durar muito.

    E a diferenca entre fazer um furo barato ou um furo bom.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">