Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 21

    JA tive um caso desses, em que o outro carro nem me bateu, embora eu me tenha despistado por causa deles,e com testemunhas e a matricula do outro carro a seguradora do outro pagou os meus estragos
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 22

    Colocado por: loverscoutmal seria se fosse assim

    Mal seria se NÃO fosse assim.
    Um caso hipotético:
    Eu tenho o meu carro arranhado.
    Vejo a sua matrícula.
    Vou á sua seguradora reclamar.
    A sua seguradora paga sem o questionar a si, e pronto, está resolvido. É assim que quer que as coisas funcionem?
    • smart
    • 20 Dezembro 2018 editado

     # 23

    Colocado por: Belhinho
    Nenhuma seguradora aceita ressarcir danos se o seu cliente não se der como culpado.
    Eu tive um caso como o seu no Algarve. Até tive uma testemunha que aguardou que eu chegasse e me deu uma foto do carro que me bateu. Reclamei ao seguro que me disse posteriormente que a pessoa não aceitou a culpa. Se quisesse recorrer a tribunal poderia (por ter testemunha) vencer, mas ficar-me-ía bem mais caro. Conclusão: Paguei que me fud..

    Humm...
    Isso não faz sentido nenhum...
    Com todo o respeito...
    As pessoas darem se como culpadas ou não, vale zero...
    Independente mente do sinistro integrar o protocolo ids ou não, e decidido com base na prova apresentada..
    Não é por assumir a culpa que vão pagar ..
    Agora, se for acidente com fuga por ex..e o outro interveniente ao ser confrontado afirmar que não foi ele nem outro com o seu carro, claro está que a seguradora não paga e sugere recurso á via judicial... normalmente começa pelos julgados paz .

  4.  # 24

    Colocado por: smart
    Humm...
    Isso não faz sentido nenhum...
    Com todo o respeito...
    As pessoas darem se como culpadas ou não, vale zero...
    Independente mente do sinistro integrar o protocolo ids ou não, e decidido com base na prova apresentada..
    Não é por assumir a culpa que vão pagar ..
    Agora, se for acidente com fuga por ex..e o outro interveniente ao ser confrontado afirmar que não foi ele nem outro com o seu carro, claro está que a seguradora não paga e sugere recurso á via judicial... normalmente começa pelos julgados paz .

    Mas não foi isso que eu disse?
  5.  # 25

    Colocado por: BelhinhoNenhuma seguradora aceita ressarcir danos se o seu cliente não se der como culpado.

    Ninguém "se dá culpado" de nada. Isso não existe.
    Descreve-se o que aconteceu e as seguradoras decidem e entendem-se.
  6.  # 26

    Colocado por: BelhinhoMal seria se NÃO fosse assim.
    Um caso hipotético:
    Eu tenho o meu carro arranhado.
    Vejo a sua matrícula.
    Vou á sua seguradora reclamar.
    A sua seguradora paga sem o questionar a si, e pronto, está resolvido. É assim que quer que as coisas funcionem?

    Claro que não.
    Mas não é preciso o dono do carro se DECLARAR culpado.
    Se houverem provas do que aconteceu, o que o dono diz ou deixa de dizer nao interessa nada.
    Agora se ng viu, ng sabe, ng nada... Nao se pode provar nada claro.
  7.  # 27

    Colocado por: Pedro Azevedo78
    Claro que não.
    Mas não é preciso o dono do carro se DECLARAR culpado.
    Se houverem provas do que aconteceu, o que o dono diz ou deixa de dizer nao interessa nada.
    Agora se ng viu, ng sabe, ng nada... Nao se pode provar nada claro.

    Leu o caso que eu expus?
    Eu tinha provas. Testemunha.
    De nada me valeu porque a pessoa disse á seguradora dele que não aceitava culpas..
    Isto foi um caso na primeira pessoa. Não ouvi contar.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">