Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 21

    Colocado por: AMVP
    Não, Odivelas não é Lisboa. É importante manter as distancias


    Eu disse "quase".
    Porque é que é importante manter as distancias?
    Concordam com este comentário: Palhava
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 22

    Infantado
    • AMVP
    • 16 Abril 2019

     # 23

    Colocado por: sonderfallPosso recomendar o centro da Amadora (Mina de Água, Venteira, nas zonas próximas do comboio).

    É plano, tem tudo à mão (cafés, supermercados, serviços, jardins), tem o comboio à porta (15 minutos para Rossio, 20 para a Gare do Oriente). É uma zona segura: as zonas problemáticas ficam afastadas e há sempre vida na rua (não é um dormitório, como muitos subúrbios). A única coisa a ter atenção é ver o centro mesmo, e não ir para zonas mais afastadas nas colinas, que já ficam mais longe de tudo o que pretende e onde pode ter vizinhanças menos agradáveis).

    E, mais importante de tudo, tem apartamentos ainda mais em conta. Imensos apartamentos na zona mais antiga (prédios de 2-3 andares) têm estado a ser recuperadas e os preços já subiram, especialmente com a chegada dos que fogem dos preços proibitivos de Lisboa, mas ainda se arranjam bons espaços. Um senão: as casas tendem a ser mais pequenas (60-70 metros quadrados).

    Boa sorte!



    Todos nós temos de tomar opções em função das nossas necessidades e do nosso orçamento. Mas devemos toma-las com o máximo de informação correta.

    É um facto que o centro da amadora é plano, tem muito comércio mas daí a ser um local com boa vizinhança já tenho dúvidas.

    Olhe, sabe qual é um bom indicador da vizinhança do local? É ver o resultado das escolas da zona onde pretende adquirir a sua casa. Claro que depois disto terá de verificar as zonas de influência para não calhar na única má ou deixar de comprar numa que por acaso é boa.

    Vá tb ao comércio da zona, vá aos cafés ou ande nos transportes públicos da zona.

    Assim observa por si. Tira referências, mas concluí por si.

    • RCF
    • 16 Abril 2019

     # 24

    Entre Alverca até Castanheira do Ribatejo.
    É uma zona calma, com bons serviços, preços acessíveis e tem o comboio para Lisboa
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Peter42y
  4.  # 25

    Por esses valores e se não precisar de áreas muito grandes recomendava-lhe Linda-a-Velha, Queijas ou mesmo Algés. Não terá certamente nada novo, mas estas zonas estão bem servidas de transportes públicos e de serviços.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Peter42y
  5.  # 26

    Colocado por: Paramontecomparticipados

    A segurança social acho que paga qualquer coisa...

    Já ouvi falar que há gente que deixando os bens que possuir ao Lar,"tomam conta deles" até ao final de vida.
    Mas também já me disseram que eles querem dinheiro e não imóveis.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Peter42y
  6.  # 27

    Muito obrigado a todos pelas mensagens nomeadamente AMVP.
    Ainda não tenho problemas de subir.., mas com o tempo não sei.
    A ideia da aldeia é boa mas tenho consultas com medico em lisboa de 15 em 15 dias.
    Confirmo que lares em lisboa por menos de 2000 euros é dificil.
    Grande parte dos lares são depositos de idosos.
    • AMVP
    • 16 Abril 2019

     # 28

    Colocado por: Peter42yMuito obrigado a todos pelas mensagens nomeadamente AMVP.
    Ainda não tenho problemas de subir.., mas com o tempo não sei.
    A ideia da aldeia é boa mas tenho consultas com medico em lisboa de 15 em 15 dias.
    Confirmo que lares em lisboa por menos de 2000 euros é dificil.
    Grande parte dos lares são depositos de idosos.



    Não compre sem elevador. Até para fazer compras é um problema e basta uma coisa simples como fraturar uma perna e é um problema.
    E eu não quis dizer que já tinha problemas em subir, apenas referi a idade porque aos 62 estamos mais próximos de os ter do que aos 20. Foi apenas por isso.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Peter42y
    • RCF
    • 16 Abril 2019

     # 29

    Colocado por: PalhavaJá ouvi falar que há gente que deixando os bens que possuir ao Lar,"tomam conta deles" até ao final de vida.

    Dependerá do que possuir...
  7.  # 30

    Colocado por: AMVP


    Não compre sem elevador. Até para fazer compras é um problema e basta uma coisa simples como fraturar uma perna e é um problema.
    E eu não quis dizer que já tinha problemas em subir, apenas referi a idade porque aos 62 estamos mais próximos de os ter do que aos 20. Foi apenas por isso.
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Peter42y
    tem imensa razão AMVP. Não levei a mal a sua mensagem. Bem pelo contrario. Estas mensagens são muito uteis para eu começar a explorar zonas limitrofes. E quem vive nas zonas é que as conhece bem. Não sou eu que tenho vivido sempre em Lisboa.
    Primeiro terei de definir zonas boas e depois começar a procurar casas ai.
  8.  # 31

    Esta coisa de escrever mensagens e comendo as palavras é o mais curioso deste tópico, para mim, claro!

    Enfim as modernices no seu auge!
    Concordam com este comentário: bettencourt
  9.  # 32

    Não podia concordar mais com a sua sugestao de procurar casa com elevador. Uma das minhas condições é exactamente essa.
    Tenho um irmão que comprou casa sem elevador e hoje está a aluga-la, porque a mulher tem dificuldade em subir escadas.
  10.  # 33

    Colocado por: RCFEntre Alverca até Castanheira do Ribatejo.
    É uma zona calma, com bons serviços, preços acessíveis e tem o comboio para Lisboa
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Peter42y

    De lisboa.
    Ontem estive a explorar no mapa povoa de santa iria que é também a norte de lisboa, mas não conheço a zona
    É interessante referir essa hipotese a norte
    • RCF
    • 16 Abril 2019

     # 34

    Colocado por: Peter42y
    De lisboa.
    Ontem estive a explorar no mapa povoa de santa iria que é também a norte de lisboa, mas não conheço a zona
    É interessante referir essa hipotese a norte

    Póvoa de Santa Iria é mais próximo de Lisboa, mas não é tão pacato... e há por lá umas fábricas que, de vez em quando, causam um cheiro desconfortável.
    Se apenas pretende vir a Lisboa esporadicamente, eu aconselho a afastar-se um pouco mais. Isto, no pressuposto de que não quer/pode manter-se em Campo de Ourique ou outra zona do mesmo género dentro de Lisboa.
  11.  # 35

    obrigado pela mensagem.
    Aí está algo que eu não sabia. A povoa de santa iria não é tão sossegada como eu supunha e tem cheiros.
    Por isso estas mensagens são tão uteiis.
    Dao-nos informacao quase impossivel de obter por outros meios.
    Não serao os promotores imobiliários a alertar-nos psra as desvantagens de certas zonas.
  12. Ícone informação Anunciar aqui?

  13.  # 36

    Peter

    no entanto os diferentes preços apresentados pelos promotores para as diferentes zonas e até de rua a rua, refletem algo.

    ou seja não é á toa que o trinómio localização/área(tipologia) / preço aparece diferenciado nas diferentes zonas.

    por esse plafond que dispõe, penso que no eixo de lisboa a cascais ainda consegue encontrar usados ( T2) com relativa qualidade. e hoje em dia é uma região relativamente segura.
  14.  # 37

    Colocado por: AMVP


    Todos nós temos de tomar opções em função das nossas necessidades e do nosso orçamento. Mas devemos toma-las com o máximo de informação correta.

    É um facto que o centro da amadora é plano, tem muito comércio mas daí a ser um local com boa vizinhança já tenho dúvidas.

    Olhe, sabe qual é um bom indicador da vizinhança do local? É ver o resultado das escolas da zona onde pretende adquirir a sua casa. Claro que depois disto terá de verificar as zonas de influência para não calhar na única má ou deixar de comprar numa que por acaso é boa.

    Vá tb ao comércio da zona, vá aos cafés ou ande nos transportes públicos da zona.

    Assim observa por si. Tira referências, mas concluí por si.


    Eu vivo na zona, daí poder dizer o que disse. Ando nos transportes, vou aos cafés, aos supermercados, etc... faço a vida normal, portanto. E sim, posso afirmar que a vizinhança é boa, pelo menos nas zonas que mencionei.

    Quanto às escolas, aí já não posso comentar porque não é algo de que necessite. Mas presumo que, para alguém de 62 anos, essa já não será, provavelmente, a questão mais relevante.

    Mas concordo consigo que o mais importante é mesmo o/a interessado/a deslocar-se ao local e ver com os seus próprios olhos. Foi o que eu fiz também.
    • AMVP
    • 16 Abril 2019

     # 38

    Colocado por: sonderfall

    Eu vivo na zona, daí poder dizer o que disse. Ando nos transportes, vou aos cafés, aos supermercados, etc... faço a vida normal, portanto. E sim, posso afirmar que a vizinhança é boa, pelo menos nas zonas que mencionei.

    Quanto às escolas, aí já não posso comentar porque não é algo de que necessite. Mas presumo que, para alguém de 62 anos, essa já não será, provavelmente, a questão mais relevante.

    Mas concordo consigo que o mais importante é mesmo o/a interessado/a deslocar-se ao local e ver com os seus próprios olhos. Foi o que eu fiz também.



    Se ler o que escrevi com atenção, apenas referi que os resultados das escolas são um bom indicador da frequência da zona.

    Quanto se poder falar sobre um local, não não habito na amadora mas isso não quer dizer que não conheça a zona, ou porque lá vou ou porque conheço quem lá more.
  15.  # 39

    Colocado por: AMVPque escrevi com atenção, apenas referi que os resultados das escolas são um bom indicador da frequência da zona.

    Os resultados das escolas podem ser um dos indicadores, sim, mas não podem ser tomados como algo que defina uma zona. Uma coisa que se tem notado nestas zonas centrais da Amadora é a chegada de muitos casais jovens, de casais sem filhos ou até mesmo de pessoas mais velhas e que estão a fazer um "downsize" das casas. Nota-se também a chegada de muitas pessoas que moravam em Lisboa e que compram agora casa onde estas ainda são a preços mais normais. Ou seja, o contexto socio-económico da zona está a mudar, e isso reflete-se no dia a dia.

    Lá está, são opiniões, e é preciso que cada um veja o que é, para si, mais importante. Eu apenas tento desmistificar a zona que é a minha casa há cerca de ano e meio, e na qual nunca me senti insegura (ao contrário de em algumas zonas de Lisboa onde vivi).

    Mas, sem dúvida, o melhor é mesmo ir até aos locais, de preferência em dias distintos e a várias horas do dia, ver com os próprios olhos como é a zona. Opiniões são boas, mas no fundo a única que vai contar é a de quem compra.
  16.  # 40

    editado
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">