Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Os meus pais tem moradia geminadas, recentemente fizemos partilhas, eu ficava com a moradia 1 andar, o meu irmão R/Chao, a questão e que, o projecto está caducado 1993 a licença também no ano 1995, o terreno está em lote e as casas estão particamente prontas, não temos projectos de electricidade, nem gás etc,e nos pretendíamos a licença de habitação (eu não percebo nada disto, queria que alguém da área pode se me dar uma ajuda, sou de Vila Nova de Gaia.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Colocado por: AndreSilvaOs meus pais tem moradia geminadas, recentemente fizemos partilhas, eu ficava com a moradia 1 andar, o meu irmão R/Chao, a questão e que, o projecto está caducado 1993 a licença também no ano 1995, o terreno está em lote e as casas estão particamente prontas, não temos projectos de electricidade, nem gás etc,e nos pretendíamos a licença de habitação (eu não percebo nada disto, queria que alguém da área pode se me dar uma ajuda, sou de Vila Nova de Gaia.


    antonylemos, nunonogueira...
    Estas pessoas agradeceram este comentário: AndreSilva
  4.  # 3

    Se me poderem ajudar, agradecia

    PS: se quiserem posso deixar o meu contacto para uma melhor compreensão

  5.  # 4

    Tem que consultar um arquitecto.
    Consulte os antecedentes do processo.

    Pegue nessa informação e submete um novo projecto que irá conduzir à obtenção da Licença de Utilização.
  6.  # 5

    Tem de submeter um projeto de legalização. É exatamente como um licenciamento, só que mais aborrecido.
    Pode acontecer ter construções anexas ilegais que terá de demolir. Terá de se fazer um processo de pripriedade horizontal, garantindo o acesso a ambas as frações. (no fundo vai criar um condomínio)
    Pode ainda ter de refazer parte das redes prediais caso estejam feitas para uma só propriedade, etc, etc.
    É moroso maschega-se lá. O problema é que um gabinete lhe vai cobrar quase tanto como para um licenciamento de raíz, já que as horas de trabalho arriscam-se a serem idênticas, ou mais. Normalmente, os donos de obra acham sempre muito caro.
    Concordam com este comentário: magia
  7.  # 6

    Mas moradias tem entradas dependentes e sao dependentes. Em relação aos projectos de electricidade e gás, eu não tenho, o que devo fazer? As instalações já estou feitas.
    Será que alguém trata deste assunto de maneira fácil sem complicações?
  8.  # 7

    Colocado por: AndreSilvaMas moradias tem entradas dependentes e sao dependentes. Em relação aos projectos de electricidade e gás, eu não tenho, o que devo fazer? As instalações já estou feitas.
    Será que alguém trata deste assunto de maneira fácil sem complicações?


    No assunto que quer procurar ver resolvido penso não
    existir:

    Nem fácil, nem sem complicações.
  9.  # 8

    Pode haver sempre alguém com conhecimento :p
  10.  # 9

    Dependentes ou independentes?
  11.  # 10

    Eu fico fulo com este tipo de xico espertos querem logo contornar o sistema .
  12.  # 11

    Independentes.

    Eu necessito a licença de habitação por vários motivos, para meter no meu nome é principalmente para pedir crédito de habitação. O meu pai vendia me a casa e eu fazia crédito de habitação para acabar resto que falta, não vejo outra maneira.
  13.  # 12

    Colocado por: AndreSilvaSerá que alguém trata deste assunto de maneira fácil sem complicações?


    não existe uma maneira fácil e sem complicações de resolver isso.

    repare o projecto é de 1993, sendo que a licença, deduzo que seja a de construção é de 1995, o projecto tem 26 anos.

    as casas mesmo estando acabadas e habitáveis do ponto de vista legal não estão terminadas. Após a construção é necessario pedir a licença de utilização, para a qual a camara vai comprovar que o está construido, foi o que foi aprovado e assim sendo passa a licença de utilização.

    Não é possivel passar uma licença de utilização de algo aprovado à 26 anos, pelos simples facto que as leis mudaram todas, os requisitos de uma construção nova, são outros e já está a bater em dois deles, o projecto de gás e de electricidade. Provavelmente à 26 anos não eram pedidos e agora são.

    os passos passam por contactar um gabinte de projectos que lhe trate de tudo e prepare a nota, porque da parte deles é como se fosse uma coisa nova. começa logo pelo facto dos projectos que tem muito provavelmente estarem em papel e ser preciso passar isso tudo para computador. hoje em dia nenhuma camara aceita projectos em papel.
  14.  # 13

    Vou tentar contactar o arquitecto, nem sei se e vivo.
  15.  # 14

    Caro André,
    Não precisa de ser esse arquitecto.
    O procedimento é o mesmo, seja lá qual for o técnico. Se obteve licença de construção, tem um bom precedente.
    Agora tem que fazer a legalização. Não há como contornar.


    Colocado por: AndreSilvaVou tentar contactar o arquitecto, nem sei se e vivo.
  16.  # 15

    Mas a minha grande dúvida, e obrigatório legalizar as duas moradias ou posso legalizar só uma casa vez?
  17. Ícone informação Anunciar aqui?

  18.  # 16

    Alguém me pode dar uma ajuda sff
  19.  # 17

    Colocado por: AndreSilvaMas a minha grande dúvida, e obrigatório legalizar as duas moradias ou posso legalizar só uma casa vez?

    Claro que é o edifício todo!
  20.  # 18

    Marque reunião com o departamento urbanismo da câmara municipal para expor a situação.

    Eu sei que deve estar em "stress" mas a resolução da situação é trabalhosa e requerer a contratação de um arquiteto ou engenheiro civil para lhe fazer os projetos.


    P.S.

    Se não tem dinheiro, vá para a casa mesmo assim e invista só em torná-la habitável.

    Tem água e luz?

    Por que motivo não legalizaram logo há 26anos?
    Concordam com este comentário: magia
  21.  # 19

    Tenho luz neste momento, agora estou a tratar da agua.

    O motivo é falta de verbas, agora só deu continuidade, porque são os filhos. Na situação que está não conseguimos pedir crédito. Ainda por cima as coisas ainda não estou prontas habitar.

    E uma situação complicada, que não estou a ver solução. Está semana vai vir o arquitecto com processo a ver o que pode fazer.
    Ainda por cima em saber que só se pode legalizar as duas em conjunto mais complicado e.
  22.  # 20

    Colocado por: AndreSilvasó se pode legalizar as duas em conjunto


    É mesmo assim?
    Parece-me que é o que tem lógica...
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">