Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa noite! Estou no processo de adquirir o meu financiamento para compra de casa.Tenho feito diversas simulações nos dois bancos onde tenho conta, quer no Millennium bcp(pessoalmente) quer no bpi(online). No millennium a taxa variável consigo um spread de 1.20 com um custo total para o consumidor a 39 anos de 120 000€ já com os seguros, mas sei que este valor vai aumentar quando a euribor disparar. O bpi tem agora a taxa fixa a 30 anos, pelas simulações online dá-me um custo de 122 000€. O financiamento em questão são 80 000€. Estou na dúvida por qual optar, a diferença da prestação são 100€, onde os nossos ordenados conseguem suportar bem. A questão agora é saber por qual optar. Pagar sempre 350€ de prestação durante 30 anos, ou começar com 225€ de prestação, mas que nos 39 do emprestimo pode ir bater nos 670€ em 39 anos
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

    • zed
    • 28 Outubro 2019 editado

     # 2

    Mas se a diferença são 100 mensais dá mais que 2000 ao fim se 39 anos... certo?
  3.  # 3

    Eu digo agora no inicio do financiamento 330€ bpi a 30 anos, millenium 230€ agora, mas em 39 anos vai subir devido à euribor. Custo total com os seguros, 30 anos bpi 122 000€/ custo total com seguros 39 anos millennium 119 000€

  4.  # 4

    Colocado por: rsilvafitEu digo agora no inicio do financiamento 330€ bpi a 30 anos, millenium 230€ agora, mas em 39 anos vai subir devido à euribor. Custo total com os seguros, 30 anos bpi 122 000€/ custo total com seguros 39 anos millennium 119 000€


    Tem tantas certezas em relação à euribor?
    Acha mesmo que vai pagar duas vezes mais, do que pagaria agora?
    E que tal aproveitar esses 100€ de diferença, para amealhar durante uns anos, para caso a euribor suba, possa suportar esses encargos?

    Atenção que não sou mestre nenhum em CH, mas pelo que tenho visto no fórum, devem ser raros os casos em que Tx Fixa é favorável :)
  5.  # 5

    Colocado por: pivot

    Tem tantas certezas em relação à euribor?
    Acha mesmo que vai pagar duas vezes mais, do que pagaria agora?
    E que tal aproveitar esses 100€ de diferença, para amealhar durante uns anos, para caso a euribor suba, possa suportar esses encargos?

    Atenção que não sou mestre nenhum em CH, mas pelo que tenho visto no fórum, devem ser raros os casos em que Tx Fixa é favorável :)



    Sim eu também não acho que vá subir assim tanto, ou que se mantenha assim durante muito tempo. Estou mais inclinado para a taxa variável. Porque daqui a 15 anos só me restam 50 000€ de capital para pagar, mais a taxa de amortização 0.5% dá 52500€ quem sabe se a vida me sorrir até o líquido todo antes do tempo. Por isso acho que vou pela variável
  6.  # 6

    Dá 50250€. É um bom pensamento esse de amortizar se puder.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: trivial
  7.  # 7

    Nós fizemos crédito habitação com taxa variável. Duvido que vá subir assim tanto nos próximos anos.
    Acho que compensa com a diferença de valor/mês.
  8.  # 8

    Compensa o variável se houver cabeça e aproveitar a diferença para poupar para eventuais imprevisto.
    Se as pessoas usam a diferença para se meterem em créditos ao consumo ou auto, então sim, é preferível ir para taxa fixa.

    Conheço casos da última crise que foram para falência pessoal por causa disso mesmo. Baixava os juros da casa metiam-se a consumir e com créditos.
    Quando a crise estalou ficaram nus...
  9.  # 9

    Boa tarde
    Oliveirafabio como conseguiu em tão pouco tempo? Quanto tempo antes do CPCV obrigada
  10.  # 10

    Está a referir se a que?
  11.  # 11

    Colocado por: OliveirafabioEstá a referir se a que?

    Tinha referido que tinha demorado 3 dias até ao CPCV e 15 dias até á escritura, quanto tempo demorou até essa fase?
  12.  # 12

    Com esses dados eu escolhia sem pestanejar o crédito com taxa fixa.

    Muitas pessoas nao imaginam o conforto financeiro em saber que durante 30 anos pagarão sempre o mesmo.

    Durante 30 anos, os vossos salarios vao evoluir. Mas o crédito "mantem-se", isto traduz-se num aumento de poder de compra ano apos ano.
    Apos 30 anos, voce acaba de pagar o crédito, no outro caso você ainda tem 10 anos pela frente... 10 anos de seguros, taxas variaveis, etc etc

    As pessoas que fizeram créditos em 2005 também nunca pensaram que a crise de 2008 chegaria, num momento para o outro créditos de 300€ transforaram-se em 400€... Isto para dizer que fazer previsoes sobre o futuro nem sempre corre bem.

    No final de contas, estas questões são muito pessoais e cada caso é um caso.
  13.  # 13

    Colocado por: NostradamusAs pessoas que fizeram créditos em 2005 também nunca pensaram que a crise de 2008 chegaria, num momento para o outro créditos de 300€ transforaram-se em 400€...



    que estranho a visibilidade que tenho é que muitos creditos de 2005/2006/2007/2008 e mesmo 2009 neste momento nao pagam juros e o remanescente ainda abate capital......

    explique la melhor esse aumento de 100 euros na prestação??!!
    Concordam com este comentário: desofiapedro
  14.  # 14

    Colocado por: rsilvafit


    Sim eu também não acho que vá subir assim tanto, ou que se mantenha assim durante muito tempo. Estou mais inclinado para a taxa variável. Porque daqui a 15 anos só me restam 50 000€ de capital para pagar, mais a taxa de amortização 0.5% dá 52500€ quem sabe se a vida me sorrir até o líquido todo antes do tempo. Por isso acho que vou pela variável


    e além do valor mensal para a prestação mais alta (a tal 100€ mais cara) tem capacidade para “cativar” mãos um pouco todos os meses para o emprestimo?
  15.  # 15

    Colocado por: loverscout


    que estranho a visibilidade que tenho é que muitos creditos de 2005/2006/2007/2008 e mesmo 2009 neste momento nao pagam juros e o remanescente ainda abate capital......

    explique la melhor esse aumento de 100 euros na prestação??!!
    Concordam com este comentário:desofiapedro


    Em 2008/9, um crédito contraído em 2006 e 2007 facilmente duplicou a prestação. Been there.
  16. Ícone informação Anunciar aqui?

  17.  # 16

    Colocado por: loverscout


    que estranho a visibilidade que tenho é que muitos creditos de 2005/2006/2007/2008 e mesmo 2009 neste momento nao pagam juros e o remanescente ainda abate capital......

    explique la melhor esse aumento de 100 euros na prestação??!!
    Concordam com este comentário:desofiapedro


    Melhor que estar aqui a fazer matematica financeira, tem um caso concreto de alguem que viu a sua mensalidade a duplicar.
  18.  # 17

    Colocado por: Nostradamus

    Melhor que estar aqui a fazer matematica financeira, tem um caso concreto de alguem que viu a sua mensalidade a duplicar.


    eu chamar-lhe-ia educação financeira, e que vai muito além de obter o spread mais baixo do mercado...

    mas por outro lado, pagar religisiosamente o mesmo valor ao longo de 39 anos, todos os meses, parece-me uma bela corrente com uma bola na ponta... isto se não existirem umas letras pequeninas, ou umas frases “esotéricas” que façam a bola crescer, assim do nada, e porque sim.
  19.  # 18

    Mais um motivo para optar por taxa fixa, ainda por mais num periodo tão incerto como o de que se vive hoje.
  20.  # 19

    Colocado por: NostradamusMais um motivo para optar por taxa fixa, ainda por mais num periodo tão incerto como o de que se vive hoje.


    agora por essa sua “num período tão incerto como o que se vice hoje”, só me fez lembrar a nossa juventude ;)

    http://dererummundi.blogspot.com/2007/09/conflito-de-geraes.html
  21.  # 20

    Colocado por: NostradamusCom esses dados eu escolhia sem pestanejar o crédito com taxa fixa.

    Muitas pessoas nao imaginam o conforto financeiro em saber que durante 30 anos pagarão sempre o mesmo.

    Durante 30 anos, os vossos salarios vao evoluir. Mas o crédito "mantem-se", isto traduz-se num aumento de poder de compra ano apos ano.
    Apos 30 anos, voce acaba de pagar o crédito, no outro caso você ainda tem 10 anos pela frente... 10 anos de seguros, taxas variaveis, etc etc

    As pessoas que fizeram créditos em 2005 também nunca pensaram que a crise de 2008 chegaria, num momento para o outro créditos de 300€ transforaram-se em 400€... Isto para dizer que fazer previsoes sobre o futuro nem sempre corre bem.

    No final de contas, estas questões são muito pessoais e cada caso é um caso.

    Eu penso que é um erro fazer planos a tão longo prazo porque hoje em dia raras são as pessoas que compram a casa "para a vida". A maior parte do pessoal que eu conheço troca de casa passados 10 ou 15 anos (motivos vários como família a aumentar, melhores rendimentos, etc etc...).
    Com 100€ mensais de diferença, se a euribor se mantiver baixa nos próximos 5 anos terá poupado 6000€ que pode usar para amortizar a dívida e diminuir consideravelmente a mensalidade.
    Eu cá acho que 99,9% das taxas fixas que andam por aí não compensam
    Concordam com este comentário: ricat, Jpires76
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">