Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Saudações....
    Alguem poderá dar uma dica se existe algum apoio para o aumento de consumo de Internet registado após a mudança no ensino para os estudantes. No meu caso com três alunos a seguirem por Tele-escola e Internet a despesa cresceu 60% sem contar com fotocópias e outras despesas enerentes ao ensino/estudo dos mesmos.
    Obrigado
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Wi-fi
  4.  # 3

    Colocado por: nielskyWi-fi


    Se tiver um ADSL da treta, não há Wi-Fi que lhe valha.
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

    • zed
    • 6 Maio 2020

     # 4

    Que eu saiba não. Por acaso o que está a gastar a mais em net não poupou em transportes?
    Concordam com este comentário: pauloagsantos
  6.  # 5

    Colocado por: zedQue eu saiba não. Por acaso o que está a gastar a mais em net não poupou em transportes?
    Concordam com este comentário:pauloagsantos
    desculpe lá, mas essa comparação é no mínimo baixo nível!
    Concordam com este comentário: Canos
  7.  # 6

    Estou a falar de uma despesa escolar fora do contexto normal, onde devido a esta situação os alunos teem de ter acaso às novas tecnologias, de certeza que há muitas famílias que sentem na carteira o aumento da despesa e até a falta dum computador para ter acesso às aulas.
  8.  # 7

    Sim há quem precise e não tenha mas também continuamos a assistir ás vigarices habituais.
    Hoje passei junto a uma escola perto de um bairro social. Havia uma fila de pessoas á porta para receber refeições gratuitas para as crianças. Achei piada ver uma senhora toda aperaltada a sair com o saco da comida e entrar num Qashqai quase novo.
    Concordam com este comentário: 21papaleguas
  9.  # 8

    Colocado por: CarvaiAchei piada ver uma senhora toda aperaltada a sair com o saco da comida e entrar num Qashqai quase novo.


    Podia ser para outra pessoa.
  10.  # 9

    Não me parece que estando a economia no esgoto vá haver alguma participação do estado em internet. Além de que não é assim tanto o consumo por causa da escola. Já jogos, etc por as crianças não terem muito com que se entreter aí há com certeza um aumento de consumo
  11.  # 10

    Os pacotes em casa TV+NET+VOZ, são todos ilimitados(PUR).
    Nestes casos com ou sempre teleescola, não aumenta nenhum custo.
  12.  # 11

    Nem toda a gente tem Internet residencial de qualidade. A minha é ADSL e é muito inconstante.
    Concordam com este comentário: Canos, Vítor Magalhães
  13.  # 12

    Pois eu acho que em situação normal o Estado deveria dar-me um apoio para os sapatos do meu filho, é que nas deslocações para a escola ele gasta-os muitos.

    Também já é pedir demais não?
  14.  # 13

    Pensando bem, dadas as circunstâncias eu pergunto é se não há apoio do Estado pela o adicional de alimentação que um adolescente o dia inteiro em casa significa. É que de facto o estar em casa traduz-se que esteja sempre a comer e é uma despesa significativa.

    Acham que há apoio?
    Concordam com este comentário: NTORION
  15.  # 14

    Então e energia elétrica, nem se fala. Quando passa para o dobro.
    Mas você não tem de ter internet, se não tem e não pode ter, a escola faz a aula por telefonema.
    Pode arranjar cartão do WTF, tem dados ilimitados com WhatsApp, pode ser uma opção para aulas, a mensalidade e simbólica
  16.  # 15

    Mas estamos a falar de computadores ou telemóveis?
  17. Ícone informação Anunciar aqui?

  18.  # 16

    Colocado por: VarejoteMas estamos a falar de computadores ou telemóveis?

    Estamos a falar de subsidiodependência...
    Concordam com este comentário: Vítor Magalhães, Snuffles
    • Canos
    • 6 Maio 2020 editado

     # 17

    Colocado por: CarvaiSim há quem precise e não tenha mas também continuamos a assistir ás vigarices habituais.
    Hoje passei junto a uma escola perto de um bairro social. Havia uma fila de pessoas á porta para receber refeições gratuitas para as crianças. Achei piada ver uma senhora toda aperaltada a sair com o saco da comida e entrar num Qashqai quase novo.


    Já cá faltava a mesquinhez!
    O que os bens ao luar tem haver com a situação económica da pessoa?
    Demonstra que não tem conhecimento dos problemas sociais que a nossa sociedade tem.

    Sabia que o desemprego baixou nos últimos tempos mas a qualidade do trabalho não melhorou? Existe muito trabalho precário. Existe muitos recibos verdes. E os recibos verdes não são apenas os electricistas ou pintores. O seu médico dentista pode ser um recibo verde.
    As pessoas assumem encargos pesados (como casa e um carro - e isto não é um luxo, é sim um bem básico nos dias de hoje) e de um momento para o outro a vida dá uma volta a 180graus que as deixa sem dinheiro para comer. Como, pergunta você? Simples. O dinheiro cai na conta e é logo sacado pelo sistema - para pagar as contas. O que sobra...tem que dar para 30 dias.

    Conhece a Refood (https://www.re-food.org/pt)? Pesquise e dedique tempo a fazer voluntariado. Pois assim vai ver a realidade das famílias portuguesas. Já entreguei comida em muitos condomínios fechados de luxo em que o inquilino dorme no chão da casa!

    Espero que aprenda a ver o mundo com outros olhos e a não fazer juízos de forma imediata e sem todos os dados. Pois isso é ser mesquinho. O pobre deste século não é aquele que dorme na rua e cheira mal. Esse coitado. É um desgraçado. O pobre de hoje em dia tem outras características.

    Para complementar a minha resposta. Quem define aquele que deve receber ajuda ou não tem um nome. Chama-se "Assistente Social". Esse profissional tem todos os dados e formação profissional para atribuir a ajuda aqueles que, infelizmente, precisam. Por isso, quando vir uma pessoa a receber uma ajuda social pense que existe um sistema que está a funcionar para saber se aquela pessoa é merecedora ou não. Pois se estiver a enganar o sistema, mais tarde ou mais cedo irá ficar sem a ajuda.

    Fico mesmo triste, que nos dias de hoje ainda se olhe para a roupa, telemóveis e carros para avaliar as pessoas. E assim decidir se estas devem ou não receber apoio.

    Vá fazer voluntariado, seja humilde, aprenda com os mais velhos na profissão de voluntariado e cultive-se. Pois essa maneira de ser é mesquinha.

    [UPDATE] O tópico foi alterado para corrigir erros de ortografia.
    Concordam com este comentário: Kruz, desofiapedro
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Kruz
  19.  # 18

    Colocado por: Kruzdesculpe lá, mas essa comparação é no mínimo baixo nível!
    Concordam com este comentário:Canos


    Baixo nível e demonstra que não conhece a realidade.
    Pois os passes são pagos pelo estado. E se o utilizador está a pedir ajuda é porque não deve ter muitas posses económicas. Para além disso, saindo das grandes cidades, a internet é uma treta. O que significa que vai muitas vezes abaixo e/ou fica lenta, impossibilitando uma correcta funcionalidade.
    Concordam com este comentário: Kruz
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Kruz
  20.  # 19

    Colocado por: CanosAs pessoas assumem encargos pesados (como casa e um carro - e isto não é um luxo, é sim um bem básico nos dias de hoje)


    Pois, mas há carros de 5k e de 50k, como há casas de 50k e 500k. A mim o que faz confusão é haver tanta gente sem 1 pé de meia para sobreviver 1 ou 2 meses sem ajuda. Eu se tivesse numa dessas situações arranjava maneira de ter trabalho extra, cortar nas despesas de forma a ter uma poupança mínima.

    Vejam bem que agora até vão dar apoios a RV que nunca descontaram, mas sabem de onde vai sair? Daquele fundo para onde uns quantos descontam todos meses chamado SS.
    Concordam com este comentário: Snuffles
  21.  # 20

    Colocado por: CanosJá entrei comida em muitos condomínios fechados de luxo em que o inquilino dorme no chão da casa!


    Só dá razão ao meu comentário anterior. Ganho 100 mas gasto 110, qd a coisa corre mal alguém ajuda.
    Concordam com este comentário: Snuffles
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">