Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom dia,

    tenho um terreno que fica em 2 concelhos. Num dos concelhos pode-se construir mas no outro não!

    Eu queria aproveitar esse terreno, já que o mesmo até tem uma área razoável para criar um parque de campismo (eventualmente glamping), mas não sei se será viável avançar com o projecto derivado a este pequeno pormenor! A qual das câmaras me dirijo? Basta ir a que a mim mais me convêm?

    Depois se houver alguém por aqui que me possa dizer os custos da elaboração do projecto (custos arquitecto) agradecia!

    Cumprimentos
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Colocado por: IvoEsteves90A qual das câmaras me dirijo?


    eu diria que às duas.



    Colocado por: IvoEsteves90Num dos concelhos pode-se construir mas no outro não!


    na parte do terreno onde se pode construir faz as infraesturas fixas e deixa a outra parte do terreno para as tendas e caravanas. Não parece-me impeditivo.
    Concordam com este comentário: Capuchinha
  4.  # 3

    Colocado por: IvoEsteves90Num dos concelhos pode-se construir mas no outro não!


    Olá. E quais são os concelhos?
    Como sabe que num pode e noutro não?
    Pela planta PDM? Que tipos de terreno são?
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6.  # 4

    Deve ter dois terrenos... Lado a lado. Um em cada concelho.

    Antes demais deverá verificar se cada um deles permite a instalação de um parque de caravanismo e campismo. É a figura jurídica possível para poder ter uma zona com glamping.

    É complicado ter um empreendimento turístico que abarque terrenos situados em municípios distintos... Não digo que seja impossível... Mas será causador de burocracias...
  7.  # 5

    Custos... Depende de muita coisa...
    Da dimensão, do programa, das dificuldades, das necessidades de infraestruturas, etc...
    Precisará de arquitectura e engenharia...
  8.  # 6

    bem, vamos lá!

    Tenho o mesmo terreno é passado pela fronteira entre o concelho de caminha e de Viana do castelo! É o mesmo terreno mas encontra-se nas duas câmaras.

    Sei disto porque? A minha mãe, proprietária do terreno, a uns anos andou a estudar a hipótese de vender o terreno, e como tal tratou de se informar se dava para construir, pois nesse caso o preço de venda era outro!

    O terreno em questão é o que nós chamamos de mato (terreno florestal sem uso agrário).

    Tenho dia 16 de Setembro uma reunião com o Arquitecto da câmara de Viana do castelo, vamos lá ver o que vai sair dali!

    Pedro barradas, não percebi a parte onde você fala da "figura jurídica possível para poder ter uma zona com glamping". poderia explicar?



    Eu vou começar a trabalhar neste projecto no imediato, pois tenho de "moldar" o terreno a meu gosto e proceder a plantação de algumas árvores em determinadas zonas órfãs de arvoredo! Será que me poderiam ajudar a decidir quais as melhores árvores para plantar? Queria plantar espécies autóctones, nomeadamente carvalhos, sobreiros e amieiros, mas estes demoram imenso tempo a crescer... Alguma sugestão?
    Além disso queria que as mesmas espécies fizessem uma espécie de limpeza ao terreno não deixando crescer silvas e tojos!!!

    Sugestões agradecia!
  9.  # 7

    Colocado por: IvoEsteves90O terreno em questão é o que nós chamamos de mato (terreno florestal sem uso agrário).

    Isso pouco importa...


    Colocado por: IvoEsteves90Tenho dia 16 de Setembro uma reunião com o Arquitecto da câmara de Viana do castelo, vamos lá ver o que vai sair dali!

    Exacto é melhor esperar por isso.

    Colocado por: IvoEsteves90Pedro barradas, não percebi a parte onde você fala da "figura jurídica possível para poder ter uma zona com glamping". poderia explicar?

    Tem de constituir um parque de campoismo e caravanismo para poder ter o Glamping... mas o arqutiecto da CM, vai informá-lo melhor de todas as condicionantes.


    Colocado por: IvoEsteves90Eu vou começar a trabalhar neste projecto no imediato, pois tenho de "moldar" o terreno a meu gosto e proceder a plantação de algumas árvores em determinadas zonas órfãs de arvoredo! Será que me poderiam ajudar a decidir quais as melhores árvores para plantar? Queria plantar espécies autóctones, nomeadamente carvalhos, sobreiros e amieiros, mas estes demoram imenso tempo a crescer... Alguma sugestão?

    Um arquitecto paisagista.. mas não começe nada antes de saber se realmente pode efectuar o investimetno que está a pensar. de qq das formas a recuperação de florestas autoctones é sempre de louvar.
  10.  # 8

    É como digo: vou começar a trabalhar nisto sem presas... Vou limpar o terreno, proceder a plantação de algumas árvores e vamos indo e ao mesmo tempo resolvendo as burocracias e problemas que forem surgindo!!! Com tempo tudo e resolve!
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
  11.  # 9

    E depois está sujeito a mudar as árvores de sitio ou está já a condicionar a disposição da coisa sem necessidade.
  12.  # 10

    Colocado por: rjmsilvaE depois está sujeito a mudar as árvores de sitio ou está já a condicionar a disposição da coisa sem necessidade.


    Como é lógico não vou plantar árvores de metro em metro!

    Irei proceder a plantação de algumas árvores em zonas de clareiras de forma a poder dar alguma sombra nesses locais... Não quero fazer do terreno uma floresta densa!
  13.  # 11

    Tem acessos ao terreno por ambos os municípios?
  14.  # 12

    Colocado por: IvoEsteves90Bom dia,

    tenho um terreno que fica em 2 concelhos. Num dos concelhos pode-se construir mas no outro não!

    Eu queria aproveitar esse terreno, já que o mesmo até tem uma área razoável para criar um parque de campismo (eventualmente glamping), mas não sei se será viável avançar com o projecto derivado a este pequeno pormenor! A qual das câmaras me dirijo? Basta ir a que a mim mais me convêm?

    Depois se houver alguém por aqui que me possa dizer os custos da elaboração do projecto (custos arquitecto) agradecia!

    Cumprimentos


    Explore igualmente o programa Portugal2020 ( pode ser que exista verbas para turismo elegíveis ) o custo da arquitectura é uma parcela pequena comparada com o investimento total.
    Faz-me lembrar o projecto do autocarro amfíbio em Lisboa , e das casas flutuantes em Aveiro que tiveram anos até conseguir serem licenciadas por falta de legislação específica.
    No seu caso é explorar o potencial de edificação caso exista, e instruir um projecto de acordo.
  15.  # 13

    Colocado por: BelhinhoTem acessos ao terreno por ambos os municípios?


    Passa mesmo na entrada a estrada municipal que liga os dois concelhos!
  16.  # 14

    Colocado por: paulo_pereira

    Explore igualmente o programa Portugal2020 ( pode ser que exista verbas para turismo elegíveis ) o custo da arquitectura é uma parcela pequena comparada com o investimento total.
    Faz-me lembrar o projecto do autocarro amfíbio em Lisboa , e dascasas flutuantes em Aveiroque tiveram anos até conseguir serem licenciadas por falta de legislação específica.
    No seu caso é explorar o potencial de edificação caso exista, e instruir um projecto de acordo.


    Quarta vou ter uma reunião com o arquitecto da camara de Viana do Castelo para ver as possibilidades!!!

    Tenho ido para o terreno cortar o mato e estou a ficar perplexo com o estado dele! Apesar de imensas silvas e mato, existe um enorme "carvalhal" no terreno, bem como azevinhos e sobreiros!!! Acho que o problema de plantação das árvores está resolvido!
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pedro Barradas
  17.  # 15

    Colocado por: IvoEsteves90

    Quarta vou ter uma reunião com o arquitecto da camara de Viana do Castelo para ver as possibilidades!!!

    Tenho ido para o terreno cortar o mato e estou a ficar perplexo com o estado dele! Apesar de imensas silvas e mato, existe um enorme "carvalhal" no terreno, bem como azevinhos e sobreiros!!! Acho que o problema de plantação das árvores está resolvido!
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Pedro Barradas


    os concelhos são viana e caminha? (apenas curiosidade)
  18. Ícone informação Anunciar aqui?

  19.  # 16

    EStou agora com um problema: Estou a cortar as silvas e o mato, mas as silvas vão voltar a crescer... Eu não queria usar herbicidas... Alguém sabe algum método para evitar que elas voltem a crescer?
  20.  # 17

    Colocado por: IvoEsteves90Alguém sabe algum método para evitar que elas voltem a crescer?


    Herbicida.
  21.  # 18

    Colocado por: IvoEsteves90EStou agora com um problema: Estou a cortar as silvas e o mato, mas as silvas vão voltar a crescer... Eu não queria usar herbicidas... Alguém sabe algum método para evitar que elas voltem a crescer?
    arrancar pela raiz, no entanto, isso nao evita o futuro crescimento se silvas e mato pela natural propagação de sementes... tal como o uso de herbicida também não o evita.

    O melhor é apenas aparar regularmente onde houver. afinal mato e silvas com alguma regra são benéficas à propria natureza.
    Concordam com este comentário: JoelM, Pedro Barradas
  22.  # 19

    Colocado por: antonylemosarrancar pela raiz, no entanto, isso nao evita o futuro crescimento se silvas e mato pela natural propagação de sementes... tal como o uso de herbicida também não o evita.

    O melhor é apenas aparar regularmente onde houver. afinal mato e silvas com alguma regra são benéficas à propria natureza.


    Quando chegar a outra ponta do terreno tenho de começar de novo na entrada!
  23.  # 20

    Colocado por: IvoEsteves90Quando chegar a outra ponta do terreno tenho de começar de novo na entrada!
    A vida no campo é isso mesmo, trabalho nunca falta, o que falta é rendimento.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">