Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

  2.  # 2

    Colocado por: JoelMmas porque que haviam de ser FP? o empregador deles foi à falência?
    Então o estado em vez de usar os fundos que tem para tentar que as empresas segurem alguns desses empregos, usa-os para dar aumentos a quem não perdeu o emprego. O tem lógica. Efectivamente não faliu, nem vai falir, porque daqui a uns meses vamos ter um aumento de impostos para compensar.
  3.  # 3

    Colocado por: enf.magalhaesSe me falar em cortar os tachos , eliminar negócios ruidosos para o estado e reinvestir esse dinheiro em condições ! Concordo em absoluto !
    Mas não pode ser sempre o mexilhão a levar na cabeça !
    Totalmente de acordo. Já por várias vezes referi também que a área da saúde é mal paga, e deveriam ser aumentados.
    Agora ha coisas que têm valor que não é propriamente monetario, mas muito importante também:
    - Segurança no emprego
    - leis laborais escrupulosamente cumpridas
    - Horário de trabalho cumprido
    -ADSE
    - Para muitos pré-reforma aos 55.

    Acho que devem ter isto tudo. Só acho que quem passa uma vida a trabalhar numa linha de produção a ganhar o ordenado mínimo de base, a fazer 3 turnos (fins de semana e feriados incluídos) também deveria ter os mesmos direitos. E não acho justo que os impostos dos segundos sejam canalizados para cimentar condições de trabalho dos primeiros, quando eles nem podem sonhar com condições semelhantes.

    Não digo para tirarem a uns para dar a outros, digo para irem buscar o dinheiro onde o há, e investirem em quem menos condições tem.
  4.  # 4

    Colocado por: HAL_9000Então o estado em vez de usar os fundos que tem para tentar que as empresas segurem alguns desses empregos, usa-os para dar aumentos a quem não perdeu o emprego. O tem lógica. Efectivamente não faliu, nem vai falir, porque daqui a uns meses vamos ter um aumento de impostos para compensar.

    Já disse que podem ficar com o meu aumento ! Bom ... Só para o próximo mês ! Este mês ps 3 euros brutos não vieram.
  5.  # 5

    Colocado por: HAL_9000Totalmente de acordo. Já por várias vezes referi também que a área da saúde é mal paga, e deveriam ser aumentados.
    Agora ha coisas que têm valor que não é propriamente monetario, mas muito importante também:
    - Segurança no emprego
    - leis laborais escrupulosamente cumpridas
    - Horário de trabalho cumprido
    -ADSE
    - Para muitos pré-reforma aos 55.

    Acho que devem ter isto tudo. Só acho que quem passa uma vida a trabalhar numa linha de produção a ganhar o ordenado mínimo de base, a fazer 3 turnos (fins de semana e feriados incluídos) também deveria ter os mesmos direitos. E não acho justo que os impostos dos segundos sejam canalizados para cimentar condições de trabalho dos primeiros, quando eles nem podem sonhar com condições semelhantes.

    Não digo para tirarem a uns para dar a outros, digo para irem buscar o dinheiro onde o há, e investirem em quem menos condições tem.

    Só posso concordar com a estabilidade do emprego ...
  6.  # 6

    Colocado por: JoelM

    mas porque que haviam de ser FP? o empregador deles foi à falência? ate deviam é ser aumentados, todo o SNS, forças de segurança, etc andam a trabalhar muito mais pelo mesmo salário...


    Foi á falência em 2011 e mesmo assim não houve despedimentos como no privado...



    Enf. Magalhaes, eu sou a favor de aumentar o ordenado de várias carreiras, especialmente enfermagem que acho que é das mais mal tratadas no estado, quando criarem penalizações/despedimentos no estado
  7.  # 7

    Colocado por: JoelMo empregador deles foi à falência?

    Uma pergunta cuja resposta já deveria ser conhecida de todos.

    Sim, o estado foi à falência. Para não recuar mais, podemos ir a 1977, desde aí foi à falência 3 (três) vezes.
  8.  # 8

    Colocado por: J.Fernandes
    Uma pergunta cuja resposta já deveria ser conhecida de todos.

    Sim, o estado foi à falência. Para não recuar mais, podemos ir a 1977, desde aí foi à falência 3 (três) vezes.


    E sempre à pala do PS.
  9.  # 9

    Colocado por: JoelMquem o ouvir falar até pensa que o pessoal não vai receber subs de desemprego, ou não conta?
    Os precários vão receber bola se estavam a trabalhar há menos de 12 meses


    Colocado por: JoelMisto é piada, certo?
    Não é mesmo. a maioria das empresas abusa nas horas extra, estimulando a competitividade entre trabalhadores.




    Colocado por: JoelMeu também, porque que não o ouço a exigir isso dos patrões? :/
    Quem lhe disse que não o faço? Mas a degradação das condições de trabalho leva a que os patrões achem que podem fazer tudo só porque o trabalhador tem de levar um ordenado ao fim do mês.


    Colocado por: JoelMafinal em que que ficamos?
    Nunca disse que na área da saúde ganhavam bem, tendo em conta o risco profissional a que estão sujeitos. Existem médicos com muitos anos de casa que de facto ganham o que querem, mas não é a realidade normal de um profissional de saúde. Já não posse dizer o mesmo de muitos outros trabalhadores da FP, ou carreiras militares onde para além de termos oficiais em claro excesso, os mesmo ganham muito mais que aquilo que produzem. Dentro da própria FP existe um desequilíbrio absurdo em função de quem tem mais poder reivindicativo.
  10.  # 10

    Colocado por: JoelMquem o ouvir falar até pensa que o pessoal não vai receber subs de desemprego

    E quem o ouvir a si falar até pensa que todos os desempregados recebem ou vão receber subsídio de desemprego.
  11.  # 11

    Colocado por: J.Fernandese no entanto continuou a pagar salários e a funcionar... hum...

    Pois. Quando se pode espremer, extorquir e ameaçar o "acionista" tanto quanto se quiser sem que este possa sequer piar, é fácil.
  12.  # 12

    Colocado por: JoelM(e os que não vão, deveriam, como por exemplo patrões)

    Eu nem sequer me estava a referir a patrões. Todos os trabalhadores que não tenham "360 dias de trabalho por conta de outrem com registo de remunerações nos 24 meses anteriores à data do desemprego", também não recebem subsídio.
  13.  # 13

    Colocado por: JoelMnão entendi quem é o accionista que não pode piar...

    Quem são os acionistas do estado? Uma pista, começa por c.
  14.  # 14

    Colocado por: JoelMsabe que o estado também tem precários, certo?
    Mas esses não não funcionários públicos. São funcionários contratados pelo estado. Olhe eu sou um deles.
  15.  # 15

    Colocado por: JoelMeu sou apologista de nivelar por cima e não por baixo como muita gente gostaria!
    Nisto estamos plenamente de acordo. O que defendo é que que comece a gastar recursos a nivelar os assalariados do privado pela fasquia dos funcionários públicos. Em vez disso sobem ainda mais a fasquia dos últimos, isso é que é um contra-senso.

    Vou-lhe dar um exemplo, em 2014 quando estavam em vigor as 40h para toda a gente, porque não nivelar por cima e estabelecer no código do trabalho 37 pu 38h/semana para todos? Ao invés de estar a criar diferenciação e colocar parte dos trabalhadores a 35h e a outra parte a 40h?
  16.  # 16

    Colocado por: JoelM



    eu sou apologista de nivelar por cima e não por baixo como muita gente gostaria!


    então deduzo que o que você pretenda é que no privado seja impossível despedir alguém é isso? independentemente do trabalho que estes efectuem (ou não)
  17.  # 17

    Colocado por: JoelMe como que o estado, que não é patrão deles, vai obrigar (os patrões) a fazer isso?
    Desonerando os impostos da empresa, criando incentivo aos contratos sem termo e alterar o código do trabalho. A velha história de dá com uma mão e retira com a outra e obriga a redistribuir os recursos. Simples não é?

    Colocado por: JoelMquem obrigado os trabalhadores do privado a trabalhar 40 são os patrões..
    Não meu caro, os patrões só obrigam porque o código do trabalho o permite. Eu também trabalho 35h, a minha namorada também, e nenhum de nós é função pública. No entanto eu não falo em mim, falo em justiça social.
  18.  # 18

    Colocado por: HAL_9000Desonerando os impostos da empresa, criando incentivo aos contratos sem termo e alterar o código do trabalho. A velha história de dá com uma mão e retira com a outra e obriga a redistribuir os recursos. Simples não é?

    Não meu caro, os patrões só obrigam porque o código do trabalho o permite. Eu também trabalho 35h, a minha namorada também, e nenhum de nós é função pública. No entanto eu não falo em mim, falo em justiça social.

    Sem dúvida que todos deveriam trabalhar 35 h .
    O estado a usar as 35h nos seus trabalhadores incentiva outras empresas privadas a seguir as 35h sem as impor.

    Também devo relembrar que alguns sectores do estado fazem mais de 35 h por semana , chegando a acumular 300 h em bolsa de horas a serem dadas em folgas quando o patrão estado achar conveniente . As vezes estas folgas extra são dadas com menos de 12h de antecedência , ficando o empregado em casa à Chamada sem no entanto receber por estar à Chamada como preconiza a lei ..
    Ou seja , no estado também existem várias realidades !
  19.  # 19

    Colocado por: enf.magalhaesO estado a usar as 35h nos seus trabalhadores incentiva outras empresas privadas a seguir as 35h sem as impor.
    Está visto que não funciona esse incentivo. As empresas estão-se pouco "ca..ndo" para as horas que trabalham na função pública. Só mesmo com alterações ao código do trabalho.



    Colocado por: enf.magalhaesTambém devo relembrar que alguns sectores do estado fazem mais de 35 h por semana , chegando a acumular 300 h em bolsa de horas a serem dadas em folgas quando o patrão estado achar conveniente . As vezes estas folgas extra são dadas com menos de 12h de antecedência , ficando o empregado em casa à Chamada sem no entanto receber por estar à Chamada como preconiza a lei ..
    Ou seja , no estado também existem várias realidades !
    Com certeza que sim. Existem sectores do estado em que se fazem muitas horas extra, e existem outros em que nem têm que fazer para as 35hh. Mas isso também se passa nas empresas, com uma diferença fundamental: o estado sempre vai dando essas horas, as empresas nem todas. Numa empresa que trabalhei durante 1 ano, deixei lá 180h extra por receber ou gozar como férias. Obviamente poderia ter feito a denúncia à ACT, se fosse hoje tinha-o feito, aliás,se fosse hoje, nem deixava acumular tantas.
  20.  # 20

    Colocado por: JoelMsegundo me constou, se não é impossível, está lá perto (sem justa causa e bem fundamentada)
    Em termos de inocência, devemos ser dois "naives" então.