Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Adquiri um terreno e estou agora a procurar arquitetos para dar início ao processo de construir uma moradia.

    Alguém tem recomendações de arquitetos/gabinetes de arquitetura na zona do Porto e arredores que trabalhem com metodologia BIM (Building Information Modeling)?
    PS: O Google não retornou grande coisa.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Se usarem archicad, se usarem REVIT, entre outros, já usam BIM.
    Qual o motivo dessa exigência?
    Concordam com este comentário: antonylemos
    Estas pessoas agradeceram este comentário: andredias
  4.  # 3

    Colocado por: Pedro BarradasSe usarem archicad, se usarem REVIT, entre outros, já usam BIM.
    Qual o motivo dessa exigência?


    Obrigado pela resposta. Não é propriamente uma exigência, mais curiosidade.
    Alguns dos arquitetos que já contactei referiram que utilizam essa metodologia e apresentaram algumas vantagens face à metodologia "mais comum".
    Fiz alguma pesquisa sobre BIM e parece-me que se começa a caminhar nesse sentido e que no futuro será prática comum.
    Tenho apenas alguma curiosidade em descobrir mais alguns arquitetos que já a utilizem e conhecer o seu trabalho.

  5.  # 4

    Colocado por: andredias

    Obrigado pela resposta. Não é propriamente uma exigência, mais curiosidade.
    Alguns dos arquitetos que já contactei referiram que utilizam essa metodologia e apresentaram algumas vantagens face à metodologia "mais comum".
    Fiz alguma pesquisa sobre BIM e parece-me que se começa a caminhar nesse sentido e que no futuro será prática comum.
    Tenho apenas alguma curiosidade em descobrir mais alguns arquitetos que já a utilizem e conhecer o seu trabalho.


    Para o cliente final tem pouco relevância... Se o arquitecto for bom, é bom com qualquer ferramenta.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, rial089, antonylemos, Mk Pt
    Estas pessoas agradeceram este comentário: andredias
  6.  # 5

    aliado ao facto que os empreiteiros não tirarão qq partido disso...

    a mais valia, do BIM, ainda, não me parece assim tão relevante... em particular se depois a engenharia não usa o modelo.
    Concordam com este comentário: rial089, JoelM, brunomrosa, Mk Pt
  7.  # 6

    Escolha o arquiteto pelo portfólio e pela pessoa em si. Vai ser o seu melhor amigo durante uns tempos.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: andredias
  8.  # 7

    Floret ou anarchlab salvo erro trabalham em revit
    • NLuz
    • 11 Setembro 2020

     # 8

    Se contratar um fiscal de obra que trabalhe com Revit, e o projeto tiver sido feito com Revit vai ver o empreiteiro a rabiar.

    Um projeto feito em Revit permite saber com exatidão a quantidade de ferro a usar, os M2 de superfície a pintar etc.

    O empreiteiro não pode mesmo fugir ao projetado.

    Um professor meu de Revit, que tb é fiscal de obra tem poupado imenso dinheiro a clientes.

    É o progresso 😉
    Estas pessoas agradeceram este comentário: andredias
  9.  # 9

    Colocado por: RicardoPortoFloret ou anarchlab salvo erro trabalham em revit


    Atenção que trabalhar com um software BIM não quer dizer que trabalhem em BIM... Conheço muito gabinete a usar archicad, revir, vector works, etc e so desenham em 2d... Não me perguntem qual a lógica...
    Concordam com este comentário: antonylemos
    • NLuz
    • 11 Setembro 2020

     # 10

    Colocado por: JoelM

    Atenção que trabalhar com um software BIM não quer dizer que trabalhem em BIM... Conheço muito gabinete a usar archicad, revir, vector works, etc e so desenham em 2d... Não me perguntem qual a lógica...


    A lógica é simples...
    Não sabem trabalhar.
    Trabalhar a 2D é bastante diferente de trabalhar de raiz sempre em 3D
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, antonylemos
    • JoelM
    • 11 Setembro 2020 editado

     # 11

    Colocado por: NLuz

    A lógica é simples...
    Não sabem trabalhar.
    Trabalhar a 2D é bastante diferente de trabalhar de raiz sempre em 3D


    Sem dúvida, até porque para um modelo está pronto a tirar quantidades correctamente, é preciso saber!
    Concordam com este comentário: NLuz
  10.  # 12

    Eu trabalho em Revit mas depois os engenhocas não se metem nisso.

    Os empreiteiros também não.

    No final não há vantagens para o utilizar final como foi dito.
    Concordam com este comentário: antonylemos, Mk Pt
  11.  # 13

    Colocado por: NLuz Um projeto feito em Revit permite saber com exatidão a quantidade de ferro a usar, os M2 de superfície a pintar etc.
    Estas pessoas agradeceram este comentário:andredias

    Na parte das armaduras/ferro em teoria permite, na prática não. Porque modelar todas as armaduras/ferro no programa não é viável, dado o tempo que demora e o facto de para uma certa dimensão da obra (e não precisa de ser muito grande) o ficheiro fica tão pesado que não se consegue trabalhar nele.

    Para mim as principais vantagens do revit, com o qual já trabalhei, prende-se com mais facilmente coordenar os projetos de engenharia com a arquitetura e ajudar na criação dos mapas de quantidades. E faz mais sentido em obras de maior dimensão, não propriamente em moradias.
    • NLuz
    • 11 Setembro 2020

     # 14

    Colocado por: fredcunha
    Na parte das armaduras/ferro em teoria permite, na prática não. Porque modelar todas as armaduras/ferro no programa não é viável, dado o tempo que demora e o facto de para uma certa dimensão da obra (e não precisa de ser muito grande) o ficheiro fica tão pesado que não se consegue trabalhar nele.

    Para mim as principais vantagens do revit, com o qual já trabalhei, prende-se com mais facilmente coordenar os projetos de engenharia com a arquitetura e ajudar na criação dos mapas de quantidades. E faz mais sentido em obras de maior dimensão, não propriamente em moradias.


    Não leve a mal, mas consegue sim.
    Há alguns truques para não puxar sempre toda a informação. Óbvio que tem que se investir em boas máquinas, mas compensa plenamente.
    A pessoa que lhe falo, é das que mais sabe de Revit em Portugal. Dá formação as principais empresas de Engenharia em Portugal e muitas tb fora.
    As ferragens ficam impecáveis no projeto.
    O mapa de quantidades é uma maravilha.
    Concordam com este comentário: fredcunha
  12.  # 15

    Colocado por: andrediasAlguém tem recomendações de arquitetos/gabinetes de arquitetura na zona do Porto e arredores que trabalhem com metodologia BIM (Building Information Modeling)?
    só por curiosidade, qual a razão da preferência por arqºs a usarem BIM?
    Colocado por: andrediasAlguns dos arquitetos que já contactei referiram que utilizam essa metodologia e apresentaram algumas vantagens face à metodologia "mais comum".
    para si quais?

    eu apenas fiquai curioso com essa exigência pois quase todo mundo hoje usa ferramentas bim de um aforma ou outra.. até há quem use sketchup para projectos. mas para o cliente é indiferente. no entanto para nós depende muito se os nossos colaboradores também o usam pois caso contráro é um pouco chato ter de andar a passar isso para outros formatos e ainde ter de limpar os desenhos
  13. Ícone informação Anunciar aqui?

  14.  # 16

    Colocado por: NLuzÉ o progresso 😉
    também concordo.. se bem que nao invalida que quem não o use faça tão bom trabalho como quem usa..

    quanto ao calcular ferro e betão.. também se faz seja à mão ou em cad, dá é um pouco mais trabalho.
  15.  # 17

    Colocado por: fredcunhaPorque modelar todas as armaduras/ferro no programa não é viável, dado o tempo que demora e o facto de para uma certa dimensão da obra (e não precisa de ser muito grande) o ficheiro fica tão pesado que não se consegue trabalhar nele.
    e o sistema como se trabalha cá não permite tal coisa.. quem pagaria? cá o costume é projecta-se a arquitecta e submete-se entretanto trabalha-se nas especialidades.. quem iria andar a corrigir depois a estrutura uma vez aprovada para refletir as especialidades.?

    esta forma de trabalhar para mim nuca fez muito sentido mas é o prato do dia. os DO com pressa e tal... no final a coordenação é mesmo só no termo..
  16.  # 18

    Colocado por: NLuzA pessoa que lhe falo, é das que mais sabe de Revit em Portugal. Dá formação as principais empresas de Engenharia em Portugal e muitas tb fora.
    As ferragens ficam impecáveis no projeto.
    O mapa de quantidades é uma maravilha.
    e certamente como falei acima... essa qualidade e coordenação toda reflete-se na conta final.. o que nao é mau. o trabalho e investimento na qualidade tem de ser paga, mas para os clientes mais báscios nada disso interessa. de ai a curiosidade com quem iniciou este tema

    nao sei de quem fala mas ja trabalhei em espinho num dos primeiros gabinetes no país a investir em BIM na altura em fizeram essa transição, é uma excelente ferramenta, lá fora naÁsia e na Aurstrália também so trabalham com isso. Mas nesses casos todos os colaboradores a usam e faz sentido..

    o que dá mais trabalho no BIM é montar o sistema, familias, layouts etc ao longo dos anos a coisa torna-se mais fácil pois criam-se as bibliotecas etc
    • NLuz
    • 11 Setembro 2020

     # 19

    Em termos de Estruturas o Revit é muito bom, e conheço uma empresa que faz projeto de Estrutura todo em Revit, de raiz.
    Olhe, é a que vai fazer o novo Aeroporto 😉

    Uns avançam, outros ficam para trás. No Brasil saiu uma diretriz o ano passado que todos os projetos públicos em 2020 teriam que passar a ser feitos com a tecnologia BIM.
    Nós ainda estamos atrasados, mas o 2D só tem os dias contados.
    Isto do Bim, é igual à revolução do estirador para o Autocad. Vários gabinetes ficaram para trás nessa revolução, agora é o mesmo.

    Mas, a minha área de formação é infraestruturas rodoviárias e ferroviárias e tb aí é fantástica a evolução do projeto com estas novas tecnologias.
  17.  # 20

    Colocado por: antonylemossó por curiosidade, qual a razão da preferência por arqºs a usarem BIM?
    para si quais?

    eu apenas fiquai curioso com essa exigência pois quase todo mundo hoje usa ferramentas bim de um aforma ou outra.. até há quem use sketchup para projectos. mas para o cliente é indiferente. no entanto para nós depende muito se os nossos colaboradores também o usam pois caso contráro é um pouco chato ter de andar a passar isso para outros formatos e ainde ter de limpar os desenhos


    Não é uma exigência, tal como referi acima apenas algo que gostaria de explorar um pouco mais, quase por curiosidade, por me parecer que eventualmente se tornará mais comum.
    Em relação às vantagens apresentadas, foi essencialmente a capacidade de coordenar com as especialidades, obviamente trabalhando com os engenheiros com os quais costumam trabalhar e que também já usam BIM. Isto permitiria detetar e ajustar qualquer incompatibilidade que surja.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">