Iniciar sessão ou registar-se
    • RMPG
    • 25 Novembro 2020 editado

     # 1

    Boa tarde
    Andei por aqui a procura mas nao encontrei nenhum topico por isso decidi abrir um novo.

    Considero que o dinheiro é para gastar, não acho que devemos andar a trabalhar para guardar, para fazer mealheiros, que nao sabemos se vamos ter possibilidade de usufruir.
    Nao quero com isto dizer que ande a esbanjar, ou a fazer dividas, nem que seja de um consumismo disparatado, nada disso.
    Considero que devemos ter projetos, ter um pequeno pe de meia para alguma urgencia que suja, ou seja que deve haver em nossas casa um balança , entre o que se ganha e o que se gasta, por isso tenho um quadro em excell onde vou controlando as minhas despeas mensais, agua , luz, gas, seguros etc, etc, etc.
    Posto isto e sem nada a esconder, o meu topico vai no sentido de quem quiser aqui participar, expor a sua situação, trocar ideias, sendo o meu objetivo principal perceber se "estou na media", se gasto muito ou pouco em luz ou agua etc.

    Assim deixo os meus dados:
    Somos 4, casal com dois filhos, mais um amigo de quatro patas de porte medio, este habita no quintal 120m2., moradia em banda de 2 pisos, T4 90m2+90m2 no alentejo central, construçao de 2007.
    Gastos mensais medios:
    Agua:35€
    Luz:80€ - tenho 2 paines de autoconsumo
    Gas:16€ - gas propano canalizado ( serve apenas para a placa e para o esquentador quando o painel AQS nao é suficiente)
    TV+net:30€
    telemovel- 10€ 2x5€

    Participem, vamos trocar ideias.
  1.  # 2

    Cada em casa (cave com 140m2 e res-do-chão 165m2) somos quatro (2 adultos e 2 crianças) e o gato (esse malvado)

    Eletricidade - 80(+ou-)
    Gas - não temos (tudo eletrico)
    Agua 16€ (tenho tambem furo artesiano)
    Tv + net + telefone + telemoveis(2) - 60€
    Lixo 3€ mensais

    Depois ainda há a dolorosa - a prestação ao banco
    • RMPG
    • 25 Novembro 2020

     # 3

    :), pois uma das ideias que tenho em mente é no futuro trocar a placa a gas por indução, e em vez de usar o exquentador, usar a resitencia na AQS, mas na verdade estou satisfeito com o uso do esquentador e como ambos os equipamentos estao bons, acho que nao me compensa investir so por investir. Pergunto a mim mesmo muitas vezes quando vou recuperar esse investimento??? E como mesmo procurando em varios sitios nao consigo encontrar resposta a isto, vou-me para ja mantendo assim.
  2.  # 4

    Não é nos gastos do dia a dia que se poupa para o futuro.
    São os carros, as férias longínquas e divórcios que estouram eventual poupanças significativas.
    Tipo : não vale a pena amortizar a divida da casa quando posso ter um BMW "só" por 400€ mês.
    Concordam com este comentário: RMPG, RRoxx, NLuz, mrsp, Bi91
    • RMPG
    • 25 Novembro 2020

     # 5

    Carvai, sem duvida concordo inteiramente.
    Dai nem sequer ter colocado aqui essas despesas.
    Prestacao da casa.
    Prestacao dos carros.
    Seguros
    ETc
    Nao coloquei, apenas porque aqui ha muito mais variaveis do que nas essenciais que postei.
  3.  # 6

    Depende, se os seus gastos do dia a dia incluírem tabaco, cerveja, whiskey, raspadinhas, Uber eats etc... Talvez consiga poupar com os gastos do dia a dia.

    Eu sei que os meus gastos mensais regulares oscilam entre os 800€ e os 1500€ consoante o mês. Não faço uma vida a contar tostões, longe disso, mas por natureza não tenho grandes gastos que considero futilidades, não fumo, não bebo, não ligo a cagancas (andar de bmw, só com roupa de marca etc), gasto em boa comida, bons ingredientes e bons utensílios e ferramentas para a bricolage, acho que esse é o item onde "enterro" algum dinheiro.
    • RMPG
    • 25 Novembro 2020

     # 7

    :)
    RRoxx eu talvez nao me tenha feito entender ... mas é otimo aparecerem este tipo de comentarios tambem...

    Por acaso tambem nao fumo, nem ando nos copos.... tambem nao sou de luxos com carros nem roupas, tenho 2 carritos, um citroen e um dacia, portanto baratuxos, e roupa ando quase sempre de farda do trabalho, ou de fatos de treino ... enfim ..

    AS questoes que colocava relativamente a pou+anças, têm mais que ver com por exemplo:
    Gasto em media 80€de eletricidsde, mas o aquecimento e arrefecimento da casa, é todo feito com o AC. è aqu ique gostsava de ver mais gente a manifestar-se, pois se por exemplo pensar em investir num recuperador de calor, ou pelets, sera que compensa ou nao compensa... etc.. queria ver o topico animado para irem surgindo mais duvidas de colegas e ir tirando as minhas conclusoes..
  4.  # 8

    Internet: 32€
    Telemoveis: 26€
    Luz: +/-50€
    Gaz: botija de 45kg desde 05/10/2018.
    Água: poço

    Entre prestação da casa, despesas seguros e estas são +/- 450€ por mês, fora alimentação.



    Colocado por: RRoxx ferramentas para a bricolage, acho que esse é o item onde "enterro" algum dinheiro.




    Acho que também é a minha forma de "esbanjar" dinheiro.
    • RRoxx
    • 25 Novembro 2020 editado

     # 9

    Ok, também posso contribuir nesse ponto.

    Electricidade: aprox 35 a 45€
    Água: ~20€
    Gás: ~10€
    TV+NET - 70€ (casa+2ªcasa)

    Os gastos são baixos porque somos só 2. Não temos aparelhos com grandes consumos (todos A+) e funcionam pontualmente. Temos AC mas não usamos, felizmente o apartamento e confortável tanto no inverno como no verão (pontualmente nos dias mais quentes temos necessidade de use AC).
    • DR1982
    • 25 Novembro 2020 editado

     # 10

    Em aquecimento arrefecimento gasto uns 450€ anuais de AC
    Agua achonque sao 10€ e gás para placa e esquentador outros 10€ mensais
    Eletricidade nunca pago o mesmo todos os Meses Por isso é dificil saber quanto gasto!

    Quanto ao esbanjar dinheiro, epa gastar apenas de forma racional é uma granda seca:)
  5.  # 11

    Colocado por: RMPGConsidero que o dinheiro é para gastar, não acho que devemos andar a trabalhar para guardar, para fazer mealheiros, que nao sabemos se vamos ter possibilidade de usufruir.


    acho sensato conseguir poupar todos os meses 10% do ordenado.

    pessoalmente o meu objetivo desde que comecei a trabalhar, à mais de 20 anos (bolas estou a ficar velho) foi ter em poupanças o equivalente a um ano de gastos. Ou seja se eu perdesse todas as fontes de rendimento, conseguia estar um ano com o mesmo nível de vida. Isto dá uma flexibilidade enorme para reorientar a vida e para os imprevistos. A minha esposa, por exemplo, deu-se ao luxo de se despedir para termos os filhos. Teve digamos uns anos sabáticos, antes de regressar ao mercado de trabalho.

    agora com a construção da casa própria esta flexibilidade é muuuuuuito menor. Mas depois havemos de voltar a aumentar a poupança.
    Concordam com este comentário: SBrandão, zed
    • RMPG
    • 25 Novembro 2020

     # 12

    Pauloagsantos
    Concordo consigo, isso é uma boa medida, certamente que muitos de nos nao conseguirao fazer isso... estou la proximo, todos os meses retiro 10% do meu ordenado, para uma poupança, infelizmente o da minha mulher é mesmo a conta ou tem meses que nao chega..
    Mas aqui acho que tambem tem muito que ver como os casais se organizam...
    Por aqui , cada um recebe o seu ordenado numa conta propria e depois temos uma conta conjunta de onde saem todas as despesas... assim que recebemos o vencimento, transferimos cada um o correspondente a metade das despesas fixas . o excedentefica para cada um gerir por si, para gasoleo ou para o cafezito.. :)

    Estamos iguais tambem ja la vao 21 anos de descontos... e mais uns anos de trabalhos em ferias que nao aparecem em lado nenhum.. ;)
    • zeto
    • 25 Novembro 2020

     # 13

    Colocado por: RMPGBoa tarde
    Andei por aqui a procura mas nao encontrei nenhum topico por isso decidi abrir um novo.

    Considero que o dinheiro é para gastar, não acho que devemos andar a trabalhar para guardar, para fazer mealheiros, que nao sabemos se vamos ter possibilidade de usufruir.
    Nao quero com isto dizer que ande a esbanjar, ou a fazer dividas, nem que seja de um consumismo disparatado, nada disso.
    Considero que devemos ter projetos, ter um pequeno pe de meia para alguma urgencia que suja, ou seja que deve haver em nossas casa um balança , entre o que se ganha e o que se gasta, por isso tenho um quadro em excell onde vou controlando as minhas despeas mensais, agua , luz, gas, seguros etc, etc, etc.
    Posto isto e sem nada a esconder, o meu topico vai no sentido de quem quiser aqui participar, expor a sua situação, trocar ideias, sendo o meu objetivo principal perceber se "estou na media", se gasto muito ou pouco em luz ou agua etc.

    Assim deixo os meus dados:
    Somos 4, casal com dois filhos, mais um amigo de quatro patas de porte medio, este habita no quintal 120m2., moradia em banda de 2 pisos, T4 90m2+90m2 no alentejo central, construçao de 2007.
    Gastos mensais medios:
    Agua:35€
    Luz:80€ - tenho 2 paines de autoconsumo
    Gas:16€ - gas propano canalizado ( serve apenas para a placa e para o esquentador quando o painel AQS nao é suficiente)
    TV+net:30€
    telemovel- 10€ 2x5€

    Participem, vamos trocar ideias.

    Se quizer pode dar um olhada neste tópico pode tirar algumas dúvidas,até pode rir um pouco, tem 2200 comentários a sua disposição
    Irei tb compartilhar aqui os mes gastos
    https://forumdacasa.com/discussion/20652/98/viver-em-portugal-com-1200-era-1000/#Item_18
  6.  # 14

    O que se pretende com a informacao que vao partilhando aqui sobre os gastos de cada um ou o que cada um pode poupar?
    Vai tirar alguma conclusao?
    • RMPG
    • 25 Novembro 2020

     # 15

    Sirruper
    Olhe talvez nao tire nenhuma conclusao efetiva, mas trocamos ideias, o que me parece que agora estou a fazer certo, com a troca de experiencias pode me levar a ter atitudes diferentes...

    Nao lhe sei responder, mas estar á dois meses entre uma cama e uma cadeira sem nada para fazer, leva-nos a ter alguns pensamentos mais fora da caixa e a querer ter algum entretenimento..

    So participa quem quer.. ;)
    • RMPG
    • 25 Novembro 2020

     # 16

    Zeto
    Obrigado, ja tenho que fazer durante a noite :)
  7.  # 17

    Colocado por: RMPGSirruper
    Olhe talvez nao tire nenhuma conclusao efetiva, mas trocamos ideias, o que me parece que agora estou a fazer certo, com a troca de experiencias pode me levar a ter atitudes diferentes...

    Nao lhe sei responder, mas estar á dois meses entre uma cama e uma cadeira sem nada para fazer, leva-nos a ter alguns pensamentos mais fora da caixa e a querer ter algum entretenimento..

    So participa quem quer.. ;)

    Por exemplo. Eu sou uma pessoa muito poupada. Mas os meus gastos mensais sao altos.
    O que se conclui?
  8.  # 18

    Colocado por: RMPG
    Mas aqui acho que tambem tem muito que ver como os casais se organizam...
    Por aqui , cada um recebe o seu ordenado numa conta propria e depois temos uma conta conjunta de onde saem todas as despesas... assim que recebemos o vencimento, transferimos cada um o correspondente a metade das despesas fixas . o excedentefica para cada um gerir por si, para gasoleo ou para o cafezito..

    Para que é que têm uma conta para despesas fixas? Entao nao chega cada um ter a sua conta?
    Nao era melhor definirem quem paga o quê?
    P.e. eu pago a casa, a luz, gas, a escola, etc. A minha esposa trata do supermercado, do vestuario, etc.
    Cada um poupa o maximo que puder mensalmente do seu salario após todos os gastos.
    Quando se vive em comunhão nao se devidem contas. Partilha-se a vida.
    Concordam com este comentário: Raquel A, Lupan, mica, pivot
    Estas pessoas agradeceram este comentário: SACS
    • RMPG
    • 26 Novembro 2020 editado

     # 19

    Foi uma questão de organização inicial comprei o terreno tinha o prejoeto da casa e qd fiz o empréstimo para a construção foi de um banco diferente do qual recebia o ordenado. A minha entidade patronal da altura não lhe interessava que eu mudar-se de banco e ficou assim.. Entretanto ainda solteiros fomos construindo a casa e passados 15 ou 16 anos continua na mesma a dita conta da casa... Como nos habituámos a viver com esta organização.. Esta. Os felizes assim... Cada um com as suas.. Sei que não é comum.. Mas não me importa..
    Dividimos as contas e partilhamos a vida o máximo que pudemos
  9.  # 20

    Devo ser o único aqui em que o meu vencimento não chega para pagar as prestações das casas que possuo!