Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde,
    Estou na construção de moradia, e ainda não se decidiu relativamente às janelas.
    Já está a estrutura efectuada, agora a parte de trolha e terei de decidir a parte das janelas, mesmo se for persianas deixar preparado a instalação exterior ou não...
    Considero mais protector as persianas, visto serem janelas grandes e terei o sol durante todo o dia. As pessoas aconselham, como se trata de uma moradia moderna, os balckout's. Em termos térmicos e até de algum protecção, acho mais "resistente" as persianas, mas em termos estéticos o balckout ficaria mais "leve"... contudo queria a melhor opção! :-) Mesmos os blackouts apostando em vidro bom, terá sempre efeito de calor a passar...
    Posso obter a Vossa opinião?
  2.  # 2

    Colocado por: fpinto005Estou na construção de moradia, e ainda não se decidiu relativamente às janelas.

    Este tipo de decisões não se podem tomar a meio da obra.
    O sistema de proteção solar é fundamental no comportamento e performances térmicas da casa.
    Uma má decisão pode ser a diferença entre ter uma casa com algum conforte térmico e gastos de energia reduzidos ou uma casa sem qualquer conforte e gastos de energia acima do aceitável.
    A melhor opção é aquela que mais se enquadrar nos seus requisitos.
    Entre estética, conforto e gastos controlados com a energia necessária para aquecimento/arrefecimento? Quais são as suas prioridades?
    Concordam com este comentário: Palmix
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  3.  # 3

    Colocado por: zedasilvaEste tipo de decisões não se podem tomar a meio da obra.
    O sistema de proteção solar é fundamental no comportamento e performances térmicas da casa.
    Uma má decisão pode ser a diferença entre ter uma casa com algum conforte térmico e gastos de energia reduzidos ou uma casa sem qualquer conforte e gastos de energia acima do aceitável.
    A melhor opção é aquela que mais se enquadrar nos seus requisitos.
    Entre estética, conforto e gastos controlados com a energia necessária para aquecimento/arrefecimento? Quais são as suas prioridades?


    exacto, exactus :)
    e até pode inviabilizar a Certificação Energética no final da obra
    Concordam com este comentário: zedasilva
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  4.  # 4

    Colocado por: fernandoFerreirae até pode inviabilizar a Certificação Energética no final da obra

    Resolve-se sempre, meto uma caldeira com mais potencia e até dá A+
    Não interessa que a casa seja um sorvedouro de energia, não interessa que o DO tenha bolores e fungos por todo o lado.
    O que interessa é que tenho uma certificação A+
    :)))
    Concordam com este comentário: RicardoPorto, fpinto005
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  5.  # 5

    São as boas políticas energéticas.. afinal quando mais dependentes formos da energia melhor!!!

    Já não há ventilação natural, nem paredes de trombe nem nada..
    Concordam com este comentário: zedasilva
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  6.  # 6

    Colocado por: RicardoPortoJá não há ventilação natural, nem paredes de trombe nem nada..

    Estamos a encher as nossas habitações de gadgets e de soluções que económicas ou amigas do ambiente não têm nada.
    Um bom projeto deve ser simples económico e eficiente. Isso é possível, basta que haja uma mudança de mentalidades.
    Um bom projeto e uma construção eficiente não têm obrigatoriamente que ser mais caro, basta que seja pensado com racionalidade.
    Concordam com este comentário: Nostradamus, Pedro Barradas, fpinto005
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Nostradamus, fpinto005
  7.  # 7

    Colocado por: zedasilva
    Estamos a encher as nossas habitações de gadgets e de soluções que económicas ou amigas do ambiente não têm nada.
    Um bom projeto deve ser simples económico e eficiente. Isso é possível, basta que haja uma mudança de mentalidades.
    Um bom projeto e uma construção eficiente não têm obrigatoriamente que ser mais caro, basta que seja pensado com racionalidade.


    Noutros tempos disse isso aqui e fui apelidado de homem das cavernas lol

    Ainda bem que é o Zé a dize-lo. Assim nao sou sempre eu a levar na cabeça.

    correcçao: noutros tempos e hoje ainda o digo
    Concordam com este comentário: Palmix
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  8.  # 8

    Colocado por: NostradamusAinda bem que é o Zé a dize-lo. Assim nao sou sempre eu a levar na cabeça.

    Sempre defendi soluções simples, básicas mas eficientes.
    Se eu consigo ter o mesmo resultado com 2 pregos e um martelo para que raio devo ser induzido a usar uma cola de 28 componentes?
    As nossas habitações estão a tornar-se em verdadeiros equipamentos eletrónicos para solucionar problemas básicos que se resolveriam com meia dúzia de tostões.
    Estamos a valorizar o supérfluo em detrimento do básico e essencial.
    Para mim, deve-se apostar em impermeabilização, isolamento e ventilação. Isto é possível garantir com grande grau de eficácia com soluções correntes e baratas, basta que sejam pensadas com cabeça.
    Concordam com este comentário: Nostradamus, Pedro Barradas, fpinto005, NPRP
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
    •  
      RRoxx
    • há 4 dias editado

     # 9

    Não é só isso. Mas é muito isso.

    Passo com alguma frequência na zona de Mafra, não sei se alguém conhece, no sentido Mafra-Ericeira,.pela estrada da srª do Ó, há uma moradia "estilo moderno", que fui vendo crescer.

    Em woodframe, revestida a etics. A casa deve ter uns 2 anos acabada. Está com um aspecto pior que casas em alvenaria e betão com 20 e 30 anos que ali existem. Tem AC, solar e termos sifao, coisa que poucas ali tem, e também tem remendos atrás de remendos, coisa que poucas ali tem.

    As pessoas investem as poupanças em artigos da moda, sem saber o que compram, os técnicos cada vez são mais vendedores que técnicos no verdadeiro sentido da palavra.

    Sobretudo os projectistas, nunca viram uma chave de armar ferro mas já sabem tudo e mais alguma coisa. Se lhes perguntarem qual o traco para uma argamassa de cume, enrolam-se todos. Mas sabem que têm de ter bomba de calor xpto, ar condicionado, caixilharia de vidro triplo com corte térmico e um chouriço picante a assar no forno, porque no assador de barro é contra as regras de segurança contra o incêndio. Escolher tudo do bom e do melhor é fácil, difícil é depois pormenorizar de forma a que as coisas funcionem. De que vale um caixilho triplo com corte térmico se depois a platibanda racha é começa a escorre água na fachada, ou pior. Por trás do etics?

    Esquecemos o básico em função das coisas que aparecem na moda, e quando damos por ela já temos **** até ao pescoço e sem nenhuma maneira de sair dela.
    Concordam com este comentário: zedasilva, Nostradamus, Pedro Barradas, fpinto005
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  9.  # 10

    Make it simple... eu sempre advoguei isso. Mas também vos digo que não é fácil convencer muito DO.
    Racionalidade, simplicidade de soluções e pragmatismo é o que se pede actualmente. Cada vez é mais importante.. como isto vai...ui...
    Concordam com este comentário: zedasilva
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  10.  # 11

    Colocado por: zedasilva
    Este tipo de decisões não se podem tomar a meio da obra.
    O sistema de proteção solar é fundamental no comportamento e performances térmicas da casa.
    Uma má decisão pode ser a diferença entre ter uma casa com algum conforte térmico e gastos de energia reduzidos ou uma casa sem qualquer conforte e gastos de energia acima do aceitável.
    A melhor opção é aquela que mais se enquadrar nos seus requisitos.
    Entre estética, conforto e gastos controlados com a energia necessária para aquecimento/arrefecimento? Quais são as suas prioridades?


    O planeado é janela com persianas, como estamos na fase na estrutura disseram nos que agora é que temos de decidir o que aplicar. Se forem os balckout's a indicação é de que terá de ser um bom vidro térmico. Se for persiana serão colocadas externamente, conforme aconselhamento do Eng/Arq obra, e na segunda fase da casa, ao efectuar as paredes é que devemos já ter a decisão, para se caso for persiana, fazer tipo embutido para não ficar a lomba de fora...
    Obrigada.
  11.  # 12

    Colocado por: zedasilvaA melhor opção é aquela que mais se enquadrar nos seus requisitos.
    Entre estética, conforto e gastos controlados com a energia necessária para aquecimento/arrefecimento? Quais são as suas prioridades?


    a prioridade será gastos controlados, conforto e estética :-)
    sou leiga na matéria, vou adquirindo conhecimento... na minha opinião estou mais inclinada para persiana, por ser mais robusto e por ser uma barreira mais "termica" quer para evitar frio quer evitar calor. Visto ser no piso 3 janelas/portas grandes (largura 3,5 a 4m).
  12.  # 13

    Colocado por: fpinto005a prioridade será gastos controlados, conforto e estética :-)


    Ness caso meta estores normais se isso não afetar a estética.
    Um conselho, não decidam estes tipo de coisas sobre pressão. por norma dá asneira porque estamos pressionados a tomar um decisão rápida.
    A sua escolha vai igualmente influenciar nos custos. O que é que foi orçamentado com o empreiteiro?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  13.  # 14

    Colocado por: fpinto005O planeado é janela com persianas, como estamos na fase na estrutura disseram nos que agora é que temos de decidir o que aplicar.

    Mas isso já foi decidido, em projecto. Que raio... para que confundem as pessoas!?
    E estas questões, havendo dúvidas, é para serem esclarecidas/ pensadas com os autores dos projectos.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  14.  # 15

    Colocado por: Pedro Barradaspara que confundem as pessoas!?

    Para que se possa entrar no campo dos "já agora"
    Um bom DT e empreiteiro que saibam sentir o pulso do Dono de obra facilmente conseguem reduzir custos de execução e incrementar trabalhos a mais que na grande maioria das vezes não trazem qualquer tipo de valor acrescentado à obra.
    Concordam com este comentário: fpinto005
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
    • Dav82
    • há 3 dias editado

     # 16

    Na minha opinião estores sem duvida, o meu projeto foi feito com blackouts e eu nem me apercebi só mesmo já em obra e alterei para estores acho que tomei a melhor decisão sem qualquer dúvida a todos os niveis, transmite mais segurança aos olhos, a nivel de reter calor nem lhe digo a diferença que faz com estore baixo, apesar de ter colocado vidros bons nota se imenso a diferença. Coloca uns shellys de seguida e cria os cenarios que quer para a subida e descida dos estores!
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  15.  # 17

    Por experiência um black-out bom (mais espesso) dá um bom corte ao calor, que é a minha maior preocupação, visto que (no meu caso) não temos temperaturas baixas. Relativamente ao frio, o vidro fará parte do trabalho, e o estore será sempre um adicional.

    Arquitetonicamente, parece-me que as modas hoje em dia é a de evitar estores. Vale o que vale, são gostos...

    Quanto à segurança, outro ponto que me suscita interesse, parece-me que não há grande vantagem no estore. Se o ladrão quiser entrar...vai entrar.

    Financeiramente, talvez possa fazer sentido poupar nos vidros, para gastar no estore, e assim garantir a térmica da habitação...

    No meu caso, e de acordo com o Engenheiro, iremos sempre optar por um bom vidro. No caso será um sunguard 70/35 (6xArgonx4.4.1), ou um SKN175.
    Não se esqueça que, se poupar no vidro, para gastar no estore, terá que os ter para baixo durante o dia...e há quem não goste disso.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  16.  # 18

    Dav82

    como é evidente um blackout não era o ponto em que iria controlar a termica, não é propriamente preconizado nesse sentido
    assim penso que no seu caso ou tinha o sombreamento exterior controlado quer pela exposição do vão ou por pala ou não era o blackout que o iria fazer. Dai que fez bem no seu caso ter metido sombreamento pelo exterior( estores)
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  17.  # 19

    Colocado por: marco1Dav82

    como é evidente um blackout não era o ponto em que iria controlar a termica, não é propriamente preconizado nesse sentido
    assim penso que no seu caso ou tinha o sombreamento exterior controlado quer pela exposição do vão ou por pala ou não era o blackout que o iria fazer. Dai que fez bem no seu caso ter metido sombreamento pelo exterior( estores)


    Sim Marco é verdade era mesmo pela estética, pena não me ter apercebido antes pois perdi as janelas de 2,50m mas estou bastante satisfeito pela escolha a todos os níveis, a nível solar é onde se nota mais, pois a exposição solar da casa é desde que o sol nasce até que se põe e apesar de ter mantido os vidros de qualidade contra um sol forte os vidros não fazem milagres.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005
  18.  # 20

    Colocado por: fpinto005janelas/portas grandes (largura 3,5 a 4m).

    Não será comprimento a mais para o estore? Se calhar, em alguma das janelas vai ter de dividir o estore ao meio, o que, esteticamente, não fica muito bonito.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: fpinto005