Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boas tardes a todos

    o problema é o seguinte

    tenho uma inquilina de 70 anos e tem uma reforma de 600 euros

    paga 135 euros de renda por um T 1 com marquise e varanda no quarto..o condominio pago eu.

    é inquilina desde que comprei o prédio,,,1984

    a renda foi aumentada faseadamente depois do NRAU até aos 135 euros
    agora quer uma porta da entrada nova,são 700 paus

    a minha intenção é aumentar a renda para 300 euros..e está barato para a zona que é

    sei que o estado tem apoio para estes casos,só não sei bem é o procedimento...e depois a inquilina nem ler sabe,não sei como é que vou resolver este problema


    como aumentar a renda neste caso?
    se puderem ajudar agradeço

    ps em caso algum vou meter a inquilina em problemas caso não haja apoio do estado
    • size
    • 14 agosto 2022

     # 2

    Não é por ter que proceder a uma obra de manutenção no imóvel (caso seja essa a situação na substituição de uma porta) que haverá legitimidade para um aumento extraordinário da renda.
  2.  # 3

    Colocado por: sizeNão é por ter que proceder a uma obra de manutenção no imóvel (caso seja essa a situação na substituição de uma porta) que haverá legitimidade para um aumento extraordinário da renda.


    completamente de acordo size

    o que eu estou a perguntar é se há algum apoio do estado que possa ajudar a inquilina a pagar uma renda actual

    não tenho problema nenhum em meter a porta,mas se houver ajuda do estado melhor ainda

    esta renda não dá nem para uma bica todos dias
  3.  # 4

    que se lixe

    o contrato acaba em 2023 vou aumentar para 300 paus e ela que se mexa
  4.  # 5

    Não.. e porque tem que meter uma porta? Desde 1984 é responsabilidade da inquilina se mau uso...
  5.  # 6

    Colocado por: RicardoPortoNão.. e porque tem que meter uma porta? Desde 1984 é responsabilidade da inquilina se mau uso...


    eu sei

    mas se não fosse assim hoje em vez de apartamentos tinha ruinas
  6.  # 7

    o estado e alguns municípios têm programas de rendas acessíveis. Pode-se inscrever nisso e quem lhe paga a renda passa a ser o estado ou município. Não sei é se depois há forma de garantir que a pessoa que aí está é quem fica no seu apartamento porque tenho ideia que as pessoas que querem usufruir de uma renda mais baixa se têm de candidatar e depois é-lhes atribuída um apartamento.
    • zeto
    • 14 agosto 2022 editado

     # 8

    Colocado por: joaopiresxque se lixe

    o contrato acaba em 2023 vou aumentar para 300 paus e ela que se mexa

    Não o quero assustar mas o contrato não termina em 2023, mas termina quando ela falecer, a não ser que você precise do apart. como primeira habitação, ou os seus filhos se os tiver, deveria pensar nisso á 6anos atrás, agora por lei já não a pode mandar embora nem rescindir o contrato nem aumentar a renda do apart. Mas pode ter a sorte de ela não estar informada da lei, despache-se
  7.  # 9

    Coisa tão simples dd se fazer. Enfim, complicar para quê?
  8.  # 10

    Colocado por: zeto
    Não o quero assustar mas o contrato não termina em 2023, mas termina quando ela falecer, a não ser que você precise do apart. como primeira habitação, ou os seus filhos se os tiver, deveria pensar nisso á 6anos atrás, agora por lei já não a pode mandar embora nem rescindir o contrato nem aumentar a renda do apart. Mas pode ter a sorte de ela não estar informada da lei, despache-se


    Leu o contrato? Sabe se é pré ou pós NRAU?
    • zeto
    • 15 agosto 2022

     # 11

    O regime transitório que suspendia temporariamente o despejo de inquilinos em situação vulnerável – idosos com mais de 65 anos e cidadãos com elevado grau de deficiência que habitem a casa há mais de 15 anos – entrou em vigor em julho de 2018 e era válido até março de 2019. Uma proteção que passou a ser vitalícia, com as medidas aprovadas no Parlamento
    • zeto
    • 15 agosto 2022

     # 12

    De acordo com Helena Roseta, os arrendatários idosos ou com deficiência que vivem há mais de 15 anos na mesma casa só perderão o direito a arrendar a habitação se o proprietário argumentar que precisa da mesma para habitação própria ou de descendentes em 1.º grau, bem como para obras de remodelação ou restauro profundos, hipótese que no entanto está sujeita a várias condicionantes.
  9.  # 13

    Colocado por: zetoDe acordo com Helena Roseta, os arrendatários idosos ou com deficiência que vivem há mais de 15 anos na mesma casa só perderão o direito a arrendar a habitação se o proprietário argumentar que precisa da mesma para habitação própria ou de descendentes em 1.º grau, bem como para obras de remodelação ou restauro profundos, hipótese que no entanto está sujeita a várias condicionantes.



    mas eu não quero correr com a inquilina,só quero uma renda justa de 300 e que está abaixo dos valores actuais do mercado

    só quero saber se há apoio do estdo para estes casos e qual o prodecimento

    a mulher mora lá há mais de 40 anos tem 76 anos é reformada 600 euros
  10.  # 14

    Não é a resposta curta
  11.  # 15

    Se houvesse solução fácil os chineses não recorriam aos metodos conhecidos.

    Em portugal, o senhorio é como um demónio que tem de ser expulso. Ou a inquilina aceita de bom grafo o aumento ou tem de esperar ou pidd esquecer tal coisa.
    • zeto
    • 15 agosto 2022

     # 16

    Colocado por: joaopiresx


    mas eu não quero correr com a inquilina,só quero uma renda justa de 300 e que está abaixo dos valores actuais do mercado

    só quero saber se há apoio do estdo para estes casos e qual o prodecimento

    a mulher mora lá há mais de 40 anos tem 76 anos é reformada 600 euros

    Caro João você está tal e qual na mesma situação que eu, tenho um apart. que o valor dele no local que se encontra vale sem problemas 600€ , a inquilina paga neste momento 300€, já falei com ela dezenas de vezes a resposta dela foi: eu não posso pagar mais, nem você pode aumentar, o seu problema é o meu foi que ao longo destes anos todos não termos aumentado e atualizado a renda que é estipulado por lei, agora tanto o valor da sua renda como a minha estaria quase no valor que pretendíamos, a minha sorte é que para o ano 2023 termina o contrato e aí sim vai cus porcos, eu é um pouco diferente, visto a inquilina ter ainda 62anos
  12.  # 17

    Infelizmente é por causa desse tipo de situações que o arrendamento cada vez vai ficar mais caro e haver menos oferta.
    Conheço casos de pessoas que desde que conseguiram por a pessoa fora nunca mais voltaram a alugar com receio de voltarem a ter problemas. Resultado muita procura, pouca oferta e casas desabitadas.
    Acho que alguém devia fazer alguma coisa mas prontos.
  13.  # 18

    já resolvi o problema aumentei a renda de 135 para 180€ de comum acordo e vou-lhe meter a porta (blindada) que me vai custar quase mil euros com a mão de obra

    foi o que se pôde arranjar
  14.  # 19

    Vai demorar 2 anos a pagar a porta, acha bom negócio?

    A seguir no inverno vão ser as janelas..
  15.  # 20

    Colocado por: RicardoPortoVai demorar 2 anos a pagar a porta, acha bom negócio?

    A seguir no inverno vão ser as janelas..

    É um excelente negócio para o Estado. Saca 30% em impostos aos senhorios e depois faz com que eles substituam a Segurança Social.
    E depois gritam que os senhorios são uns gananciosos pois não colocam casas para arrendamento a preços acessíveis.
    Concordam com este comentário: ricardo.rodrigues
 
0.0187 seg. NEW