Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Temos uma data de tópicos activos que acabam sempre por divergir em questões económicas. A verdade é que a palavra do momento é a inflação e começam a aparecer pessoas preocupadas com a situação.

    Apesar de tocar a todos e estarem uns melhor preparados/com mais sorte (ou ambos) que outros, convido todos a partilharem as suas aflições/teorias/conselhos neste tópico.

    Já agora, o titulo do tópico é referência a um video do Ray Dalio já bastante badalado. Ainda assim, fica o link. Acho que pode esclarecer/acalmar sobre um fenómeno económico que, apesar de tudo é normal: A recessão.

    https://www.youtube.com/watch?v=PHe0bXAIuk0

    Boas discussões.
    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 2

    Eu continuo a dizer que estou preocupado com a trajetoria dos preços da bolacha Maria, ainda nao olhei para a marmelada mas tenho de olhar.
    Nota: Nao estou a brincar
  2.  # 3

    Colocado por: AMVPEu continuo a dizer que estou preocupado com a trajetoria dos preços da bolacha Maria, ainda nao olhei para a marmelada mas tenho de olhar.
    Nota: Nao estou a brincar


    Claro.....com a marmelada não se brinca...;)
    Concordam com este comentário: PedroNunes24
    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 4

    Colocado por: 4por1

    Claro.....com a marmelada não se brinca...;)
    Concordam com este comentário:PedroNunes24

    EU referi que nao estava a brincar, é mesmo a sério o que escrevi.
  3.  # 5

    Colocado por: AMVPEu continuo a dizer que estou preocupado com a trajetoria dos preços da bolacha Maria, ainda nao olhei para a marmelada mas tenho de olhar.
    Nota: Nao estou a brincar


    Concordo. É como o indicador do Big Mac. Para algumas questões deve ser um indicador mais viável do que o cabaz do CPI.
    Concordam com este comentário: AMVP
  4.  # 6

    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 7

    Colocado por: PedroNunes24

    Concordo. É como o indicador do Big Mac. Para algumas questões deve ser um indicador mais viável do que o cabaz do CPI.
    Concordam com este comentário:AMVP

    Só que a bolacha Maria/torrada e a marmelada tem um impacto muito maior em alguns grupos populacionais
    Ha criancas que o unico doce que lhe dao é bolacha Maria.
    Os idosos com menos recursos comem a sua bolacha torrada e pao torrado, constituindo o quadrado de marmelada quase como a unica é grande fonte de calorias /energia. Por isso, para mim esses produtos sao essenciais é alguem ja devia ter travado o aumento de preço.
  5.  # 8

    Colocado por: AMVP
    Só que a bolacha Maria/torrada e a marmelada tem um impacto muito maior em alguns grupos populacionais
    Ha criancas que o unico doce que lhe dao é bolacha Maria.
    Os idosos com menos recursos comem a sua bolacha torrada e pao torrado, constituindo o quadrado de marmelada quase como a unica é grande fonte de calorias /energia. Por isso, para mim esses produtos sao essenciais é alguem ja devia ter travado o aumento de preço.


    Concordo com tudo, mas não se esqueça que travar aumento de preço corre o risco de haver escassez de produto, e como referiu, é um bem essencial que não deve ser limitado.
    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 9

    Colocado por: PedroNunes24

    Concordo com tudo, mas não se esqueça que travar aumento de preço corre o risco de haver escassez de produto, e como referiu, é um bem essencial que não deve ser limitado.

    Percebo mas olhe que as bolachas mais caras nao subiram de preço,ja me questionei do que serao feitas. Repare que os aumentos variam entre os 70% e os 110%
  6.  # 10

    Colocado por: PedroNunes24Já agora, o titulo do tópico é referência a um video do Ray Dalio já bastante badalado. Ainda assim, fica o link. Acho que pode esclarecer/acalmar sobre um fenómeno económico que, apesar de tudo é normal: A recessão.


    Muito bom video.
    Já tinha visto uns parecidos no rescaldo da crise de 2008. Mas este está muito bom.
    E tudo mais ou menos bem quando os ciclos seguem este padrão.

    Agora vamos fazer um exercício mental com mais umas variáveis.

    Diria que até inicio de 2020 estávamos algures no ciclo deflacionário, já com taxas de juro a 0% ou mesmo negativas, a imprimir dinheiro à bruta, a tentar voltar ao ciclo positivo. Com pouco ou nenhum resultado, diga-se.

    O que acontece se em cima disto adicionarmos uma pandemia que afectou diretamente a produtividade; aquilo que realmente faz a economia crescer para alem dos ciclos?

    O que acontece se com baixa produtividade (fabricas fechadas, pessoas em casa) continuamos a manter o rendimento, sem consumo? Afinal o consumo de um é o rendimento do outro.

    O que acontece se os preços continuarem a subir, não por consumo excessivo ou dinheiro barato, mas porque há pouca produção, porque simplesmente as fabricas estavam fechadas?

    O que acontece se os Estados tiverem que usar aquele dinheiro que estava a ser impresso para comprar divida publica tiver que ser usado para combater a emergencia pandémica. Vacinas, Serviços de Saude, etc?

    O que acontece aos preços se depois de retirados os confinamentos - e com a produção ainda a tentar ganhar ritmo - as pessoas agora com dinheiro poupado à força - por não poderem sair de casa - começarem a comprar "à doida" porque os que tiveram a sorte de continuar a trabalhar têm dinheiro de sobra.

    Parece-me que até aqui esta inflação já não é típica, e já foge ao padrão.


    Agora em cima disto começamos uma guerra que acima de tudo afeta o custo da energia, tornando a pouca produção existente ainda mais cara.

    Parece-me que só há uma forma.. fazer reset à maquina da economia. :)
    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 11

    Quanto ao topico e aos economistas, ha varios atras, no secundario, em sociologia aprendi que a economia é uma ciencia social. Quando cheguei a macro economia na faculdade percebi que is economistas se tinham esquecido disso. Havia, e ha, uma necessidade de afirmacao de se distanciarem das ciencias sociais, segundo a sua perspectiva uma area menor, comecaram a fazer muitas contas, muitos modelos é muitos pressupostos, para que pudessem fazer os calculos é dar um ar de sabedores tal como os das ciencias exatas.
    Mas...
    Como a economia nao quer saber dos problemas psicologicos de cada um dificilmente acertam nas contas, é pior que os meterologistas. Pois,voltando ao inicio a economia é de facto do campo das ciencias sociais, embora tenha calculus, pois resulta de interacoes entre seres humanos, mesmo quando atuam em nome de instituicoes.
    Assim, pouco adianta fazer calculos em situações invariantes, pressupor que os agentes economicos sao racionais, etc, etc sem nunca querem aceitar estudar o comportamento humano é como impacta-lo nas contas.
    Com isto, foram-se distanciando do mundo real da economia é as decisoes passaram, muitas vezes, a serem muito pouco economicas é mesmo os valores considearafldis para os calculos estao muitas vezes distantes da economia.
  7.  # 12

    Colocado por: AMVPQuanto ao topico e aos economistas, ha varios atras, no secundario, em sociologia aprendi que a economia é uma ciencia social. Quando cheguei a macro economia na faculdade percebi que is economistas se tinham esquecido disso. Havia, e ha, uma necessidade de afirmacao de se distanciarem das ciencias sociais, segundo a sua perspectiva uma area menor, comecaram a fazer muitas contas, muitos modelos é muitos pressupostos, para que pudessem fazer os calculos é dar um ar de sabedores tal como os das ciencias exatas.
    Mas...
    Como a economia nao quer saber dos problemas psicologicos de cada um dificilmente acertam nas contas, é pior que os meterologistas. Pois,voltando ao inicio a economia é de facto do campo das ciencias sociais, embora tenha calculus, pois resulta de interacoes entre seres humanos, mesmo quando atuam em nome de instituicoes.
    Assim, pouco adianta fazer calculos em situações invariantes, pressupor que os agentes economicos sao racionais, etc, etc sem nunca querem aceitar estudar o comportamento humano é como impacta-lo nas contas.
    Com isto, foram-se distanciando do mundo real da economia é as decisoes passaram, muitas vezes, a serem muito pouco economicas é mesmo os valores considearafldis para os calculos estao muitas vezes distantes da economia.

    Afinal a como é que está a bolacha Maria?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Hugo.
    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 13

    Colocado por: Casa da Horta
    Afinal a como é que está a bolacha Maria?

    Depende,
    1,69
    1,99
    2,1
  8.  # 14

    Colocado por: AMVPDepende,
    1,69
    1,99
    2,1


    Em que formato? qts gramas? preço por kg?
  9.  # 15

    Colocado por: AMVP
    Depende,
    1,69
    1,99
    2,1

    Não fica mais em conta comprar aqueles pacotes de 4 embalagens?
    E a marmelada. Preocupa-o o preço de todas ou não liga tanto à mais clarinha e menos sólida?
    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 16

    Colocado por: Casa da Horta
    Não fica mais em conta comprar aqueles pacotes de 4 embalagens?
    E a marmelada. Preocupa-o o preço de todas ou não liga tanto à mais clarinha e menos sólida?

    Sabe, ha muitos mundos. Ha pessoas efetivamente sem dinheiro, ha pessoas que mesmo tendo algum sao tao destruturadas que nao o sabem gerir nem definir prioridades, nomeadamente em alcool.
    Percebo que no seu mundo nao saiba nada disto, mas a economia tb tem estes mundos.
    Percebo que nunca tenha tido conhecimento, mas olhe na crise anterior pertencia a uma associacao de pais é durante algum tempo ate compravamos a mqnteiga para o pao que os miudos comiam a mais na escola, antes de irem para casa.
    Um mae que tb pertencia a associacao era professora, nao naqyela escola, e ja tinha tido 2 alunos a falecerem com fome. Nem todos vao a correr a pedir mas as vezes as necessidades sao muitas.
    É repare, Isto foi sem inflacao.
    Mas percebo que possa nunca ter tido conhecimento destas situações.
    Mas olhe, tb pode visitar alguns viadutos em lisboa é ficara surpreendido com o parque de rendas que encontra, eu pelo menos fiquei ha 4 anos atras quando mo mostraram.
    Reitero, ha muitos mundos é a economia abrange todos.
  10.  # 17

    Colocado por: AMVP
    Sabe, ha muitos mundos. Ha pessoas efetivamente sem dinheiro, ha pessoas que mesmo tendo algum sao tao destruturadas que nao o sabem gerir nem definir prioridades, nomeadamente em alcool.
    Percebo que no seu mundo nao saiba nada disto, mas a economia tb tem estes mundos.
    Percebo que nunca tenha tido conhecimento, mas olhe na crise anterior pertencia a uma associacao de pais é durante algum tempo ate compravamos a mqnteiga para o pao que os miudos comiam a mais na escola, antes de irem para casa.
    Um mae que tb pertencia a associacao era professora, nao naqyela escola, e ja tinha tido 2 alunos a falecerem com fome. Nem todos vao a correr a pedir mas as vezes as necessidades sao muitas.
    É repare, Isto foi sem inflacao.
    Mas percebo que possa nunca ter tido conhecimento destas situações.
    Mas olhe, tb pode visitar alguns viadutos em lisboa é ficara surpreendido com o parque de rendas que encontra, eu pelo menos fiquei ha 4 anos atras quando mo mostraram.
    Reitero, ha muitos mundos é a economia abrange todos.

    Imaginei que estávamos os 2 a brincar, a reduzir o assunto aborrecido da economia a algo mais divertido. Lamento não ter entendido o seu propósito, peço desculpa se pareci insensível.

    No meu trabalho temos reuniões mensais com a junta de freguesia onde abordamos os casos que necessitam de apoio. Conheço muito bem o mundo que refere, acredite.
    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 18

    Colocado por: Casa da HortaImaginei que estávamos os 2 a brincar, a reduzir o assunto aborrecido da economia a algo mais divertido. Lamento não ter entendido o seu propósito, peço desculpa se pareci insensível.

    Nao tem problema, percebo que o meu acompanhamento do preço da bolacha Maria, e afins naturalmente, pareca que estou a brincar, por isso desde o primeiro post que coloquei a nota de que estava a falar a sério, pois na comunicacao escrita ninguem percebe o tom com que o emissor falar, pois nao ha tom.
    Mas agora entende, aye é o importante :)
    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 19

    Colocado por: Casa da HortaConheço muito bem o mundo que refere, acredite.

    Pois eu ate conheco mal, dai, talvez, o choque quando levo com ele na cara.
    Tento manter os pes na terra e viver no mundo real. No ambito do meu trabalho contacto com pessoas que ganham efetivamente bem, pessoas que conseguem ter uma excelente vida, pessoas que vao levando a vida, estou aqui, e poucas das restantes.
    Mas, eu sei qual é o meu mundo, donde venho, sei o que as pessoas vivem. No mundo donde vim havia e ha pessoas a passar restricoes, mas o que rederi ultrapassa o mundo onde cresci.
    • AMVP
    • 22 setembro 2022

     # 20

    Mas respobdendo a sua pergunta, eu pessoalmente prefiro a marmelada vermelha :)
 
0.0252 seg. NEW