Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 41

    Colocado por: N Miguel OliveiraEm caso de dúvida, basta ligar para a câmara e em 2min fica logo a saber se o estão a enrolar ou não. Perdia menos tempo.

    Mas ele não parece andar muito preocupado com isso. O que interessa é ocupar o tempo enquanto espera.
  2.  # 42

    Colocado por: PickaxeMas ele não parece andar muito preocupado com isso. O que interessa é ocupar o tempo enquanto espera.


    Pois não sei. Diria que em teoria, quanto mais cedo entrar, mais cedo sai da câmara.
    Agora sim, faz muito bem em aproveitar o tempo e a preparar as coisas. Se tem a certeza que o projecto passará, poderá adiantar já as Especialidades ao máximo por exemplo, sondar empresas, escolher materiais, não deixar tudo para a última. Arranjar fiscal parece ser de todo pertinente neste caso, para quem não tem experiência (se nem distingue um licenciamento dum proj. de execução, imagine o resto).
  3.  # 43

    O arquitecto tem uma declaração minha que pode pode assinar por mim, logo se já me informou que o projeto está na câmara para ser aprovado, porque razão havia de me enganar?

    Este tópico foi criado para ajuda e dicas sobre o que fazer nos tempos de espera, mas há utilizadores que só estão focados noutros assuntos e ajudar nem é com eles
    Concordam com este comentário: Bragas V
  4.  # 44

    sim é assim desde que haja a declaração pode o arquiteto tratar de toda a instrução online.
    no entanto costuma-se meter no requerimento o endereço pelo menos postal do proprietário para que este tambem seja notificado, possivelmente o brunexta receberá uma comunicação apos a analise da camara ao que entrou.
    o arquiteto bem que podia era ter-lhe mandado uma cópia do documento de entrada.
  5.  # 45

    Colocado por: brunextaO arquitecto tem uma declaração minha que pode pode assinar por mim, logo se já me informou que o projeto está na câmara para ser aprovado, porque razão havia de me enganar?

    Logo no inicio da conversa perguntaram-lhe se assinou algum documento, e você nem sequer respondeu. Poderia ter dito logo que quem assina é o arquiteto porque tem uma procuração sua.

    Colocado por: brunextaEste tópico foi criado para ajuda

    Você só pode ser ajudado se explicar como é que está o processo, mas tem revelado total desconhecimento do que se está a passar, assim é difícil ajudar.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, N Miguel Oliveira
  6.  # 46

    Colocado por: marco1o arquiteto bem que podia era ter-lhe mandado uma cópia do documento de entrada.

    Era o mínimo que poderia ter feito, mas já vi que este arquiteto gosta de manter o cliente na ignorância, que nunca vai receber nada da câmara porque o endereço que colocou no requerimento foi o do seu gabinete.
  7.  # 47

    Colocado por: brunextaNão assinei nada nem paguei nada.
    Já vi que vou ter de ir ao gabinete perguntar afinal o que se está a passar


    Repare, tem que ter mais cuidado com o que escreve.
    Afinal já assinou, e afinal já pagou os 52€.

    Aqui ninguém adivinha o que você fez, se escreve a dizer que não fez nada. Percebe?

    De resto, parece-me que nesta altura já tem dicas suficientes para ocupar o seu tempo.
    Pena é não ser o seu técnico a dá-las. Afinal é também para isso que lhe paga.

    Aconselho-lhe a arranjar um Fiscal, Arq. ou Eng. independente, que o ajude minimamente e lhe dê alguma consultadoria, pois parece que não "pesca uma" disto. Isso não tem mal algum acredite. Tem mal é aventurar-se numa selva que desconhece sem um guia pelo menos... Aconselhe-se com conhecidos que estão a construir também, peça contactos, pode ser que lhe toque uma boa equipa para a execução da obra... e remedeie um bocado o desconhecimento...
  8.  # 48

    Colocado por: marco1no entanto costuma-se meter no requerimento o endereço pelo menos postal do proprietário para que este tambem seja notificado, possivelmente o brunexta receberá uma comunicação apos a analise da camara ao que entrou


    Creio que se o "email" ou "morada" do brunexta estivesse no requerimento, ele já teria sido informado da entrada do projecto e notificado para pagamento das taxas, pelo que duvido que receba qualquer notificação quando o projecto seja aprovado ou for pedida alguma correção ao mesmo.

    Ainda assim, acho que por uma questão de respeito, o correcto é que sejam sempre os dados do requerente os principais, com o gabinete em cópia. O projecto pode ser "chumbado" e o dono de obra nem sabe... o dono de obra e o Arquitecto podem rescindir contrato ou entrar em litigio, tanta coisa pode acontecer. Na minha opinião, não me parece bem que o dono de obra não saiba "a quantas anda"...

    Mas adiante, afinal este parece que é um não-assunto.
  9.  # 49

    não Miguel

    meti um há bem pouco tempo com a declaração do DO e ele não foi notificado da entrada nem do pagamento da guia pois optei por pagar eu para agilizar. O DO irá receber sim a partir de agora qualquer comunicação da camara referente ao processo tal como eu pois eu meti o endereço dele para isso.
  10.  # 50

    Colocado por: marco1não Miguel

    meti um há bem pouco tempo com a declaração do DO e ele não foi notificado da entrada nem do pagamento da guia pois optei por pagar eu para agilizar. O DO irá receber sim a partir de agora qualquer comunicação da camara referente ao processo tal como eu pois eu meti o endereço dele para isso.


    Que engraçado, mais uma diferença entre câmaras. Essa não sabia. Por cá, mesmo quando somos nós a pagar para agilizar (nem sempre o DO sabe mexer com e-banking/MB), regra geral a guia para pagamento é enviada para os emails que aparecem no requerimento, tal como a atribuição dum n° de processo e tudo o resto.
  11.  # 51

    Olá brunexta,

    No meu caso a documentação foi toda tratada pelo arquitecto, apesar de ter de ser entregue primeiro o projecto de arquitectura, os projectos das especialidades também foram entregues ao mesmo tempo e isso é permitido. Tudo ficou por 5500€, ele tratou de tudo mesmo… o alvará de construção foi 3000€.

    Já estou na fase do esqueleto e a empresa do betão foi a ABFT, convêm confirmar o tipo de betão que vai ser aplicado na obra e se corresponde no projecto de estabilidade. A empresa convêm ser uma empresa registada por teres garantia que o betão vai ser bom.

    No orçamento do empreiteiro deve estar explicito se o betão será pronto(camião) ou feito em obra e o tipo. Geralmente para pequenas quantidades eles fazem em obra e o resto é de camião.

    Pede orçamento a 4/5 empreiteiros e procura ver obras feitas por eles e também fala com os donos das mesmas para obteres feedback.
 
0.0180 seg. NEW