Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    A Câmara de Lisboa desenvolve desde há 4 ou 5 anos um Programa de Incentivos à Reabilitação--Reabilita Primeiro e Paga Depois.Tem o objectivo de vender edifícios municipais em hasta pública e apoiar a reconstrução dos mesmos.
    Inicialmente quem comprou fez óptmas aquisições tendo em conta a realidade actual.(Acho que neste momento o programa está suspenso tal é o nível de incumprimentos).
    O imobiliário disparou no centro histórico.
    Há 4 ou 5 anos imóveis que ficavam meses para serem vendidos hoje são-no quase de um dia para o outro por valores bastante acima do passado.

    Aqui surgem bastantes conflitos de intereses:
    -senhorios querem arrendar a turistas em regime de short renting/acabando a todo o custo com o arrendamento tradicional
    -as finanças querem passar a cobrar mais impostos sobre os alugueres/pondo em xeque investimentos realizados e o retorno esperado
    -o governo quer criar cotas para habitação não turistica dentro dos bairros/depois de terem vendido o património municipal querem imputar aos particulares essa imposição ,em vez de terem reabilitado o seu património já vendido reabilitando fogos municipais para o efeito

    Afinal como vamos conseguir ter um equilibrio?
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

data-ad-format="auto" data_ad_region="test">