Iniciar sessão ou registar-se
    • Dj_C
    • 19 Junho 2018

     # 461

    Bom dia,
    Não, a conta é sua, você abre conta onde bem entender, cabe ao seu patrão fazer a transferência para o NIB que você indicar.

    Cumps,
    Dj_C
    Concordam com este comentário: two-rok
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

  2.  # 462

    Pode ter a conta no banco que quiser, dentro da razoabilidade, ou seja, desde que seja nacional e com isso não importe custos acrescidos à empresa.
  3.  # 463

    Colocado por: tostexPode ter a conta no banco que quiser, dentro da razoabilidade, ou seja, desde que seja nacional e com isso não importe custos acrescidos à empresa.


    Mas, lá está, se for banco diferente da empresa, se calhar vai-lhe cobrar, alguma comissão.

  4.  # 464

    Obrigado não é mas há empresas que têm acordos com os bancos e "aconselham" os funcionários a ter conta nesse banco. O que pode acontecer é receber um ou uns dias mais tarde que os restantes colegas e ser cobrada alguma comissão (a ultima parte nao tenho a certeza). Lembro-me por exemplo (não sei se ainda é) que a algum tempo atrás os funcionários públicos tinham que receber pela CGD.
  5.  # 465

    Colocado por: luisrds

    Mas, lá está, se for banco diferente da empresa, se calhar vai-lhe cobrar, alguma comissão.


    Sendo nacional deveria ser indiferente, mas não conheço as tabelas de todos os bancos, muito menos as condições de cada empresa.
  6.  # 466

    Sei de empresas que pagam nas contas indicadas pelos trabalhadores, seja qual for o banco e tambem conheço empresas que “obrigam por mutuo acordo” o funcionário a ter conta em determinado Banco, por norma o banco com que a propria empresa trabalha!

    por isso, mantenho o que disse, fale com a sua entidade patronal!
    Concordam com este comentário: nuno cunha
  7.  # 467

    Nunca tal ouvi. Nos dias de hoje penso que essa questão nem se coloca. Aqui na empresa quando decidimos passar a fazer transferência simplesmente pedimos os NIB's e até foi melhor para toda a gente. Os cheques, além de serem mais caros que as transferências, demoram mais uns dias a ter o valor disponível na conta de destino. Já no caso das transferências esse problema não se coloca.

    Mas arrisco a dizer que se essa alteração está a ser feita agora, é porque será uma empresa de pequena dimensão, em que o pormenor dos acordos com determinados bancos nem se coloca.

    Mas nada como falar com a entidade patronal.
    • RCF
    • 22 Junho 2018

     # 468

    Colocado por: nuno cunhaLembro-me por exemplo (não sei se ainda é) que a algum tempo atrás os funcionários públicos tinham que receber pela CGD.

    Agora (já) não é assim.
    Respondendo à questão inicial, e de forma muito direta, o empregado não é obrigado a abrir conta ou a receber o ordenado no Banco específico que a entidade patronal quer.
    Mas.... há tantas outras coisas a que os empregados não são obrigados e ainda assim fazem... e, em última análise, a entidade empregadora também não é obrigada a manter o empregado... e não é obrigada a pagar mais do que o ordenado mínimo... e... Haja bom senso!
    Concordam com este comentário: two-rok, nuno cunha
  8.  # 469

    Receba em vez de pagar comissões: conheça o Banco BNI Europa
    Num momento em que quase todas as entidades bancárias estão a cobrar comissões de manutenção elevadíssimas, o Banco BNI Europa faz exatamente o contrário, não cobra qualquer comissão e ainda remunera a sua conta à ordem. Sim, isso mesmo, o dinheiro da sua conta corrente rende juros ao final do mês.
    A conta à ordem remunerada do Banco BNI Europa não tem comissões de manutenção, os juros são calculados diariamente e pagos mensalmente. Além disso, surpreenda-se, não precisa de domiciliar o seu ordenado ou pensão.

    Retirado de “E-konomista”

    Este quer ser diferente.
  9.  # 470

    Colocado por: ToinoReceba em vez de pagar comissões: conheça o Banco BNI Europa
    Num momento em que quase todas as entidades bancárias estão a cobrar comissões de manutenção elevadíssimas, o Banco BNI Europa faz exatamente o contrário, não cobra qualquer comissão e ainda remunera a sua conta à ordem. Sim, isso mesmo, o dinheiro da sua conta corrente rende juros ao final do mês.
    A conta à ordem remunerada do Banco BNI Europa não tem comissões de manutenção, os juros são calculados diariamente e pagos mensalmente. Além disso, surpreenda-se, não precisa de domiciliar o seu ordenado ou pensão.

    Retirado de “E-konomista”

    Este quer ser diferente.


    numa altura em que nenhum banco apresentava taxas de juro de depositos atrativas o BPN chegou a oferecer 4%......... depois fechou!
  10.  # 471

    O BNI Europa esta coberto pelo fundo de garantia de depositos.(atencao nao tenho la conta) por isso ate pode ser uma boa opcao.
  11.  # 472

    Clientes VIP, é outra loiça...


    https://zap.aeiou.pt/cgd-barbara-vara-238338
    Concordam com este comentário: eu, Danicosta
  12.  # 473

    Colocado por: EntrecamposClientes VIP, é outra loiça...


    https://zap.aeiou.pt/cgd-barbara-vara-238338
    Concordam com este comentário:eu,Danicosta

    Este e outros casos vão ficar em águas de bacalhau...
  13.  # 474

data-ad-format="auto" data_ad_region="test">