Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Julgo que a pergunta abaixo, à qual eu muito gostaria de saber a resposta, merece um tópico próprio, pelo que, com a licença da autora, cá vai:

    Colocado por: PapoilaVerde

    Ficámos a saber que, devido à nova legislação relativa à ventilação, teremos que ter ventilação nos quartos e sala, para além dos locais já obrigatórios (WC's, cozinha). Há várias opções para fazer esta ventilação, mas à partida não me agrada nada ter uma abertura de ar para casa.

    Qual é a solução pela qual estão a optar neste ponto, para quem está em projeto de uma nova construção?
    Concordam com este comentário: PapoilaVerde
    • Skinkx
    • 13 Outubro 2016 editado

     # 2

    Colocado por: mhpintoJulgo que a pergunta abaixo, à qual eu muito gostaria de saber a resposta, merece um tópico próprio, pelo que, com a licença da autora, cá vai:



    Têm que ter ventilação mínima de 0.40 renovações por hora, relativamente ao volume total da casa. Até pode ser feito apenas numa divisão, mas é errado e o mais correcto seria admitir ar fresco nos quartos e salas e extrair ar viciado nos banhos e cozinha, por exemplo.

    A partir daí há mil estratégias para resolver o problema e é para isso que servem os projectistas de térmica. :-)))

    Mas há soluções muito simples, muito rudimentares, que permitem resolver o problema na maior parte dos casos.
    Concordam com este comentário: Nuno Nunes
    Estas pessoas agradeceram este comentário: mhpinto
  2.  # 3

    Como já aqui contei, nos anos 80 fui a Copenhaga durante o mês de Janeiro.

    No hotel, os quartos estavam a uns 35ºC, e as janelas tinham buracos por onde entrava um ventinho cortante a -20ºC (vinte negativos!!).

    Nem quero imaginar a conta do aquecimento...
  3.  # 4

    35ºC?!? Nos quartos?!? Isso não é temperatura de conforto, é gastar energia para torturar os hóspedes!
    Concordam com este comentário: Bricoleiro
  4.  # 5

    extracção de ar, casas de banho e cozinha, lavandaria, despensa, etc
    Concordam com este comentário: Skinkx
    Estas pessoas agradeceram este comentário: mhpinto
      DSC03755 (Medium).JPG
  5.  # 6

    entrada de ar novo (quartos / sala / escritório) etc (por cima da janela, vai buscar ar à cx de estore)
    Concordam com este comentário: Skinkx
      DSC03721 (Medium).JPG
  6.  # 7

    Colocado por: SkinkxA partir daí há mil estratégias para resolver o problema e é para isso que servem os projectistas de térmica. :-)))

    Mas há soluções muito simples, muito rudimentares, que permitem resolver o problema na maior parte dos casos.


    Existem soluções que não sejam mecanizadas, ou seja que não envolvam consumos? Gostava de ter uma ideia.
  7.  # 8

    Colocado por: mhpintoExistem soluções que não sejam mecanizadas, ou seja que não envolvam consumos? Gostava de ter uma ideia.


    Pode sempre colocar dispositivos de admissão de ar auto-regulaveis.
    Essa era a solução que estava definida no meu projecto térmico.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: coelhinho78
  8.  # 9

    Colocado por: fernandoFerreiraentrada de ar novo (quartos / sala / escritório) etc (por cima da janela, vai buscar ar à cx de estore)

    Isto confirma algo que eu já tinha falado noutro tópico: anda um gajo a investir em estores elétricos para não ter entrada de ar pela fita e depois tem de fazer estas coisas. Lá está a balança decisória a inclinar-se outra vez mais para os estores manuais...
  9.  # 10

    Colocado por: santosvieiraPode sempre colocar dispositivos de admissão de ar auto-regulaveis.

    Pode exemplificar, nem que seja só com um link para um site onde se vejam dessas coisas? Não consigo imaginar sequer o que isso possa ser.
  10.  # 11

    Colocado por: mhpintoPode exemplificar, nem que seja só com um link para um site onde se vejam dessas coisas? Não consigo imaginar sequer o que isso possa ser.


    Aqui esta um topico que eu tinha criado sobre este assunto
    https://forumdacasa.com/discussion/35893/dispositivos-de-admissao-de-ar-na-fachada/
    Estas pessoas agradeceram este comentário: mhpinto
  11.  # 12

    Colocado por: mhpinto
    Isto confirma algo que eu já tinha falado noutro tópico: anda um gajo a investir em estores elétricos para não ter entrada de ar pela fita e depois tem de fazer estas coisas. Lá está a balança decisória a inclinar-se outra vez mais para os estores manuais...


    Eu tenho estores manuais com caixa isolada e garanto-lhe que a quantidade de ar que entra pela fita é tão mas tão mínima que é insignificante e não chega para nada muito menos para admissão do ar necessário para ventilar uma casa.
    Concordam com este comentário: mhpinto
  12.  # 13

    Colocado por: santosvieira

    Aqui esta um topico que eu tinha criado sobre este assunto
    https://forumdacasa.com/discussion/35893/dispositivos-de-admissao-de-ar-na-fachada/
    Estas pessoas agradeceram este comentário:mhpinto


    Nesse tópico foi-me respondido que não há esses dispositivos à venda em Portugal.
  13.  # 14

    Colocado por: BricoleiroNesse tópico foi-me respondido que não há esses dispositivos à venda em Portugal


    Claro que ha! Basta ir ao site da Soler & Palau por exemplo...
    Concordam com este comentário: Nuno Nunes, jorgealves
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Bricoleiro
  14.  # 15

    Estou a lembrar-me que o construtor me falou de algo que na altura não liguei muito: que no sistema de construção que ele usa a circulação de ar fica garantida, não me lembro agora de que forma.
    Poderá ter alguma coisa a ver com esta questão?

    Outra coisa que me está a fazer uma confusão danada. Então anda um gajo a preocupar-se em comprar caixilharia que isole o melhor possível a casa e depois tem de deixar buracos? Quer isso dizer que se eu optar por exemplo, por uma caixilharia com janelas de correr, fico com a casa menos bem isolada mas isso poderá ser suficiente para cumprir esta legislação?
    Ou seja, o projeto da térmica (nunca vi) tem esses fatores todos em conta (ou seja antes da sua elaboração já é necessário saber quais as caixilharias que vão ser colocadas) ou independentemente disso tudo têm de existir sempre dispositivos específicos para a circulação de ar?
  15.  # 16

    Colocado por: mhpintoExistem soluções que não sejam mecanizadas, ou seja que não envolvam consumos?

    Os vãos basculantes, abrem e fecham à mão :-))

    Agora a sério, para os peritos: Um vão basculante não poderá ser considerado uma ventilação auto regulável?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: psilvakh
  16.  # 17

    Colocado por: mhpintoEstou a lembrar-me que o construtor me falou de algo que na altura não liguei muito: que no sistema de construção que ele usa a circulação de ar fica garantida, não me lembro agora de que forma.
    Poderá ter alguma coisa a ver com esta questão?

    Outra coisa que me está a fazer uma confusão danada. Então anda um gajo a preocupar-se em comprar caixilharia que isole o melhor possível a casa e depois tem de deixar buracos? Quer isso dizer que se eu optar por exemplo, por uma caixilharia com janelas de correr, fico com a casa menos bem isolada mas isso poderá ser suficiente para cumprir esta legislação?
    Ou seja, o projeto da térmica (nunca vi) tem esses fatores todos em conta (ou seja antes da sua elaboração já é necessário saber quais as caixilharias que vão ser colocadas) ou independentemente disso tudo têm de existir sempre dispositivos específicos para a circulação de ar?


    Para efeitos de contabilização da renovação de ar mínima não são consideradas as infiltrações pelas caixas de estores ou o contributo de caixilharias sem classificação ou de classe A1, precisamente para as pessoas não instalarem material de fraca qualidade ou permeável, no sentido de promover a ventilação, porque essas soluções não permitem qualquer controlo sobre a ventilação.

    A ideia do legislador é que sejam instalados materiais e soluções com elevado grau de impermeabilidade ao vento, devendo depois ser instalado um sistema de ventilação (manual ou eléctrico, natural ou mecânico) que permita controlar essa mesma ventilação, de modo a que quando o vento é mais forte não seja uma ventania dentro de casa, mas que permita alguma ventilação durante a maior parte do tempo.

    Essas grelhas de admissão de ar auto-reguláveis permitem um controlo do grau de ventilação, pois o seu caudal é quase sempre o mesmo, independentemente da pressão do vento. Ou seja, há controlo sobre a ventilação, coisa que não há com caixas de estores mal vedadas ou caixilharias de correr de fraca qualidade.
    Concordam com este comentário: jorgealves
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Wally, mhpinto
    • Skinkx
    • 14 Outubro 2016 editado

     # 18

    Colocado por: Picareta
    Os vãos basculantes, abrem e fecham à mão :-))

    Agora a sério, para os peritos: Um vão basculante não poderá ser considerado uma ventilação auto regulável?


    Não. Não é considerada sequer uma ventilação regulável manualmente.

    No entanto, as grelhas de admissão de ar reguláveis manualmente podem ser consideradas, até porque há grelhas de admissão de ar auto-reguláveis com abertura e fecho manual.
  17.  # 19

    Colocado por: Skinkxaté porque há grelhas de admissão de ar auto-reguláveis com abertura e fecho manual.

    Tal e qual como um basculante.
    Na prática não vejo qual a diferença entre fazer a ventilação com uma grelha (que poderá estar fechada), ou com uma pequena abertura do vão.

    EDIT: só agora li o seu ultimo post
  18.  # 20

    Colocado por: Picareta
    Tal e qual como um basculante.
    Na prática não vejo qual a diferença entre fazer a ventilação com uma grelha (que poderá estar fechada), ou com uma pequena abertura do vão.


    Um vidro de correr também permite ventilar. Mas a ideia é ventilar mesmo com as janelas fechadas.

    Quanto à questão em si, na prática, acho que um vão oscilo-batente não devia ser considerado, mas há oscilo-batentes com segunda posição oscilante, para micro-ventilação, onde já me parece relativamente pertinente a questão. Ainda assim, tal não é admitido pela ADENE. E em todo o caso, as grelhas de admissão reguláveis manualmente é mesmo o material mais básico que permite cumprir o regulamento - ainda que sejam fáceis de instalar e muito baratas, não me parecem material adequado aos requisitos de hoje em dia - afinal, as pessoas gastam milhares de euros em sistemas de aquecimento xpto e depois metem umas grelhas bagatela para ventilar?
    Concordam com este comentário: jorgealves