Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 21

    Adubar: Calculos e melhores alturas para adubar

    A par da irrigacao, adubar e' possivelmente das coisas mais importantes para o relvado.

    Existem varios tipos de adubo. Temos organicos e inorganicos (sinteticos). Dentro de cada um, temos os de absorcao lenta e os de absorcao rapida.

    Sinteticos e absorcao rapida, se nao forem doseados como deve ser, corre o risco de queimar o relvado derivado do excesso de nitrogenio.

    E' importante perceber igualmente, que dependendo do que estamos a fazer ao relvado e os planos que temos para o mesmo, o que vamos meter no solo.

    Manutencao

    Se ja tem um relvado maturo, e so precisa de continuar a adubar, entao tentar comprar adubo com nitrogenio como sendo o numero mais alto. Se for um 10-2-0 nao existe problema, dado que os restantes macros regra geral sao bons quando estamos a semear ou a plantar um relvado de novo.

    Se, apos termos feito a analise de solo mostrar deficiencias em Fosforo e Potassio entao sim, podemos recorrer a adubos com 10-24-10 ou qualquer outro que tenham o PK mais altos que o N.

    Digo isto porque?

    Com excepcao de estarmos a semear ou plantar, ou de termos deficiencias nos macros P e K, estamos a deitar $ a rua.

    Em termos de tipo de adubo, absorcao lenta, de forma a nao termos que adubar tanto e organico melhor. Contudo se o preco do organico for proibitivo, sintetico nao tem problema ... mas quanto mais organico melhor.

    Se tiver acesso, pode inclusive usar composto que acrescenta materia organica ao solo.

    Ao cortar a relva, nao recolher a relva, mas sim passar com o corta relva por cima de forma a desfazer o maximo possivel os bocados de relva. Este processo, num ano inteiro, ajuda a reduzir as necessidades de adubo em 25-33% ao devolvermos a materia organica ao solo em vez de recolher a relva em sacos apos cortar.

    Portanto quantas vezes devemos adubar? Regra geral 4 vezes por ano, nomeadamente em inicios de Marco/Abril, depois uma vez mais em Junho e depois finais de Setembro e em Novembro.

    A maior parte da adubagem devera' estar concentrada no Outono, dado que este periodo, com o clima de Portugal, apesar de aguentar relvas como S Carlos, S Agostinho, etc o nosso clima para relva inglesa e' excelente!

    Nos EUA, a relva inglesa no inverno entra em hibernacao com temperaturas abaixo de 2-3C, em Portugal, consegue-se um relvado prisitino o ano inteiro com a relva inglesa ao passo que S Agostinho e Bermudas, nunca as tive atencao, mas suspeito que no inverno em Portugal tem dificuldade em manter-se acordadas.

    Quanto aplicar?

    E' imperial saber quanto de adubo aplicar.

    Os testes de solo ajudam nisso, para trazer os niveis para os valores adequados. APos estarem nos valores adequados, entao queremos adubar o relvado numa epoca inteira com 2 quilos de N por cada 100m2.

    Dividindo por 4, chegamos ao valor de ~ 500 gr de macro nutriente por aplicacao. A isto eu chamo de "Quantidade real"

    Por isso para standardizar, as nomenclaturas, em muita linguagem de especialistas de relva, vemo-los a falar "Por 0.5kg/N por 100" isto porque cada adubo tem as suas %s e ao standardizarmos cabe a cada um calcular.

    Relvados, por norma, gostam de racios de macros de 4-1-2 ... portanto, se standardizarmos a coisa, se queremos 500 gr de N por 100m2 por aplicacao, entao deveriamos ter 125 gr de fosforo e 250 gramas de potassio. O N e' sempre o mais importante (excepcao feita no semear e plantacao) e os restantes nutrientes geralmente veem de arrasto.

    Usando o exemplo, do adubo acima de 10-10-20.

    Ora, vemos que neste caso o K e' o numero maior. Este saco parece excelente para quando semeamos ou plantamos porque tem todos os nutrientes, ou quando temos defice nos nutrientes PK.

    Se formos fazer realmente ao pormenor, e usando os racios sabemos o seguinte:

    Numa saca de 1 kg, temos 100 gr de Nitrogenio, 100 gr de Fosforo e 200 gr de Potassio.

    Ora para precisamos de 500 gr de N ... significa que por cada 100 m2, precisariamos de 5 quilos de produto. Contudo estamos a dar 1 quilo de K em cada aplicacao... possivelmente $ deitado a rua e que para o ambiente e' mais prejudicial.

    O melhor seria encontrar um produto com N sendo o nutriente principal, ou fazer uma mistura dos dois aproveitado o sulfato de ferro que este saco tem.

    Se nos mantivermos fieis ao racio, entao precisariamos de 250 gr de K e 500 gr de N.

    Encontrei estes no Leroy, no entanto qualquer casa de jardinagem possivelmente ate podera ter outras marcas e ser mais barato ou ter outros racios.

    http://www.leroymerlin.pt/Site/Produtos/Jardim/Adubos-e-tratamento/Adubos/16330125.aspx ---> com 8% de N e 5% de K

    E este http://www.leroymerlin.pt/Site/Produtos/Jardim/Adubos-e-tratamento/Adubos/14641816.aspx ----> sendo um 19-7-12

    Calculando para N temos entao para 100 m2:

    500 gr(N) / 190 gr (N) = 2.63 ... ou seja precisamos 2,63 vezes 1 kg = 2.63 quilos de produto para 100m2

    Os restantes nutrientes veem de arrasto ... vamos ter K proximo dos 300 gr por 100 m2 que eh bastante perto dos 250gr de target.


    Em nota adicional, o segundo adubo que mostrei pode ser mais caro, mas se formos fazer contas, e' mais barato possivelmente.

    No 1o adubo temos 8% de N e 5% de K por 7,99 euros de 3 kg.

    Portanto estamos a pagar:

    3 kg * 0.08 = 240 gr de N na embalagem ou seja, 3.3 centimos por gr de N

    No segundo balde, temos 10.99:

    3kg * 0.19 = 570 gr de N na embalagem ... ou seja, 1.9 centimos por gr de N


    Possivelmente os precos sao mais baixos em sacas maiores, mas no site do Leroy nao encontrei.

    Com um bocadinho de contas, podemos fazer misturas de modo a aproveitarmos o sulfato de ferro. Se o conseguirmos separado melhor, ou se estiver incluido num fertilizante com maioritariamente N.

    O preco desse Vitaterra, por gr de N sai a 1,7 centimos por gr de N.



    Uma vez mais, as marcas nao sao importantes mas sim os macro nutrientes e se sao aborcao lenta vs rapida, etc ...
    Estas pessoas agradeceram este comentário: turnip, Skinkx
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 22

    O escarificador comprei numa promocao da Amazon. E parecido com este:

    https://www.amazon.co.uk/VonHaus-Electric-Scarifier-Aerator-Working/dp/B01BGZA73W/ref=sr_1_5?ie=UTF8&qid=1495900196&sr=8-5&keywords=dethatcher

    Relativamente ainda ao Nitrogenio, se conseguir encontrar Ureia que eh quase N puro melhor ainda e costuma ser muito muito barato. Geralmente uma saca de 25 quilos custa 10-15 euros.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: turnip
  4.  # 23

    Quando referiu ferro para o relvado ficar mais verde é um.produto tipo este?

    http://www.leroymerlin.pt/Site/Produtos/Jardim/Adubos-e-tratamento/Adubos/12255824.aspx
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6.  # 24

    Sim esse tem ferro. Nao sei eh o conteudo porque nao diz... qual a percentagem de ferro disso?

    Nao me tinha dito que esse saco tinha 10-20-20 de NPK? Se calhar percebi mal... mas se este for apenas Ferro e nao tem qualquer tipo de outros macro nutrientes, entao eh excelente! Eh isso mesmo.

    Para alem que o Ferro ajuda a tornar o relvado mais vigoroso, o que o ajuda a combater as ervas daninhas igualmente!
  7.  # 25

    Colocado por: sbcnv
    Nao me tinha dito que esse saco tinha 10-20-20 de NPK? Se calhar percebi mal... mas se este for apenas Ferro e nao tem qualquer tipo de outros macro nutrientes, entao eh excelente! Eh isso mesmo


    Tenho andado a colocar adubo 10-10-20 duas vezes por ano, no entanto irei passar a afinar 4 vezes ao ano, como referiu e com adubos mais ricos em Azoto.

    VI numa superfície comercial que há sacas de 5kg de Sulfato de ferro, assim como também há azoto em sacas de 5kg (20%).
    O sulfato de ferro espalha se como o adubo? É correcto espalhar também o azoto 20% ao mesmo tempo? Ambas as sacas só têm estes nutrientes. Custam entre 4 e 5€ cada uma.

    Com a sua explicação dei por mim a olhar para os rótulos dos adubos NPK, sendo que os mais baratos até tem N com percentagens maiores :-) Amanha passo por uma casa da especialidade para comprar umas sacas de 25kg.
  8.  # 26

    Podem ter outros ingredientes mas convem ter o N maior para nao ficar limitado em colocar o N.

    Tenha em atencao se o fertilizante com N, e' sintetico ou organico e de aborcao rapida ou lenta. Mas sim regra geral sao mais baratos.

    O sulfato de ferro depende, existe em granulos e existe uns que sao para misturar com liquido e espalhar... os granulos e' como qualquer adubo... em liquido provavelmente precisa misturar no spray.

    Os fertilizantes ricos em P e K sao grande parte para corrigir deficiencias - que sem um teste nao sabemos mas e' bem possivel - mas como tem estado a adubar com esse, o terreno nao devera ter deficiencias em P e K certamente
    Estas pessoas agradeceram este comentário: turnip
    • eu
    • 28 Maio 2017

     # 27

    Este tópico está sensacional. O que eu já aprendi!

    Muito obrigado sbcnv , pelo contributo desinteressado que está a dar aos "jardineiros" amadores, onde me incluo.
    Concordam com este comentário: turnip, VCAC, Alexluxx, pmquelhas
  9.  # 28

    Tópico guardado nos favoritos! Ate que enfim que começo a perceber qualquer coisa de adubos e herbicidas...ate aqui era mais ir à loja, explicar o que o relvado tinha e comprar o que me queriam vender...agora já vou com.olho critico
    • sbcnv
    • 28 Maio 2017 editado

     # 29

    Relva acabada de cortar...



    Nesta imagem podem ver umas coisas que por desconheicmento aprendi...

    Quando fiz o overseeding o ano passado no Outono, depois da relva ficar matura, nao sabia que tambem existia daninhas de inverno!

    Ora, na altura, nao tinha colocado um pre-emergente, e por consequencia, chega a esta primavera e tinha poa annua no relvado que descura imenso do mesmo, onde tinha cabecas de semente...eu desconfio que veio do composto que comprei e que espalhei aquando o semear...

    Resolvi nao fazer nada, e esperar que o calor tratasse de matar... dai algumas manchas mais amareladas, porque esta a morrer e tem ainda muita parte seca ja mas que nao decompos... poderia atacar com um pos emergente para poa annua mas seria estar a gastar $ quando no Verao iria morrer. Daqui um par de semanas ja deve estar tudo verdinho outra vez :)

    Ora isto coloca um problema no outono! Sabendo agora, que preciso colocar um pre emergente tambem no outono para evitar as ervas/relvas daninhas, e sabendo que o pre emergente eh nao selectivo, nao posso semear a minha relva.

    Existe contudo um produto da Syngenta chamado Tenacity, e que no fundo e' um pre emergente e pos emergente, para as daninhas durante o semear. Ataca tudo menos a relva... geralmente as ervas daninhas nascem ao mesmo tempo, mas depois ficam brancas e morrem.

    Por isso este outono, vou aplicar Tenacity durante semear, e depois de 4-6 semanas vou aplicar o meu pre-emergente normal.

    Fica aqui uma foto de uma zona completamente 100% a semente que plantei o ano passado e que nao coloquei composto ...

    Bastante verde, e ja denso qb ... acabado igualmente de cortar, penso que estou a cortar nos 7-8 cm de altura (medidos com o cortador de relva numa laje cimento e medir do chao a base).



    Caro "eu", obrigado pelo elogio, nao sou nada nem que se pareca profissional... apenas um mero amador que quis ver-se livre das daninhas e quis ter um relvado decente e decidi ler e pesquisar de forma a nao gastar muito $ e perceber realmente como se faz as coisas de forma correcta.

    :)
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pedro Azevedo78
  10.  # 30

    Colocado por: sbcnvsabendo que o pre emergente eh nao selectivo


    Neste caso, que pré emergente colocar no outono?
  11.  # 31

    Colocado por: turnip

    Neste caso, que pré emergente colocar no outono?



    Coloco o mesmo que na Primavera... isto quando nao temos planos de semear... o pre emergente e' Prodiamine ou Dimension.

    Caso queiramos semear, entao usar Tenacity, que tem propriedades pre emergente e pos emergente, mas como tem duracao de apenas 30-40 dias, apos a relva germinar e estar mais matura entao dar com Prodiamina.

    O Tenacity faz apenas a "ponte" para que seja possivel impedir as ervas daninhas germinarem e pressionarem a relva bebe, deixar esta crescer um bocadinho e depois entao sim podemos colocar o pre-emergente nao selectivo normalmente para a janela de proteccao ser novamente maior, 5-6 meses, ate a aplicacao de primavera.
  12.  # 32

    Se as casas de jardinagem percebessem tanto disto como o sbcnv estaríamos mais descansados e, quem pudesse e quisesse, poderia contratar uma casa para tratar do relvado mas, infelizmente, percebem tanto de relvados como eu......Pelo menos eu não conheço profissionais da área que tenham estes conhecimentos e preocupações.
  13.  # 33

    Eu não percebo nada de relvados, mas venho só avisar que "pristine" em inglês *pode* ter o significado de "impecável, imaculado" mas em português "pristino" não existe, e "prístino" significa "antigo, original, tosco".
    • emad
    • 29 Maio 2017 editado

     # 34

    Eu já vou comprar um escarificador manual. Por que vou já limpar a minha relva. Alguém quer vender um manual.usado?
  14.  # 35

    Mea culpa no pristino. Demasiado ingles ...

    Quanto ao escarificador, depende dos m2 que tiver... a mim ninguem me pagava para ter um manual... experimentei um bocadinho no meu jardim e fui logo devolve-lo. Como consegui a automatica por 30 euros adicionais nem pensei duas vezes. O escarificador manual custava-me quase 40 euros vs a maquina por 70 euros.

    Normalmente a maquina custa 100 euros ... mesmo sem promocao teria ido para maquina, mas isso sou eu com ~700+ m2 de relva
  15. Ícone informação Anunciar aqui?

    • sbcnv
    • 29 Maio 2017 editado

     # 36

    Como semear um relvado

    Ora finalmente chegamos a um assunto que esta logo no titulo do topico.

    Como semear um relvado e quais os passos necessarios de forma a ter o maior sucesso.

    Primeiro que tudo, que tipo de relva vamos semear? Se e' para semear, o tipo de relva sera' do tipo inglesa de regra geral.

    Temos varios tipos de relvas mas as mais comuns sao:

    - Lorium Perenne
    - Festuca
    - Poa Pratensis

    Cada uma com os seus pros e contras.

    Lorium Perenne e' uma relva que cresce muito rapido. Germinacao em 3-5 dias atingindo maturidade em 20 dias. Nao tem grandes necessidades de agua e os cultivars de topo tem-na tao verde quanto a Poa Pratensis. Infelizmente nao tem tanta resistencia ao Verao como Poa e Festuca e nao tao resistente a doencas.

    A Festuca e' bastante resistente a doencas e pisoteio. Germina em 8-15 dias e maturidade em 6 semanas. Nao tem grandes necessidades de agua para alem do normal, e atinge grandes profundidades as suas raizes. Os cultivars de topo vulgos TTTF, apresentam uma folha fina e muito verde e bonita. Ma qualidade de semente, origina uma relva feia de folha bastante larga e grossa - geralmente conhecida como Kentucky31

    Poa Pratensis, geralmente vista como a rainha das relvas de topo. Muito bonita e com um verde bastante intenso a fugir para o azulado dai o nome em ingles KBG - Kentucky Bluegrass. Requer muito mais atencao aquando de semear dado que germinacao pode ir 20 ou mais dias... tem um crescimento lento e necessidade de agua durante os primeiros tempos.

    Cresce de forma mais lenta, no entanto, ao contrario das outras tem a vantagem de se auto-regenerar atraves de rizomas, sendo muito popular em relvados desportivos.

    Com isto, nao 'e de estranhar de haver uma mistura dos tipos de relva de forma a elevar as probabilidades e ter um pouco de tudo nas vantagens.

    Um mix de Poa Pratensis com Festuca e Lorium, permite ter resistencia a doencas e pisoteio, a auto regeneracao da Poa Pratensis e ter um relvado denso com a ajuda do Lorium.

    Quando semear?

    Qual a melhor altura para semear? Vejo aqui imensas pessoas a terem iniciado a semente na Primavera e as vezes mesmo em Maio! Em semente, nunca nunca semear em Maio, alias o recomendado e' esperar pelo Outono quando as temperaturas sao mais baixas.

    Pode-se semear na primavera ali por Fevereiro/Marco, contudo existe probabilidades de quando chegar o Verao, o relvado ainda nao estar com maturidade suficiente para aguentar o calor do Verao, dai a recomendacao ser no Outono ali a rondar finais de Setembro, onde vai ser mais facil manter a semente humida e a relva bebe tera' temperaturas mais confortaveis para proliferar.


    Passos para um overseeding

    Um overseeding, como o nome indica, e' um semear em cima de um relvado que ja tenha alguma forma relva. Geralmente, usa-se para tentar melhorar um relvado que tenha tido daninhas e que apos o tratamento que tenhamos feito, e com a morte das mesmas, haja zonas com falhas, ou para tornar a relva mais densa.

    Entre overseed e comecar do zero, obviamente o overseed e' mais facil e com resultados mais rapidos embora os passos sejam praticamente os mesmos.


    1o Passo - Usar algumas semanas antes o metodo do triangulo para o tratamento das ervas daninhas se o relvado apresentar bastantes. Isto ira ajudar a matar as ervas e criar menos competicao para germinacao.

    2o Passo - Se usou algum tipo de pre-emergente na Primavera, tenha em consideracao que ainda pode estar no periodo de proteccao. Se o estiver, as sementes nao irao germinar! Vai depender da dosagem que usou no pre-emergente.

    3o Passo - Nao recomendo a aeracao do relvado (quando se faz os buracos no relvado para arejar) ... porque? Vamos estar a perturbar o solo e possivelmente trazer milhares de sementes de ervas daninhas a superficie que possivelmente estavam em hibernacao. Se a compactacao do solo for um problema, existem produtos quimicos para arejar o solo. Um metodo caseiro, e' regar o relvado com shampoo de bebe tipo Johnson Johnson. Cerca de 120-140 ml de shampoo por cada 100 m2.

    Nos ingredientes do shampoo tem de ter um destes ingredientes: Sulfato Lauryl de Sodio, Sulfato Lauryl de Amoniaco, Sulfato Laureth de Sodio ...

    Regar com um misturador a mangueira um par de semanas antes de forma a dar efeito.

    4o Passo - Se tiver uma camada de materia morta no relvado superior a 2cm convem escarificar. Nao so remove a parte morta, como vai remexer o solo ligeiramente o que vai beneficiar o contacto com o solo da semente.

    Se o tempo tiver estado muito seco, de forma a facilitar o trabalho, regar no dia antes de forma media, para o solo estar humido e facilmente trabalhavel.

    5o passo - Cortar a relva o mais rente possivel ao solo, quase ao ponto da lamina bater na terra. Se tiver um relvado acidentado cuidado com a lamina a bater nos altos que possa ter ... O objectivo e' ter a relva curta o mais possivel, para que haja luz solar a incidir na semente e como o relvado vai crescer normalmente, queremos que a semente esteja exposta a luz o maior tempo possivel.

    6o Passo - Espalhar a semente! Aplicar semente de forma generosa. Ver o rotulo do saco e seguir a dosagem. Eu pessoalmente, costumo aplicar ligeiramente mais que a dosagem recomendada.

    7o Passo - Aplicar fertilizante para semente. E' um fertilizante do genero 18-24-5 onde seja rico em P que e' bastante importante na germinacao. Se tiverem um fertilizante balanceado, tipo 20-20-20 funciona perfeitamente.

    8o Passo - Aplicar composto/humus, camada fina pelo relvado. Certifiquem-se e perguntem se o composto foi filtrado de forma a ser apenas humus e nao vir com muitos paos e pedras etc... Com uma vassoura ou as costas do ancinho para recolher folhas, dar uma passagem pelo relvado de forma a espalhar o composto e cobrir ligeiramente a semente com o composto.

    9o Passo - Fazer uma aplicacao de Tenacity, que e' um pre-emergente contudo nao incide sobre as relvas. 'E um produto relativamente recente, 2011-2012 salvo erro. Nao e' obrigatorio, contudo ajuda IMENSO, na pressao que as daninhas vao fazer as novas sementes. Afinal, vamos estar a regar o solo bastante e a criar condicoes para que estas crescam igualmente. E como costumam ter crescimento mais rapido, dai a recomendacao.

    Se usarem, nao fiquem alarmados com as ervas a nascer e depois ficarem com o relvado branco. As ervas acabam por morrer e a relva reganha o verde.

    10o passo - De forma a garantir germinacao em maior % possivel, e' imperiar manter a semente humida e nao deixa-la secar.

    Como tal, podemos cobrir o relvado com uma camada de musgo de horticultura. Espalhar cerca de 1 cm pelo relvado, ajuda a proteger do sol as sementes assim como mantem a zona abaixo do musgo aplicado com bastante humidade.



    Outra alternativa e' usar palha ao inves do musgo ... ter cuidado com possiveis contaminacoes:




    E voila! Agora e' regar regar e regar...

    - Regar 10-15 minutos, 3x ao dia durante as primeiras 2 semanas
    - Regar 20-30 minutos, 1x ao dia durante 1 semana
    - Regar 30-45 minutos, 1x em dias alternados (dia sim dia nao), por 1 semana
    - Regar 30-45 minutos, 2x por semana por 1 semana

    Apos isso alterar para irrigacao profunda e infrequente, aumentanto o tempo de forma a providencia 25 mm de agua e a frequencia apenas 1x semana.

    Manter este tipo de irrigacao ate sempre!


    NOTA: Este metodo e' sobretudo para relvados de semente como os mencionados acima. Para relvados mais tropicais tipo escalracho e grama, S Carlos e S Agostinho, entao a epoca de plantar e' Primavera tardia, dado que essas relvas gostam e' do muito calor.


    Em Portugal, dado que o nosso clima e' bastante ameno, eu gosto mais das relvas inglesas dado que mantem o verde o ano inteiro. Nunca chegam a entrar em hibernacao no inverno dado que nao temos temperaturas consistentemente abaixo de 0.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pedro Azevedo78, turnip, Saki
  16.  # 37

    O problema que tenho em casa nem é fazer a relva crescer. Já tive o relvado cheio e super-verdinho. O meu problema é conseguir usa-lo. A relva fica muito bonita, mas é só para tirar fotos...não aguenta com pisoteio nenhum.

    Então quando os meus dois caes brincam um bocadito no jardim, até saltam pedaços!!!

    Por isso é que estou a tentar mudar para grama.
  17.  # 38

    Colocado por: TyrandeO problema que tenho em casa nem é fazer a relva crescer. Já tive o relvado cheio e super-verdinho. O meu problema é conseguir usa-lo. A relva fica muito bonita, mas é só para tirar fotos...não aguenta com pisoteio nenhum.

    Então quando os meus dois caes brincam um bocadito no jardim, até saltam pedaços!!!

    Por isso é que estou a tentar mudar para grama.

    Não será, como diz o sbcnv, de regar com muita frequência e a raiz da relva estar muito próxima da superfície?
  18.  # 39

    Colocado por: Belhinho
    Não será, como diz o sbcnv, de regar com muita frequência e a raiz da relva estar muito próxima da superfície?


    Não faço ideia.
    Depois de madura, a relva é regada de manhãzinha (por volta das 7 da manhã) e no final do dia, por volta das 18-19.
    • sbcnv
    • 30 Maio 2017 editado

     # 40

    Colocado por: Tyrande

    Não faço ideia.
    Depois de madura, a relva é regada de manhãzinha (por volta das 7 da manhã) e no final do dia, por volta das 18-19.



    Isso e' muito.

    1 x por semana... cerca de 1 hora, ou 25 mm (fazer o teste da lata de atum e ver quanto tempo o sistema de rega demora a encher a lata de atum.

    Durante ondas de calor, entao pode dividir-se a "semana" em dois... os 25 mm ja incluem chuva logo ajustar consoante isso.

    Esse tipo de irrigacao, so quando acabou de plantar ou semear para germinar... caso contrario eh pedir doencas e fungos que podem levar ao que descreve... a relva nao aguentar muito pisoteio. Eu rego 2-3 x's durante as primeiras semanas apos semear... de resto so apenas 1 x por mes. Alias, aqui onde vivo, ja anda a chover ha 1 semana e meia seguida e ja estou eh a ficar preocupado e possivelmente ter que por um fungicida para evitar algum tipo de doenca

    Que tipo de relva eh?

    Eu tenho 2-3 caes (labradores) e o relvado eh bastante abusado com as brincadeiras deles... e aguenta.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">