Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 381

    Colocado por: J.FernandesComo já disse este é um falso problema,

    Porquê?
    Colocado por: J.FernandesEm fase de projeto, verificação do estado limite de fendilhação

    Verdade.
    Mas isso pressupõe que sejam cumpridos uma séria de pressupostos que na fase de execução muitas vezes são "atropelados"
    Colocado por: J.FernandesEm obra, cumprimento do recobrimento referido no projeto e betão bem vibrado.

    Verdade.
    Mas todos sabemos que em construção a teoria costuma andar um bocadinho desfasada da prática
  2.  # 382

    Colocado por: zedasilvaPorquê?

    Ver #366

    Colocado por: zedasilvaMas isso pressupõe que sejam cumpridos uma séria de pressupostos que na fase de execução muitas vezes são "atropelados"

    Não sei como é que são as suas obras, mas nas minhas as armaduras desenhadas no papel são as armaduras colocadas em obra.

    Colocado por: zedasilvaMas todos sabemos que em construção a teoria costuma andar um bocadinho desfasada da prática

    Meter os espaçadores para o recobrimento e vibrar o betão é o mínimo dos mínimos que se pode exigir a quem anda a fazer e a fiscalizar betão armado.
  3.  # 383

    Colocado por: J.FernandesMeter os espaçadores para o recobrimento e vibrar o betão é o mínimo dos mínimos que se pode exigir a quem anda a fazer e a fiscalizar betão armado.

    Verdade.
    Se as obras tivessem fiscalização.
    J.Fernandes, em teoria concordo com os seus argumentos.
    A experiência de 30 anos disto diz-me que ainda temos um caminho muito longo a percorrer até que a teoria acompanhe a prática.
    Culpa de quem?
    Não desta vez não é dos DO.
    É de todos os técnicos que continuam a alimentar/permitir esse desfasamento
  4.  # 384

    Tenho um caso em que o nível freático (salgado!) anda 1 metro abaixo do terreno natural e o firme está mais baixo que isso, por isso as sapatas vão ficar na água.

    Neste caso, a tela pitonada não resolve rigorosamente nada. isso ajuda em terrenos secos e bem drenados, sempre controla alguma capilaridade, mas temos que pensar nisso como uma solução "low budget" para projectos sem grandes condicionalismos nesse aspecto.

    Se o nível freático for alto, isso não é impermeabilização razoável ou adequada. É melhor do que o que se faz nos tais 90% dos projectos, é verdade, mas é preciso que seja visto tal e qual aquilo que é, um corte hídrico na base da sapata, para cortar uma ou outra humidade ascensional, não uma impermeabilização por si só.
    Concordam com este comentário: zedasilva
  5.  # 385

    Colocado por: SkinkxNeste caso, a tela pitonada não resolve rigorosamente nada.

    Claro que não, é por isso que digo que cada caso é um caso.
    Não existem soluções tipo.
    Nesse caso em concreto quer a camada de recobrimento quer mesmo o betão devem ser adequados às condições do terreno.
    Quanto de nós já não tivemos obras em que isso não foi tido em conta?
    Quantos de nós já ao alertar para essa situação não provocamos a primeira derrapagem orçamental?
  6.  # 386

    Colocado por: J.Fernandes
    Também não. Basta o flintcoat e a tela pitonada.


    disseram-me que o Fintcoat, para funcionar, deveria ser dado na ordem de 3Kg/m2 e que seria mais simples, e melhor, dar uma pincelada de flintcoat e depois colocar telaasfáltica em cima e então a tele pitonada.
    Acrescentaram ainda que, se tivesse uma divisão "habitável" encostada à parede, que poderia colocar roofmate entre a tela asflática e a tela pitonada para não ter a cave tão fria.
  7.  # 387

    Colocado por: desousarochaAcrescentaram ainda que, se tivesse uma divisão "habitável" encostada à parede, que poderia colocar roofmate entre a tela asflática e a tela pitonada para não ter a cave tão fria.


    Isso deve estar comtemplado no projeto de térmica
    Nesse caso, coloque o xps depois da tela pitonada.
  8.  # 388

    Colocado por: J.Fernandes



    Repito a minha opinião: não é preciso, em geral, aplicar nenhuma impermeabilização no fundo da sapata.

    Eu tambem nao o faço.
    • box
    • 11 Fevereiro 2019

     # 389

    Colocado por: Skinkxtemos que pensar nisso como uma solução "low budget" para projectos sem grandes condicionalismos

    Não se importa de partilhar a solução escolhida no caso descrito?
  9.  # 390

    Colocado por: riscosEu tambem nao o faço.

    Isso só porque és um anti-cristo
  10.  # 391

    Colocado por: zedasilva
    Isso só porque és um anti-cristo

    Ahah essa foi boa:)seu....vendedor de tela pitonada :)
  11.  # 392

    Colocado por: riscosAhah essa foi boa:)seu....vendedor de tela pitonada :)


    O gajo tem comissão...
  12.  # 393

    Colocado por: two-rokO gajo tem comissão...

    Olha que não é mal pensado.
    Há por ai algum fornecedor de telas que queira "conversar"?
  13.  # 394

    Colocado por: emad
    Tinha negociado o valor do terreno por menos 5k. Ou comprava outro lote sem este problema.
  14.  # 395

    Era viável fazer este estudo antes de comprar o terreno?
  15. Ícone informação Anunciar aqui?

data-ad-format="auto" data_ad_region="test">