Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom dia:
    Neste momento só me apetece dizer: "condómino em desespero",
    Há 7 meses que comecei a ter uma infiltração de água a cota superior no teto do meu corredor, literalmente caía água, Depois de muitos trâmites e incómodos, o vizinho de cima falou com o condomínio que acionou um seguro que abrange as frações. A partir de uma determinada altura a água deixou de pingar e foi-nos dito que o problema estava resolvido. Chegámos a acordo com a seguradora e iniciamos o processo de obras de restauro.

    Passado algum tempo (há 2 meses) a água recomeçou a cair, no mesmo sítio. mas agora com 10 vezes mais de intensidade. Contatos e mais contatos com o condomínio e com o dono da habitação e até agora nada. Agora o Condomínio já nem atende nem responde e o dono diz que não tem nenhum problema em casa dele e que a água pode vir de outro lado, A seguradora demarcou-se da situação e diz que não pode obrigar ninguém a fazer nada e que não paga mais prejuízos porque está a haver neglicência.

    Recorrer a advogado e ir para tribunal, só me vai fazer gastar dinheiro e aguardar "imenso tempo" pq infelizmente sei como funciona a justiça neste país.
    O QUE É QUE EU FAÇO?
    Apetecia-me deixar de pagar o condomínio alegando não ter condições de habitabilidade….

    AJUDEM-ME, POR FAVOR! Digam-me o que fariam no meu lugar. Obrigado
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Colocado por: José RosaBom dia:

    O QUE É QUE EU FAÇO?
    Apetecia-me deixar de pagar o condomínio alegando não ter condições de habitabilidade….



    A solução mais fácil é mesmo essa, quem gere o seu condomínio? Escreva no livro de reclamações deles e aí deixe de pagar. OS meus pais tiveram o mesmo problema e para não irem para tribunal pois iria demorar anos e talvez não resolvesse nada, foi o que fizeram, passados 5 meses sem pagar o condomínio decidiu pagar as reparações
    • size
    • 2 Fevereiro 2019

     # 3

    O que existe no piso de cima na zona da infiltração ? Casa de Banho ? Tem necessidade de apurar a origem da água, para assim poder exigir.

    Se, efectivamente, a infiltração é proveniente da fração do seu vizinho de cima, é ele o unico responsável pelos danos causados na sua fração e não o condomínio.

    O que pode acontecer, é existir um seguro MULTIRRISCOS colectivo, através do qual cada condómino endossou a sua Responsabilidade Civil para uma Companhia de Seguros. Nesta circunstância, o seu vizinho é que tem que se mexer no sentido de reparar de vez a canalização e exigir junto do administrador o accionamento do seguro.
    Caso o seguro se recuse atender novamente o sinistro com o argumento de existir negligência na 1ª reparação da canalização, terá que ser o seu vizinho a ter que suportar do seu bolso os danos verificados na sua habitação.
    Se no seu concelho existirem Julgados de Paz, poderá recorrer a eles sobre essa situação.
  4. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  5.  # 4

    Obrigado a todos:
    "Necessidade de apurar a origem da água" E como é que eu faço isso?
    Realmente há esse seguro Multirriscos colectivo.
    Todavia, o que me parece é que o processo foi encerrado antes de ser descoberta a origem da infiltração e a respectiva reparação.
    O meu vizinho? Diz que não tem problema nenhum no apartamento dele e não quer saber do assunto. Ainda goza na minha cara a dizer que me deve cair água quando chove e ri-se, quando por cima do meu andar há vários andares e ninguém tem queixas.
    Já tinha pensado recorrer aos Julgados de Paz, mas tenho sérias dúvidas que isso resulte.
    Isto já se arrasta há demasiado tempo e não vislumbro um desfecho feliz, pq, para meu azar o problema não afeta o vizinho e todos se querem desmarcar da situação.

    Assim, se existe um seguro multirriscos cujo detentor da apólice é o administrador do condomínio e esse seguro abrange os problemas das fracções, já fiz reclamação para a Companhia e esta comunicou ao administrador que abrisse novo processo. Ele não o fez. Então parece-me que está a ser responsável pela situação e, nesse caso isso me dará o direito de recmar junto do condomínio e deixar de pagar até que ele reabra o processoque levará o seguro a agir novamente, mas não sei se isto será legítimo.

    Neste país os prevaricadores é que têm direitos e é que são as vítimas e os lesados são os vilões...
  6.  # 5

    1º Contrate um perito para avaliação e diagnostico.
    Pode pedir cotação para saber o preço da peritagem:
    http://www.imodiag.pt/servicos.php
    http://www.stillone.pt/1/peritagens_tecnicas_edificios_703078.html
    http://www.taskdone.pt/inspeccoes_e_diagnosticos.html

    2º Requerimento no Julgado de Paz com apresentação do relatório da peritagem técnica
    http://www.conselhodosjulgadosdepaz.com.pt/informacao.asp

    Boa sorte.
    • size
    • 3 Fevereiro 2019 editado

     # 6

    Não respondeu à pergunta. O que existe nessa zona da infiltração no piso superior ?

    Há, realmente, que descobrir a origem da infiltração, sendo obrigação do seu vizinho em colaborar. É disparatado ele argumentar que na habitação dele não observa qualquer anomalia, quando se sabe que a água pode surgir da ruptura de canalização junto ao chão, ou mesmo inserida na lage , em que, obviamente, a água tem a tendência a descer para a sua habitar e não subir para a dele.

    Encoste o vizinho à parede...é ele que se tem que mexer, sob pena de ter que sofrer as consequências do assobiar para o lado
    Para tal, reporte a situação junto do seu Município, pois existe legitimidade para intervirem nessa situação.
    *****
    RGEU
    Artigo 12.º
    A execução de pequenas obras de reparação sanitária, como, por exemplo, as relativas a roturas, obstruções ou outras formas de mau funcionamento, tanto das canalizações interiores e exteriores de águas e esgotos como das instalações sanitárias, a deficiências das coberturas
    e ao mau estado das fossas, será ordenada pelas câmara municipais, independentemente de vistoria.

    § único. Passa para as câmaras municipais a competência para a aplicação das penas previstas na lei pelo não cumprimento das determinações a que este artigo se refere.
  7.  # 7

    Não sei se é solução, mas:
    Se toda a gente diz que não é culpa dele, então esse cano não é de ninguém. Eu deixava uma mensagem na entrada do prédio, dizendo que uma vez que o cano não é de ninguém, iria mandar fechar o mesmo no prazo de x dias.
    Se mesmo assim ninguém se chegasse a frente, era o que fazia... abria o tecto e fechava o cano.

    Assim descobria logo o culpado.
    Depois era deixar de pagar o condomínio até pagar a obra.

    Isto é possível?
    Concordam com este comentário: desofiapedro
  8.  # 8

    Size:

    Na zona superior da infiltração existe o corredor do vizinho de cima cujo apartamento é, exatamente igual ao meu. A infiltração ocorre no corredor mesmo em frente à porta do wc de serviço.

    A mim parece-me ser algum cano que passa no corredor do vizinho e que teve uma ruptura. Neste caso o município intervém?


    Bluewings:

    Logo no início chamei uma empresa que me enviou um eng. civil e que fez um relatório, mas limitou-se a dizer que a infiltração se localizava a cota superior.

    Agora 2 dúvidas: então tenho que ser eu a pagar a um perito para avaliação qd a água não é proveniente da minha habitação?(é sempre a somar prejuízos qd sou apenas lesado)
    E esse perito consegue descobrir através da minha casa? ( pq o vizinho não deixa entrar na casa dele alguém que eu chame)

    Agora, está a acontecer um caso mais caricato. Qd eu mando queixa ao vizinho e ao condomínio deixa de cair água por uns dias. Passado uns dias volta a cair a água Alguém me explica isto?

    Mais uma vez obrigado a todos pelas sugestões
  9.  # 9

    Já devia ter aberto o tecto e fechado a canalizacao que por lá passa. Quando lhe baterem á porta faça como os outros, assobie para o lado.
    Concordam com este comentário: Apostador, desofiapedro
  10.  # 10

    Colocado por: Diogo999Já devia ter aberto o tecto e fechado a canalizacao que por lá passa. Quando lhe baterem á porta faça como os outros, assobie para o lado.
    Concordam com este comentário:Apostador
    se fosse tão simples assim
    Concordam com este comentário: O.Martins
    Estas pessoas agradeceram este comentário: José Rosa
    • zinna
    • 4 Fevereiro 2019 editado

     # 11

    Chame a polícia, você vive você e outros condóminos vivem em sua casa, mas a vossa casa está dentro de outra que engloba todos.
    Se tem água a cair na sua casa, faça comunicação por escrito ao condomínio, uma vez que o seu vizinho é fantástico...
    Se não resolver, chame a polícia e fale do sucedido, mostre as cartas enviadas...
    Normalmente ajuda...
    Não quer dizer que o seu vizinho os deixe entrar...
    Fica com mais um papel
    Depois tem de seguir as burocracias...

    Você tem um rico vizinho...

    A água pode vir de outro lado e aparecer nesse sítio.

    O seu vizinho deve ter seguro riscos cruzados para esta situação, porque será ele a pagar este prejuízo.
    Concordam com este comentário: desofiapedro
  11.  # 12

    Questiono até que ponto seria descabido você investir um pouco mais em obras e apanhar o cano e fechá-lo? Já que não é de ninguém...
  12.  # 13

    Quando a água começar a aborrecer o seu vizinho de baixo, já serão dois a mexerem-se...
    Concordam com este comentário: zinna
  13.  # 14

    Realmente, também já me tinha ocorrido chamar a polícia, até por uma questão de testemunharem o facto, mas não sei se, nestes casos eles fazem alguma coisa.

    Gostava era que me ajudassem a compreender porque é que a água cai e bastante quando lá vou, depois interrompe e mais tarde volta a cair (tenho uma ideia. Estarei errado?)

    É que eu não moro lá. Estava lá o meu filho que agora teve de se ausentar por uns tempos, pelo que, no momento está sem ninguém e eles sabem disso.

    Isto é muito complicado e stresssante
  14.  # 15

    so por mera curiosidade quando verifica que tem infiltração ja foi ver o contador do vizinho? e quando nao tem tambem ja foi ver o contador?

    será que o vizinho sabe que tem uma fuga e fecha o contador e so abre quando precisa? é uma ideia parva....mas se nem sempre tem infiltração??!!!

    parece-lhe agua ou poderá ser esgotos?
  15. Ícone informação Anunciar aqui?

  16.  # 16

    loverscout

    Boa!

    Como é que não me tinha ocorrido isso?
    Ou então algum passador dentro de casa, não poderá ser?

    A mim parece-me água.
  17.  # 17

    Hora dos banhos?

    De que quantidade de água falamos exactamente?
  18.  # 18

    Picar o tecto e fechar o cano pelo piso inferior é arriscado... A água aparece aí mas pode vir de outro lado. Do esgoto do lavatório, do bocal da sanita, etc...

    Normalmente quando é canalização, é constante... ou seja, o tubo está à pressão e está sempre a perder água (o que não parece ser o caso)

    Há alguma relação com a águas da chuva? Ou seja, qua do chove pinga mais? Mesmo sendo um piso intermédio pode haver rutura na prumada.

    Segundo percebi a fuga aparece entre a porta da IS de serviço e o corredor? Por acaso o chão da casa de banho é mosaico e o do corredor é de madeira sobre barrotes? A água pode vir a escorrer pela superfície e quando chega ao corredor infiltra pela tábuas.

    Já pediu o relatório do perito sobre a 1a reparação qur foi feita para tentar perceber qual foi a causa?

    Eu enviaria já uma carta registada com aviso de receção ao vizinho de cima dizendo que não tem condições de habitabilidade, foram feitas diversas diligências desde o dia x para pedir colaboração na identificação da origem da infiltração e foram todas negadas.

    Boa sorte
  19.  # 19

    E se o seguro se nega a verificar sequer, peça isso por escrito. Ou eles ajudam ou têm de justificar a não ajuda com uma declaração. Depois na carta que enviar ao vizinho junte essa declaração. Pode ser que ele se sinta encurralado. Senão serve-lhe sempre de prova caso seja preciso mais tarde.
  20.  # 20

    Olá, mais uma vez

    Durante muito tempo a queda de água era constante. Há cerca de uns 15 dias e depois de eu comunicar com a Seguradora e esta ter apertado com eles é que, estranhamente, umas vezes cai, outras não. Mas não tem nenhuma relação com a chuva, pelo que me parece.

    Quanto a enviar carta registada ao vizinho, desconheço a morada dele, porque ele tem o apartamento arrendado e o condomínio não dá a direção.

    Voltei a reclamar com a Seguradora e a resposta foi esta:
    "Foi solicitada a realização dos trabalhos de pesquisa, com vista à localização da origem do sinistro.
    Visto que até ao momento a Administração de Condomínio não remeteu a conclusão dos trabalhos de pesquisa, não será possível dar seguimento ao assunto."

    Muito interessante esta resposta. Como é possível a Seguradora não exigir a causa do sinistro e a sua resolução?
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">