Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa noite a todos,

    Há alguém por aqui que já tenha comprado para remodelar e posterior venda/arrendamento?

    Quais os principais aspetos a ter em conta, na vossa opinião?

    Neste momento, tenho estado a ver apartamentos T3 em zona urbana, por cerca de 70.000€/80.000€, que seriam para remodelar e posterior venda eventualmente.

    Fico com a ideia que pode ser um bom negócio, claro está com os seus devidos riscos...

    Obrigado!
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Vou dar-lhe a minha visão da coisa, realçando que não sou da área apenas venho acompanhando o mercado há 3 anos.
    Então é assim. Na região metropolitana de Lisboa acho que já não deve fazer grande fortuna com esse negócio pq os preços de aquisição estão elevados e o custo de remodelação tb e a capacidade financeira das pessoas têm limites (acho eu).
    O que vejo ultimamente é comprarem, eventualmente nalgum bom negócio, esperam uns meses e colocam a venda no máximo com uma pintura.
    Ainda hoje liguei por causa de um imóvel, que já estará reservado, e tenho a certeza que há um ano atrás estava a venda por menos 70.000. nada foi feito ao imóvel, está como estava. Tb há um ano atrás foi vendido um apartamento no mesmo local maior e acaso de remodelar pelo valor que este último estava a venda ( de realçar que o último encontrava-se de origem: anos 80).
    Concordam com este comentário: Kruz
  4.  # 3

    Tb acompanho um imóvel que há 1 ano foi adquirido num leilão. Foi remodelado, a nível de acabamentos, e colocaram-no a venda por mais 110.000, mas ainda não foi vendido. Tb a remodelação não foi a mais bem sucedida, gostava mais da casa anteriormente.

  5.  # 4

    Só mais um exemplo, um apartamento que há 2-3 tem a placa de estar vendido agora está denovo a venda. Não sei quanto mais pedem mas está caro, dado o estado em que se encontra. Mas eu tb acho tudo caro.
  6.  # 5

    Eu faço isso.

    O mercado está cada vez mais estoirado/sem margem para isso

    Convém ter uma percepção bastante realista do mercado, nem tudo o q parece é.
  7.  # 6

    Colocado por: AMVPVou dar-lhe a minha visão da coisa, realçando que não sou da área apenas venho acompanhando o mercado há 3 anos.
    Então é assim. Na região metropolitana de Lisboa acho que já não deve fazer grande fortuna com esse negócio pq os preços de aquisição estão elevados e o custo de remodelação tb e a capacidade financeira das pessoas têm limites (acho eu).
    O que vejo ultimamente é comprarem, eventualmente nalgum bom negócio, esperam uns meses e colocam a venda no máximo com uma pintura.
    Ainda hoje liguei por causa de um imóvel, que já estará reservado, e tenho a certeza que há um ano atrás estava a venda por menos 70.000. nada foi feito ao imóvel, está como estava. Tb há um ano atrás foi vendido um apartamento no mesmo local maior e acaso de remodelar pelo valor que este último estava a venda ( de realçar que o último encontrava-se de origem: anos 80).


    Acrescento que na zona deste imóvel os quartos já estão a €400. Há um ano atrás tb diria que eram doidos em pensar nestes valores mas a verdade e que sei que alguém comprou um T4 por € 180.000 remodelou-o e agora arrenda quartos por € 400 (pelos menos foi o preço que vi no OLX e teve apenas 1 semana anunciado) o que dá um valor de renda de € 1.600. É impressionante. pelo menos a remodelação está bem gira. Mas reparem o preço num ano passou de 180.000 para 250.000. E não estou a falar de Lisboa. Quando comecei a olhar para tudo isto achava que as imobiliárias mentiam,já desisti, não podem mentir sempre senão já tinham fechado a porta. Tb vi um apartamento arrendado por € 1.900, ok é enorme mas mais uma vez refiro não estou a falar de casos em Lisboa.
    • pivot
    • há 7 dias editado

     # 7

    Colocado por: RRRTorresEu faço isso.

    O mercado está cada vez mais estoirado/sem margem para isso

    Convém ter uma percepção bastante realista do mercado, nem tudo o q parece é.


    Quando diz o mercado, diz o mercado das grandes grandes cidades como o Porto/Lisboa, ou está a referir-se ao mercado nacional como um todo?

    Por exemplo, falando da cidade onde vivo (Leiria), existe muita falta de arrendamento, seja a 300€ como a 800€. Existem meia duzia de casas.

    Eu penso que poderá ser interessante, imaginando um apartamento não mais de 80.000€ T3, com umas remodelações (chão, armários, WCs, pinturas e eventualmente caixilharias) a não ultrapassar os 20.000€ que se consiga valorizar o imóvel até uns 120.000, ou 130.000€ facilmente, não?

    Digo isto, pois raros são os imóveis que estando completamente remodelados estão a menos de 130.000€.
  8.  # 8

    Ah, o objetivo não é ficar milionário com um negócio...
  9.  # 9

    E quanto custam novos?
  10.  # 10

    T3 por 220.000, poderá haver alguns por 180.000/195.000€
  11.  # 11

    Acho que o pode fazer (obviamente), no entanto recomendo.

    1) Fazer um negócio de cada vez;
    2) Escolher imóveis que em caso de insucesso não se importe de ficar com eles (para viver por exemplo);
    3) Na sequência do número anterior, convém ser um imóvel apelativo, nada de fachadas com marquises dos anos 80, ou remodelações com materiais baratos.
  12.  # 12

    Olá FFAD, esses são os meus pressupostos, sem tirar nem por.

    Neste momento estou em casa arrendada, e faria algo desse género. A compra do imóvel, remodelação com pés e cabeça, numa ideia de caso a venda não aconteça possa ficar com o apartamento para mim, eventualmente se a venda correr bem, repetir o processo. Nunca, mas nunca ficando com vários negócios em mão. Apenas um único, para que se acontecer o insucesso que diz, poder viver nele!

    Obrigado pela opinião, parece que nos leu as ideias!!
  13.  # 13

    E trabalhe com o dinheiro do banco, tendo sempre um fundo seu de reserva.
  14.  # 14

    Colocado por: ApostadorE trabalhe com o dinheiro do banco, tendo sempre um fundo seu de reserva.


    Mas estar a pagar ao banco juros é eventualmente pagar penalização por liquidar o empréstimo assim que vender é "mais lucrativo"?
    Eu só vejo pontos negativos em trabalhar com dinheiro do banco... (mas também não tenho experiência nenhuma nisto)
  15.  # 15

    Colocado por: ApostadorE trabalhe com o dinheiro do banco, tendo sempre um fundo seu de reserva.


    Porque?
    Eu penso ser exatamente ao contrario
  16. Ícone informação Anunciar aqui?

  17.  # 16

    Colocado por: JoelM

    Mas estar a pagar ao banco juros é eventualmente pagar penalização por liquidar o empréstimo assim que vender é "mais lucrativo"?
    Eu só vejo pontos negativos em trabalhar com dinheiro do banco... (mas também não tenho experiência nenhuma nisto)


    Se a ideia é vender rápido (2 - 3 meses) os juros são reduzidos. Tem sim um custo acrescido de 2-5k, dependendo do valor do CH.

    Eu prefiro manter o cash do meu lado e usar o dinheiro dos outros.

    Idealmente, caso tenha algum imóvel sem hipoteca, ou caso a hipoteca represente uma % pequena relativa ao valor do mesmo, poderá pedir empréstimo hipotecando esse imóvel ou um "reforço" (não é este o nome técnico) do CH existente, e ai trabalhar sempre com esse montante.

    Uma das poucas vantagens de trabalhar com capitais próprios é de escriturar os imóveis muito mais rápido.

    Tudo depende do perfil de investidor de cada um, e claro, da carteira.
  18.  # 17

    Eu penso ser preferível fazer a liquidação do crédito habitação o mais rápido possível (nesta situação de venda), uma vez que à partida, e as coisas a correrem bem pode ser necessário um outro crédito para outro investimento. Ou, corrijam-me se estiver enganado. Posso usar o valor da venda do imóvel para investir noutro? (Penso que não, pois já não possuo a propriedade)
  19.  # 18

    Colocado por: pivotEu penso ser preferível fazer a liquidação do crédito habitação o mais rápido possível (nesta situação de venda), uma vez que à partida, e as coisas a correrem bem pode ser necessário um outro crédito para outro investimento. Ou, corrijam-me se estiver enganado. Posso usar o valor da venda do imóvel para investir noutro? (Penso que não, pois já não possuo a propriedade)


    Se comprar com Ch desse imóvel, assim que vende é liquidado o CH na hora.
  20.  # 19

    Eu não compreendo a história de usar o dinheiro dos outros.

    O dinheiro é do banco mas as garantias são do banco também, não são suas. No caso de dar pó torto só está metido em problemas maiores. Para além disso tem que pagar taxas e taxinhas e esperar 45 dias entre a visita ao imóvel e o pagamento para começar a trabalhar/remodelar...

    Esse tema de preferir trabalhar com dinheiro dos outros compreendo se tiver aqueles empréstimos do Bernardo, agora para compra e venda de casa em nome pessoal q o banco pede garantias... Qual é mesmo a vantagem? É q eu só vejo desvantagens
    Concordam com este comentário: JoelM, Apostador
  21.  # 20

    45 dias?

    Talvez se trabalhar com a CGD. A vantagem de capitais próprias é essa que refere, arranca logo com a obra e reduz em muito os prazos.

    A vantagem é não se descapitalizar.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">