Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    estou a passar por uma situação tenho união de facto temos um credito habitação 50/50 neste momento com 1 divida de 44800€ 170€ mês eu pretendo ficar com a casa a minha ex não se opõem , duvido é que o banco me deixe ficar sozinho (não sei) como único titular tenho rendimentos na ordem dos 10 mil e poucos euros anuais, e não tenho fiadores e gostava de saber como funciona esse método de ir a uma conservatória do registo predial e passar a casa exclusivamente para meu nome e depois disso, ir ao Banco e apresentar a escritura nova , isso é possível? posso ir a uma conservatória fazer uma escritura de uma casa com credito hipotecário ? quais as alternativas que tenho
    • size
    • 6 Novembro 2019

     # 2

    Tem que, necessariamente, iniciar o processo no seu Banco.
    Nada pode fazer sem a intervenção do Banco. O imóvel tem o ónus da hipoteca.
  2.  # 3

    Colocado por: manganaoeu pretendo ficar com a casa a minha ex não se opõem


    É só uma, não? Então é sem m.



    Bom,
    Ambos contribuíram com as mesmas quantias desde o início?
  3.  # 4

    Veja se interessa ler este caso :


    https://forumdacasa.com/discussion/55633/1/divisao-de-bem-comum/
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Ultrabasslx
  4.  # 5

    Colocado por: Palhava

    É só uma, não? Então é sem m.



    Bom,
    Ambos contribuíram com as mesmas quantias desde o início?

    Foi financiado a 100% era imóvel do banco
  5.  # 6

    Colocado por: PalhavaVeja se interessa ler este caso :


    https://forumdacasa.com/discussion/55633/1/divisao-de-bem-comum/

    Muito diferente do meu caso o marido insolvente, valores de dívida mais do dobro,
    Este caso sim
    https://forumdacasa.com/discussion/62895/2/doacao-de-imoveis/

    Pode ser uma via a ser estudada, em último caso a minha ex e caso o banco peça diz que pode ficar como fiadora, as casas parecidas à minha que se têm vendido na zona andam sempre por valores a rondar os 70 mil, na altura da compra não houve avaliação aquilo era do banco provaram logo mas penso que deva ser avaliado em volta dos 60mil nunca por baixo
  6.  # 7

    Colocado por: manganaoestou a passar por uma situação tenho união de facto temos um credito habitação 50/50 neste momento com 1 divida de 44800€ 170€ mês eu pretendo ficar com a casa a minha ex não se opõem , duvido é que o banco me deixe ficar sozinho (não sei) como único titular tenho rendimentos na ordem dos 10 mil e poucos euros anuais, e não tenho fiadores e gostava de saber como funciona esse método de ir a uma conservatória do registo predial e passar a casa exclusivamente para meu nome e depois disso, ir ao Banco e apresentar a escritura nova , isso é possível? posso ir a uma conservatória fazer uma escritura de uma casa com credito hipotecário ? quais as alternativas que tenho


    Num caso prático, faz o "divórcio" onde é acordado o destino da casa de família e despesas inerentes, depois vende ou compra a parte do ex-conjuge (a metade do valor já pago ao banco) e faz a respectiva escritura, no final vai ao banco e faz o pedido de exoneração (normalmente é feito pela pessoa que fica no crédito) apresentando o IRS, últimos 3 recibos de vencimento, comprovativo de efectividade laboral, comprovativo do divórcio, comprovativo da partilha assumindo a dívida e registo do imóvel na conservatória. Cabe então ao banco determinar se tem condições de suportar sozinho as despesas do CH, se a resposta for negativa pode ainda recorrer ao Mediador do Crédito para auxiliar na resolução.
  7.  # 8

    Colocado por: Vítor Magalhães

    Num caso prático, faz o "divórcio" onde é acordado o destino da casa de família e despesas inerentes, depois vende ou compra a parte do ex-conjuge (a metade do valor já pago ao banco) e faz a respectiva escritura, no final vai ao banco e faz o pedido de exoneração (normalmente é feito pela pessoa que fica no crédito) apresentando o IRS, últimos 3 recibos de vencimento, comprovativo de efectividade laboral, comprovativo do divórcio, comprovativo da partilha assumindo a dívida e registo do imóvel na conservatória. Cabe então ao banco determinar se tem condições de suportar sozinho as despesas do CH, se a resposta for negativa pode ainda recorrer ao Mediador do Crédito para auxiliar na resolução.

    O difícil mesmo é compra a parte do ex-conjuge, ainda são 22mil

    O que tenho de propor no banco é alienar a parte do ex cônjuge, propondo ela ficar como minha fiadora caso o banco aceite, podendo extender o tempo do empréstimo para baixar a taxa de esforço ou uma pequena amortização junto com os 2 pontos anteriores
  8.  # 9

    Não tem necessariamente de comprar.
  9.  # 10

    Colocado por: manganaoO difícil mesmo é compra a parte do ex-conjuge, ainda são 22mil


    dificil porque? acha que fica com uma divida ao banco de 66 mil euros? na realidade nao lhe (á sua ex) entrega os 22 mil euros, digamos que contrai uma divida de 22 mil euros para abater a divida dos 44....Dessa forma liquida o emprestimo dela e fica com a totalidade do emprestimo em seu nome!

    na pratica, caso o banco aceite voce ficar unico titular, é ainda mais simples.....

    vá ao banco!
  10.  # 11

    Colocado por: loverscout

    dificil porque? acha que fica com uma divida ao banco de 66 mil euros? na realidade nao lhe (á sua ex) entrega os 22 mil euros, digamos que contrai uma divida de 22 mil euros para abater a divida dos 44....Dessa forma liquida o emprestimo dela e fica com a totalidade do emprestimo em seu nome!

    na pratica, caso o banco aceite voce ficar unico titular, é ainda mais simples.....

    vá ao banco!


    vou lá amanhã ao banco pediram para levar 3 recibos irs e escritura
  11.  # 12

    Colocado por: loverscout

    dificil porque? acha que fica com uma divida ao banco de 66 mil euros? na realidade nao lhe (á sua ex) entrega os 22 mil euros, digamos que contrai uma divida de 22 mil euros para abater a divida dos 44....Dessa forma liquida o emprestimo dela e fica com a totalidade do emprestimo em seu nome!

    na pratica, caso o banco aceite voce ficar unico titular, é ainda mais simples.....

    vá ao banco!


    Colocado por: manganao

    vou lá amanhã ao banco pediram para levar 3 recibos irs e escritura


    Colocado por: manganao

    vou lá amanhã ao banco pediram para levar 3 recibos irs e escritura

    em ultimo caso
    Doação de imóveis tambem pode ser viavel
    https://forumdacasa.com/discussion/62895/1/doacao-de-imoveis/
  12.  # 13

    bem novidades fui ao banco na sexta feira mais a minha ex , falar com os senhores já demos entrada do pedido de exoneração de 1 titular no credito (ela) , também fiquei a saber uma coisa é que pensava que podia por a conta só para meu nome visto ela ter tirado o ordenado dela de ser depositado na conta mas já me disse o senhor que aquela conta tem de estar no nome dos 2, 10 dias para me darem uma resposta +/-
  13.  # 14

    Colocado por: manganaoMuito diferente do meu caso


    Devo elogiar a forma civilizada como estão a trabalhar em conjunto para resolver a situação.
    Quando uma das partes se põe com exigências inexequíveis ou nem se dá ao trabalho de aparecer...
  14.  # 15

    Bem estava demorado dei entrada no banco com a papelada em 07/11 só hoje me ligaram, até já lá tinha ido com a minha ex, tinham me dito que estavam a espera da resposta de Lisboa , já me deram uma reposta , mas foi por telefone e muito curto de explicações , as palavras dele foram estas : o banco aprovou a exoneração da ... podem ir fazer a escritura , eu perguntei se o banco marcava a escritura ele disse não isso era com nós , fiquei contente de não pedirem fiador, um alivio , ainda parece k não estou em mim. Bem mas agora surgem as primeiras duvidas a escritura é que valor? pelo total do valor em divida à data de hoje 44.888.90€ ou pela metade os 22.444,45€ ? , se calhar a escritura será pela totalidade e o IMT pela metade ? segunda duvida e grande, valores que vou gastar é tudo igual ? é que à as conservatórias dos registos e os Cartórios Notarial, pelo site do casa pronta tem estes valores :

    Os preços praticados no balcão “Casa Pronta” são os seguintes:

    700€+impostos, se no “Casa Pronta” for efetuado mais que um registo (ex.: é o caso da compra e venda com financiamento bancário em que são efetuados vários registos);
    500€+impostos, se, no “Casa Pronta”, estiver em causa a compra e venda de uma casa com financiamento bancário em que tenha sido utilizada uma Conta Poupança-Habitação;
    255€+impostos, se, no “Casa pronta”, estiver em causa a compra e venda de uma casa sem financiamento bancário em que tenha sido utilizada uma Conta Poupança-Habitação;
    375€+impostos, se no “Casa Pronta” for efetuado apenas um registo (ex.: a maioria dos casos de compra e venda sem financiamento bancário e a maioria dos casos em que se procede à transferência do empréstimo para compra de casa de um banco para outro)

    mas estive a ver no site da ordem dos notários e têm um serviço parecido "CASA SIMPLES CASA SEGURA" e lá falam

    "Nos custos finais, a Casa Segura é a única que lhe permite verdadeiramente poupar quantias avultadas, pelo que é muito mais barata do que a Casa Pronta das conservatórias ou qualquer outro balcão único."

    fiquei sem saber se à diferenças de preço
  15.  # 16

    Colocado por: manganao, já me deram uma reposta , mas foi por telefone e muito curto de explicações

    Ver para crer: vá ao balcão do banco pedir mais esclarecimentos.
    Um papel escrito.


    Saber quanto vai passar a pagar pelo crédito que vai passar a assumir sozinho.

    O valor da escritura é o que constar nesse empréstimo.


    Não acho correta a informação de que a nova escritura não tenha de ser efectuada com marcação pelo próprio banco.
  16.  # 17

    Colocado por: Palhava
    Ver para crer: vá ao balcão do banco pedir mais esclarecimentos.
    Um papel escrito.


    Saber quanto vai passar a pagar pelo crédito que vai passar a assumir sozinho.

    O valor da escritura é o que constar nesse empréstimo.


    Não acho correta a informação de que a nova escritura não tenha de ser efectuada com marcação pelo próprio banco.


    Colocado por: Palhava
    Ver para crer: vá ao balcão do banco pedir mais esclarecimentos.
    Um papel escrito.


    Saber quanto vai passar a pagar pelo crédito que vai passar a assumir sozinho.

    O valor da escritura é o que constar nesse empréstimo.


    Não acho correta a informação de que a nova escritura não tenha de ser efectuada com marcação pelo próprio banco.


    já falei com o banco da ultima vez que lá fui à quinze dias à cerca disso vou ficar a pagar menos prestação devido ao seguro de vida passar a ser só de uma pessoa eles também não podem mexer nas condições à leis a impedir

    "2 - Os mutuantes não podem agravar os encargos com o crédito cuja finalidade seja financiar a
    aquisição, realização de obras ou manutenção de direitos de propriedade sobre habitação própria
    permanente, nomeadamente aumentando os spreads estipulados, em caso de renegociação
    motivada por qualquer uma das seguintes situações:
    b) Ocorrência superveniente de divórcio, separação judicial de pessoas e bens, dissolução da
    união de facto ou falecimento de um dos cônjuges, quando o empréstimo fique titulado por um
    consumidor que comprove que o respetivo agregado familiar tem rendimentos que proporcionam
    uma taxa de esforço inferior a 55 %, ou, no caso de agregados familiares com dois ou mais
    dependentes, inferior a 60 %"

    em relação a escritura foi das poucas coisa que aprofundei por telefone eu vou marcar e fazer com a minha ex e depois ir lá ao banco com a escritura deve ser para ficarem com uma copia , para puder fazer a exoneração dela.
    agora falta saber é os custos e se à diferença entre conservatórias dos registos e os Cartórios Notariais
  17.  # 18

    ola,

    vou aproveitar topico aberto para perceber se existe a possibilidade de negociar o credito existente sem alteraçao de spread a fim de poder liquidar a parte do companheiro ?

    ou para isso sera preciso um novo emprestimo ou ate mesmo um credito pessoal no valor da torna ?

    obrigado
  18.  # 19

    Bom dia,

    a escritura é que valor? pelo total do valor em divida à data de hoje 44.888.90€ ou pela metade os 22.444,45€ ? , se calhar a escritura será pela totalidade e o IMT pela metade ?
    Qual foi a conclusão?

    Obrigado.