Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 121

    Nem está em questão.

    Quis dizer que se um comum mortal tentar uma condução em estrada pública como o Miguel consegue pilotar em pista, provavelmente vai dar em asneira que nenhum capacete conseguirá mitigar.
    Os passeios, por exemplo, podem ser uma inimigos formidáveis...
  2.  # 122

    A minha resposta foi em função do Ricardo considerar que os capacetes modulares são lixo.
    O capacete do Miguel tem como função ser seguro, leve e aerodinâmico, o resto é um compromisso.

    Os capacetes modulares tem o inconveniente de serem mais pesados que os integrais, considerando modelos equivalentes.
    Eu prefiro de longe um capacete modular de qualidade pela facilidade indiscutível de pôr e tirar, colocar os óculos, abrir para meter combustível ou falar com alguém enquanto parado, etc...
    Concordam com este comentário: pguilherme, NTORION
  3.  # 123

    Eh pá, se calhar isso dos capacetes é como religião. Cada um tem a sua experiência e não vale a pena discutir muito, porque não se vai convencer o outro.

    Eu andei de nexx xr1 (made in Portugal), passei para nexx xr2 e no ano passado, para shoei nxr. Este último é menos desportivo, e um pouco mais confortável, mas eu também ando poucos quilómetros.

    Claro que também há bons capacetes modulares (aquilo do lixo foi modo irónico), mas para mim, valorizo mais os integrais.
    Concordam com este comentário: Vítor Magalhães
  4.  # 124

    Os modulares são sempre mais barulhentos e pesados. Para viagens de 5 ou 6 horas acreditem que 200 gr fazem diferença na dor do pescoço. E o barulho nem é preciso comentar. Sempre comprei integrais e já lá vão uns 20 anos de mota. Sem contar a fase Zundapp.
    Concordam com este comentário: ricardo.rodrigues
  5.  # 125

    Sim é isso.
    Quando tinha mota, andava de Schubert. Tive um fechado e depois passei para um modular, cuja flexibilidade o tornava muito mais prático. Um pouco mais ruidoso quando fechado, mas nada de crítico. O sistema de áudio funcionava muito bem, tanto para falar com o passageiro como com outras motas, com walky talky e ptt.
    Não creio que fosse tão mais inseguro que o fechado. Acredito que o tipo de acidente tivesse muito mais importância do que o tipo de capacete. Felizmente nunca tive nenhum para comprovar.
  6.  # 126

    Colocado por: Casa da HortaOs modulares são sempre mais barulhentos e pesados. Para viagens de 5 ou 6 horas acreditem que 200 gr fazem diferença na dor do pescoço. E o barulho nem é preciso comentar. Sempre comprei integrais e já lá vão uns 20 anos de mota. Sem contar a fase Zundapp.
    Concordam com este comentário:ricardo.rodrigues


    O ruído é um facto, mas um modular sabe bem poder abrir e apanhar o vento.
    Em termos de segurança, pelo menos no teste sharp, já atingem boas performances.
    Concordam com este comentário: Casa da Horta, Vítor Magalhães
  7.  # 127

    Os modulares são um pouco mais ruidosos dependendo dos modelos e obviamente da mota/protecção aerodinâmica.
    Tenho um HJC de gama baixa/média 4 estrelas no teste sharp. Aliado à proteção do "vidro" da minha mota faço 400 kms seguidos sem qualquer problema.
  8.  # 128

    Colocado por: Casa da HortaOs modulares são sempre mais barulhentos e pesados. Para viagens de 5 ou 6 horas acreditem que 200 gr fazem diferença na dor do pescoço. E o barulho nem é preciso comentar. Sempre comprei integrais e já lá vão uns 20 anos de mota. Sem contar a fase Zundapp.
    Concordam com este comentário:ricardo.rodrigues

    Dependendo do tipo de mota um ou outro tipo de capacete será mais adequado.
    Andar numa desportiva ou naked/streetfighter para mim não faz sentido que não seja de integral e o mais leve possível. Numa trail, ST ou GT um modular será uma melhor opção na minha opinião. A Schubert tem bons modelos bem insonorizados.
    O meu HJC pesa 1785 gr.
  9.  # 129

    Como é que a conversa de viver na cidade e ou na aldeia chegou aos capacetes?
    Concordam com este comentário: Vítor Magalhães, Raquel A, nunos7
  10.  # 130

    Colocado por: SirruperComo é que a conversa de viver na cidade e ou na aldeia chegou aos capacetes?

    Pois, o off topic é inevitável, e quer queiramos quer não é melhor andar de mota na cidade por causa do trânsito... Embora as melhores estradas e paisagens sejam perto da aldeia 😅✌️
    Concordam com este comentário: ultrahipermega, pguilherme